Uncategorized

Deputados preferiram Edemar a dona Zilda

Por Andre Araujo

Em dezembro de 2001 a Camara dos Deputados tinha o direito a indicar dois nomes para o Conselho da Republica, orgão criado pela Constituição de 88 para dar assessoramento de alto nivel ao Presidente da Republica.

O nome da Dra.Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança, foi submetido à votação por um grupo de deputados, uma excelente sugestão.

Não foi eleita. Teve apenas 94 votos e perdeu para um

nome imbativel pelo seu alto nivel e prestigio, o Deputado Edmar Moreira, conhecido como “deputado do castelo”, que teve esmagadores 229 votos. O segundo mais votado foi o jurista Evandro Lins e Silva, com 113 votos.

Edmar Moreira superou a médica benemérita e o famoso jurista, isso que é vencer, a Camara sabe escolher os bons.

23 Comentários

  1. Bem antes de 1991, a Dra. Zilda foi colocada na “geladeira” conforme depoimento amargurado seu, que deixou gravado.
    Como ainda hoje é possível notar, usou-se o governo do povo para a prática da vergonhosa política mesquinha que foi dominante no início dos anos 80, no mandato de governo seguinte ao de Ney Braga. As piores perseguições a técnicos servidores públicos ocorreram nas áreas da agricultura e da saúde.
    Dona Zilda, com filhos para terminar de criar, foi alvo, como muitos, da insanidade de alguns despreparados para lidar com as maiores causas. Eles, ao contrário de Zilda Arns, NADA deixaram de positivo daquele triste período.

  2. Mais um mau exemplo dos políticos brasileiros que fazem de tudo para defender seus interesses corporativos e fisiológicos. D. Zilda será lembrada para sempre pelo bem que fez, pelas obras e pelos exempĺos que deixou e que vão continuar no Brasil e no Mundo.

  3. Preferiram o tal Edmar pelo Castelo que possue?
    Ou pela grana que rolou?
    Uma escollha dessas, pelo tal Edmar, realmente é o fim do Mundo!

  4. Na câmara não sabem escolher os bons. Escolhem os seus iguais…Muito poucos lá são melhores do que o casteleiro Edmar Moreira.

  5. como na mafia só quem é da familia cresce , a médica era humanista, isto n pode ter entre boa parte dos atuais deputados… ESTE ANO ESPERO QUE O OPOVO DE A RESPOSTA A ESTES… Alias os nomes dos votantes deveria via a publico.. Mas é secreto.

  6. Silvano Andrade Responder

    Sei muito bem que a D.Zilda não concordaria…mas EU comandaria uns 100 caras indignados e engravatados armados com taco de basebol…invadiriamos aquele antro chamado congresso ou camara e dariamos uma camaçada de pau naqueles pilantras…

  7. Estou com o Bimbo, que aliás fez bingo. O erro está no voto. Enquanto o povão continuar votando nesses Ms, nada vai mudar. Este ano, portanto, vamos atentar para as caras novas…

  8. A NOBRE DOUTORA ZILDA ARNS , QUE DEUS A TENHA , SEMPRE PREGOU , QUE A EDUCAÇÃO É O MELHOR REMÉDIO PARA A POBREZA , MAIS NOSSOS HUMILDES DEPUTADOS PARECE QUE NÃO QUEREM QUE SE DE EDUCAÇÃO PARA ESTES POBRES BRASILEIROS , POIS ELES SABEM QUE QUANTO MAIS EDUCADO UM POVO A TETA DELES VAI ACABAR OU SECAR , ALIÁS HOJE EM DIA NÃO É MAIS TETA E SIM CU…CÚECA E M…..MÉIA.
    ELES ESTÃO COLOCANDO O DINHEIRO PÚBLICO NO CÚECÁ.
    QUE M….NÉ LÚCIA E BORIS QUE DUPLA.
    DR.ZILDA UMA NOBRE PESSOA QUE VAI MORAR SEMPRE EM NOSSOS CORAÇÕES.

  9. E ISSO FOI UM ATO POLITICO JÁ QUE ADEMAR FAZIA PARTE DO GOVERNO NA EPOCA POIS ZILDA ERA TIA DO CANDIDATO DO PT FLAVIO ARNES QUE HOJE VIROU A CASACA E NÂO SE ELEGE MAIS JÁ QUE TEM BETO ALVARO FRUIT RICARDO BARROS ETC SEMPRE A POLITICA DO FORAM 94 VOTOS DO PT E DO PDT E SÓ

  10. Cabeça de vento Responder

    Esse fato não me surpreende, pois é prática rotineira dos dirigentes da nação tratar questões de Estado sob o enfoque político e também particular.
    E neste diapasão o Sr. dePUTAdo do castelo foi a melhor escolha, considerendo que “semelhante atrai semelhante” e que a noção de bem ou mal depende do posicionamento dos avaliadores.

  11. salete cesconeto de arruda Responder

    É.
    Pelo voto das excelências percebe-se que política no Brasil continua sendo um jogo de machos.
    E pelos comentários percebe-se que tem gente que não entendeu a matéria.

