Uncategorized

Pessuti perde peso para assumir o governo

Num SPA de Sorocaba, famoso por receber os artistas globais e personalidades do grand monde do eixo Rio-São Paulo, o vice governador Orlando Pessuti se dedica a perder peso e a equilibrar os índices de glicose e colesterol para estar em forma no dia 3 de abril, quando receberá de Requião o governo do Paraná.

Mas não pensem que Pessuti está desligado dos acontecimentos da província. Acompanhou a reunião dos tucanos, gostou dos entreveros nos arraiais adversários e aproveitou para organizar suas primeiras ações como governador. Vai ampliar o programa leite das crianças, manter a isenção de ICMS, acelerar a duplicação de estradas cascavel e iniciar diálogo com o governo federal e concessionárias para reduzir o preço do pedágio.

Em Brasília, nos primeiros dias de abril, vai brigar pelas obras do PAC e da ampliação do aeroporto Afonso Pena. Ouça o que ele disse para o Valdomiro Cantini, da rádio CBN de Cascavel.

6 Comentários

  1. Parreiras Rodrigues Responder

    Dá tempo de pensar grande e agir maior ainda: Hidrovia do Ivaí, de Porto Camargo em Icaraima a Doutor Camargo. Sugere-se também a convocação da iniciativa privada para construção de uma ponte Paraná-Mato Grosso do Sul, ligando Porto São José, distrito de São Pedro do Paraná a Nova Andradina. Melhor pagar pedágio que ficar dependendo de balsa.

  2. Marcondes Oliveira Responder

    acorda Pessuti o Reiquião não vai deixar baixar o pedágio,quem vai financiar a campanha dele para o senado.

Comente