Uncategorized

Cid Gomes diz que Ciro mantém projeto presidencial


De Josias de Souza na Folha Online

Para desassossego de Lula, o governador do Ceará, Cid Gomes, disse que seu irmão Ciro Gomes mantém em pé o projeto de disputar a presidência da República.

A declaração de Cid, filiado ao PSB, o mesmo partido do irmão, chega num instante em que Lula ensaia um derradeiro apelo a Ciro.

O presidente decidiu realizar uma nova investida, para convencer Ciro a concorrer ao governo de São Paulo em vez de ir às urnas como presidenciável.
No dizer de Cid, reproduzido pelo repórter Pedro Alves, a candidatura governista única de Dilma Rousseff imporia ao Planalto um “risco desnecessário”.

“Nos cenários sem o Ciro, as pesquisas mostram que a maioria dos votos que seria dele migram para o [tucano] José Serra…”

“…Então, a preço de hoje, é um risco desnecessário o governo lançar apenas uma candidatura”, disse Cid, filiado ao mesmo PSB em que se abriga o irmão.

Segundo Cid, a tese do “risco” já foi exposta a Lula numa primeira reunião. Combinou-se que a decisão seria tomada noutro encontro “mais lá na frente”.

“Em algum momento”, disse o governador, “o Lula vai convencer o PSB ou o PSB vai convencer o Lula”.

De fato, o PSB acertara com Lula que o destino de Ciro seria definido em março. Mas o presidente agora deseja encurtar esse prazo.

Vai ao governador Eduardo Campos (Pernambuco), presidente do PSB, nesta quarta (27). E chamará o próprio Ciro para conversar.

A julgar pelo que disse na semana passada, em reunião ministerial, Lula não contempla a hipótese de ser convencido. Quer convencer.

O melhor lugar para Ciro, acha Lula, é o ringue de São Paulo. E para o PSB, a supercoligação que dará suporte à candidatura presidencial de Dilma.

Ciro tomou chá de sumiço. A última mensagem que veiculou em seu microblog é datada de 15 de dezembro.

1 Comentário

Comente