  12. Pobre Brasil. À mercê desta classe política que não vale o que fazem depois que acontece a digestão do que comem. Até quando aceitaremos essa corja mandando em nós? Até quando aceitaremos que se elejam utilizando a compra de votos? Até quando permitiremos que canalhas e canalheiros, sarnas e sarneis, e tantos outros sigam proporcionando um show de vergonha para o nosso povo? Se nós, por burrice, ignorância ou má fé, os elegemos, também podemos nos arrepender e expulsá-los de lá sem o menor constrangimento. CHEGA BRASIL!!! Fora com a cambada.

  13. Débora Chavinski Responder

    Zilda Arns deixa um grande legado!

    Militante do trabalho voluntário, Noemia Rocha lamenta profundamente a perda de Zilda Arns, mulher que para a vereadora é um exemplo de solidariedade e referência no trabalho voluntário no Brasil. Muitos ressaltam o trabalho social da médica, fundadora da Pastoral da Criança e Pastoral da Pessoa Idosa, mas esquecem de destacar seu maior legado o “voluntariado”, “estender as mãos para quem precisa sem buscar nada em troca” acrescenta a vereadora.
    Zilda deixou ainda um legado a 240 mil voluntários, que foram capacitados para prestar serviços a gestantes e crianças pobres. A médica salvou muitas vidas, e através do trabalho voluntário possibilitou o resgate da dignidade de muitos cidadãos, mostrando que é possível fazer um mundo melhor através do trabalho voluntario.
    É importante salientar que prestadores de serviços voluntários poderão ter direito a meia entrada em espetáculos artísticos e culturais em Curitiba. A medida é prevista em projeto de lei que está em trâmite na Câmara, de autoria da vereadora Noemia Rocha (PMDB).
    O projeto visa, por um lado, contribuir com o desenvolvimento social da cidade, estimulando o acesso à cultura e, por outro, incentivar o aumento de participação dos cidadãos curitibanos na realização de serviços voluntários junto às entidades que necessitem de colaboração”, justifica Noemia.
    O prestador do serviço deverá ser cadastrado junto à Fundação de Ação Social (FAS) e receberá um documento específico. De acordo com a proposta, esta identificação teria um prazo de seis meses de validade, podendo ser renovada. Para a entrada nos eventos, o voluntário deverá levar este documento, juntamente com uma identificação civil.

  14. O que fica de todo esse drama é que, dona Zilda semeou no coração de milhares de brasleiras pobres, mães, avós, jovens e crianças a semente do amor ao próximo, que abençoada por Deus, frutificará.

  15. eSSES DEPUTADOS SÃO UNS CORPARATIVISTAS, SÓ OLHAM O UMBIGO DA CÂMARA. SE NÃO DEPUTADO, NÃO SERVE PARA NADA, PARA NENHUM CARGO. SÃO UNS……
    ELES PREFEREM INDICAR UM M…….DESTES NO LUIGAR DE UMA ZILDA ARNS.

    É DE SE MORRER E NÃO VER TUDO NESTE PAIS DE M……

    VEJAM O PT DO LULA MANDA NA CAMARA. LOGO FORAM OS PETISTAS QUE TAMBÉM PREFERIRAM ESTE DEP. PULHA, E DESPREZARAM A DONA ZIILDA. É O FIM. TEM QUE CAIREM TODOS NA ELEIÇÃO.

  16. Só esqueceu de falar que quem fez a indicação foi o então deputado federal Rubens Bueno, conta o milagre e não conta o santo senhor fabio campana?

  17. Quem sabe mais estava dando um passo a reforma agrária ao contrário, o Edmar era do estilo feudal, já tinha até um castelo, claro……

  18. NILTON VIEIRA LIMA Responder

    Para que os eleitores conheçam um pouco os seus deputados federais, que dizem representar os direitos dos eleitores, em todos os estados, principalmente agora neste ano eleitoral, proponho fazer um levamento destes que votaram no homem do Castelo e em outros tipos de “votações” de altos – ou autos – interesses do povo brasileiro. Com certeza contribuirei ajudando a divulgar os nomes dos nobres deputados e senadores.
    Atenciosamente,
    Nilton Vieira Lima – OAB/SE 677

  19. Pela pessoa que foi Dra Zilda, merecia mesmo, lamentamos ela nao ser escolhida, agora pos morte, vai ter um monte de politicos querendo se aparecer e dar um monte de premios pra ela, agora nao adianta mais. o melhor será fazer o que a vereadora NOemia Rocha ta fazendo, valorizando o trabalho voluntario na cmc. E pelo que consta nao foi pos morte, foi antes, entao parabens pelo trabalho voluntario, tando da d.Zilda como da vereadora Noemia Rocha, que ganhou as eleicoes com um pequeno grupo de voluntarias de uma instituicao evangélica. O Fabio, coloque na sua coluna este projeto da vereadora Noemia Rocha lider da oposicao na casa.

Comente