Uncategorized

“Renúncia nunca fez parte do meu vocabulário” diz Pessuti

Do site de Orlando Pessuti

“O governador Orlando Pessuti Jogou uma pá de cal sobre os comentários veiculados nos últimos dias de que teria desistido de sua pré-candidatura a reeleição em favor do Senador Osmar Dias (PDT). Em Corbélia, Pessuti reafirmou que é pré-candidato e que vai disputar a Convenção do PMDB no dia 27 em Curitiba.

“Nunca desistimos de nossa proposta, o que ocorreu é que fomos chamados a conversar com Osmar Dias e ainda estamos abertos a novas conversas. Nós sempre quisemos e queremos uma base muito forte de apoio para Dilma Roussef (PT) e Michel Temer (PMDB) no Paraná” afirmou o governador.

O governador disse que não lhe faltam “disposição, coragem e os votos para a eleição”. “A pré candidatura foi estabelecida pela executiva do PMDB e pelos parlamentares. Não é uma opção pessoal de Orlando Pessuti e nós estamos nos estruturando para disputar a eleição” declarou.


Sobre o PDT

Sobre as especulações que poderia ceder e desistir favorecendo Osmar Dias, Pessuti afirmou que somente nesta semana conversou com o senador por duas vezes pessoalmente e outras três vezes falou com ele por telefone. “Minha candidatura está definida a um ano e nas conversas que tive com o senador disse que teríamos de discutir todas as variáveis. Espero que o Osmar seja candidato ao governo e se isso não for possível que ele nos apóie ao governo do estado, una-se a nós mantendo um palanque forte para Dilma Roussef no Paraná” informou o governador.

Orlando Pessuti disse que aguardava ainda hoje (17) um novo contato do senador Osmar Dias para retomar as negociações.

No twitter

“Renúncia nunca fez parte do meu vocabulário. Não desisti e nem desistirei de concorrer ao governo do estado”

http://bit.ly/bj6Jdk

Interiorização

Na cidade de Corbélia o governador foi recebido por cerca de 900 funcionários da Secretaria de Educação com quem conversou sobre os avanços no setor no atual governo.

Ele revelou que os investimentos feitos na área de educação e anunciou os números para o Transporte Escolar. “No governo de Jaime Lerner (94/02) os recursos disponibilizados não chegavam a R$ 7 milhões e neste ano, no nosso governo estamos investindo R$ 53 milhões”.

Pessuti disse ainda que os salários dos servidores da educação receberão ainda neste mês um reajuste salarial retroativo ao mês de maio e deixou claro que os compromissos que foram assumidos serão e estão sendo honrados.

“Nós não mentimos para os profissionais quando revelamos que em maio não havia recursos para efetuar este pagamento, mas, que em junho tudo estaria acertado. É o que faremos” concluiu.

7 Comentários

  1. REMEMBER aqui mesmo no Paraná, candidatos que sairam atrás na pesquisa e acabaram ganhando a eleição, valendo o inverso como aconteceu com aqueles que se consideravam IMBATIVEIS NA ELEIÇÃO.

    Esta determinação do Pessutti é um indicativo de personalidade obstinada que luta por um ideal e um objetivo e este está claramente identificado: MOSTRAR QUE O HOMEM DO INTERIOR É QUE PODE E DEVE GOVERNAR ESTE ESTADO QUE SÓ É PUJANTE PELOS HOMENS DO INTERIOR.

    PESSUTI TEM ESSA IDENTIDADE E NÃO LHE FALTA TRAQUEJO, SIMPATIA E SINCERIDADE PARA CONQUISTAR ESTE ELEITORADO QUE É A MAIORIA.

    É SIM UM CANDIDATO FORTE E ALÉM DISSO CONTA COM A VANTAGEM DE TER A MÁQUINA DO GOVERNO PARA TER EXPOSIÇÃO EM DOBRO DURANTE A CAMPANHA.
    É UMA BOA APOSTA NA ELEIÇÃO.
    COM APENAS 2 MESES DE GOVERNO, SUA CANDIDATURA ESTA MADURA E HOJE NINGUEM MAIS DUVIDA DE SEU CRESCIMENTO NAS PESQUISAS TENDE A AUMENTAR, ATÉ PORQUE SOARÁ MAL AS ALIANÇAS ELEITOREIRAS DOS SEUS OPONENTES.

    SE PESSUTTI MONTAR SEU PROPRIO PALANQUE E MANTIVER-SE ISENTO QUANTO A ELEIÇÃO PRESIDENCIAL, VAI CHEGAR FÁCIL NO SEGUNDO TURNO E DAI SEU CACIFE VAI CRESCER.

    SE DESISTIR AGORA, SERÁ TRIPUDIADO PELOS ADVERSÁRIOS E SUBJUGADO PELOS INTERESSES DOS QUE VÃO QUERER USAR O GOVERNO PARA APOIAR UMA MULTIPLICIDADE DE CANDIDATOS E COM ISSO SER ABERTO O MAIOR TIROTEIO DE FOGO AMIGO DENTRO DO GOVERNO

    UMA MÁQUINA COMO O GOVERNO DO ESTADO, EM TEMPOS DE REELEIÇÃO, SEM UM CANDIDATO DO GRUPO, É DEIXAR O BARCO A DERIVA NO MEIO DO NEVOEIRO.
    ACABA SEMPRE EM NAUFRÁGIO.

  2. “O que pode acontecer é deixar de colocar o meu nome para a disputas se houver o entendimento com o presidente Lula, ……”

  3. Defender o povo do Paraná também nunca fez parte do seu vocabulário não mesmo Pessutão. Pois em 7 anos Requião fez o que fez e v/c nunca foi a publico dizer uma frase de opinião contraria a arbitrariedade do ex governador. #NãoPessutti

  4. Tá certo o Governador, chega de enrolação, que quer se eleger já está na estrada pedindo voto, é tomar uma atitude concreta para impedir a eleição do Beto Richa. O Osmar queimou-se junto ao eleitorado com sua indecisão, isso vai comprometer até mesmo sua reeleição ao senado.

Comente