Uncategorized

A eleição está aberta
para governo e Senado, diz Murilo Hidalgo

Murilo Hidalgo é o analista, pesquisador, proprietário da Paraná Pesquisas. Um dos homens mais informados sobre a vontade e as tendências da população. Pois ele disse para a colunista Roseli Abrahão que as disputas do governo e das duas vagas do Senado estão abertas.

Hoje, qualquer um dos dois favoritos para o governo, Beto Richa e Osmar Dias, pode vencer a eleição. “O Beto não está tão na frente quanto pensa estar e o Osmar não está tão próximo quanto imagina”. Ou seja, há uma distância alcançável entre os dois.

Quanto ao Senado, Murilo acaba com a idéia de que Requião está fora do páreo. Lembra que o ex-governador tem uma votação cativa nos pequenos municípios onde a influência da mídia é curta. Mas não pode se apresentar como eleito. Vai ter que suar.

Gleisi Hoffmann, do PT, percorreu todos os municípios em campanha que já dura dois anos. Tem chances, mas enfrenta dificuldades maiores com a divisão de seus votos em Curitiba desde a entrada de Gustavo Fruet na parada.

Fruet tem boa aceitação em Curitiba, precisa crescer na Região Metropolitana e principalmente conquistar o interior do Paraná, onde é desconhecido.

Ricardo Barros tem situação oposta a de Fruet. Vem forte do interior do Paraná, onde tem bases fortes, especialmente na sua base de apoio principal, que e Maringá. Agora precisa conquistar o eleitor de Curitiba e Região Metropolitana para ficar com uma das cadeiras.

Leia a entrevista de Murilo Hidalgo para Roseli Abrahão no Leia Mais.

O mistério das pesquisas

Há quem se pergunte por que até agora não foi divulgada nenhuma pesquisa de intenção de votos sobre a disputa pelo Palácio das Araucárias. Se elas existem, por que não são registradas e divulgadas?

O diretor da Paraná Pesquisa, Murilo Hidalgo, tem uma resposta para o mistério: elas tiram o sono dos estrategistas dos dois principais candidatos ao governo do Estado – Beto Richa e Osmar Dias.

— O Beto não está tão na frente quando diz que estar e o Osmar não está tão perto como apregoa, atesta.

Para ele, qualquer pesquisa que seja divulgada “será ruim para o Beto e terrível para o Osmar”.

Hidalgo acredita que o eleitor só terá acesso aos números de uma pesquisa eleitoral por iniciativa de uma rede de televisão (RPC ou Band) ou então do Datafolha, exclusivo do jornal “Folha de S. Paulo”.

Uma pesquisa no site do Tribunal Superior Eleitoral mostra que não há nenhum pedido de registro de pesquisa sobre a sucessão no Paraná.
Diferente do governo do Estado, a disputa pelo Senado mostra que o ex-governador Roberto Requião continua líder absoluto.

— Tem gente que diz que ele está morto, que nada. Requião leva uma vantagem sobre todos porque é o único que tem penetração nos pequenos municípios, onde a mídia não está presente, atesta Higaldo.

A petista Gleisi Hoffmann continua em segundo lugar e o tucano Gustavo Frute, forte em Curitiba e Região Metropolitana, leva a desvantagem de ter começado a campanha só agora.

Murilo Hidalgo avalia que o deputado Ricardo Barros, do PP, pode ser o “azarão” desta campanha. Portanto, pode surpreender.

— A força que tem na sua região (Maringá) é respeitável, avalia Murilo Hidalgo, que acredita que a disputa pelo Senado será decidida na televisão.

Pessuti ajuda Requião
Até porque o ex-governador Roberto Requião sempre cresceu no confronto, a “briga” com seu sucessor, Orlando Pessuti, o ajuda na campanha eleitoral.

— Ao morder a isca, Pessuti mais ajuda do que prejudica Requião, avalia Murilo Hidalgo.

Para o dono da Paraná Pesquisa, Requião será “decisivo” na campanha ao governo do Paraná.
ROSELI ABRAHÃO – JORNAL HORAHNEWS

11 Comentários

  1. Felipe Kotler Jr. Responder

    O cidadão aí tem uma visão einh! Mas nem precisa ser um gênio ou especialista pra dar este diagnóstico. Aqui mesmo nesta coluna já li centenas de análises como esta.Todos estamos certos de que a briga por todas as vagas será dura, e salve-se quem puder! Ética na política, Gustavo Fruet no senado!

  2. Parreiras Rodrigues Responder

    Zé da Bíblia sabe disso. Mas, se falar, ninguém dá bola. O duro na campanha é ouvir obviedades como se fossem a descoberta da cura do câncer.

  3. Joao Carlos Ribas Responder

    Em Guarapuava e regiao o nome de Gustavo Fruet esta com uma aceitaçao muito grande vai para o senado com certeza…..

  4. Duval Simões Araújo-Londrina Responder

    Ainda mais com 42 milhões declarados por Osmar Dias no oficial da Justiça Eleitoral. A compra de votos vai correr solta. A vantagem que o PT interessa a compra para Dilma e Gleise e seus deputados, se der, Osmar também, mas sem forçar muito pra não perder o que realmente importa. PT sabe que o chapão lhe matou em termos de bancada, mas ajuda Dilma e talvez Gleise, se realmente a turma do Pessuti e parte do PMDB, largar Requião. Todo mundo sabe que em eleição equilibrada para presidente e governador as vagas ao senado tendem a serem divididas uma para cada coligação forte.Favoritos, como diz Hidalgo serão Fruet e Requião. Gleise e o PT têm que matar Requião. Senão o velhão abocanha a vaga.

  5. oVANDERLEI DA DEMOCRACIA Responder

    voto no requiao porque ele nao tem medo de falar a verdade quando falou de paulo bernadi e porque ele tem certrza no que ele fala quando citou o juiz em porto alegre ano passado tambem ele tinha certeza e outros requiao eu e minha familia n

  6. JoaoMariaDeAgostinho Responder

    “Quanto ao Senado, Murilo acaba com a idéia de que Requião está fora do páreo”.

    Mas por favor, quem foi que teve essa idéia absurda? Alguém em sã consciência – deixando de lado as idiossicrasias políticas e senso do ridículo – realmente acredita que Requião não tem chance?

  7. Aceito apostas baseados na “ciencia” do Murilo, dono do mais respeitável, sério e isento instituto de pesquisas da Terra da Velhinha de Taubaté

    1) O Requião será o candidato com mais votos a Senador
    2) Não haverá segundo turno
    3) A Dilma vencerá o Serra no Paraná
    4)O eleitor terá dificuldades de escolher entre o Beto e o Osmar

  8. Blá, blá, blá, blá, blá, blá. E não diz nada, até parece a Dilmafiga, fala só asneira.

Comente