Uncategorized

Lula quer tirar de Serra discurso do Bolsa Família

Do Josias de Souza na Folha Online

Ao retornar de seu périplo pela África, neste final de semana, Lula começa a detalhar o mergulho que dará na campanha de Dilma Rousseff.

Quer combinar a agenda de inaugurações de obras, que deseja intensificar, com a participação nos eventos eleitorais, fora do expediente.

Em conversa com o blog, na noite passada, um ministro disse que a intenção de Lula é a de “devolver ao processo eleitoral a lógica que o Serra tenta subverter”.

Como assim? No dizer do ministro, Serra age com o objetivo de firmar-se como um candidato “mais governista do que a própria Dilma”.

É essa pregação do presidenciável tucano, centrada na tese de que vai manter o que há de bom no governo, que Lula deseja “desmontar”.

Em privado, Lula revela especial irritação com as declarações de Serra sobre o programa Bolsa Família.

Soa decidido a grudar no PSDB e no DEM a pecha de legendas elitistas. E, em Serra, a qualificação de anti-Lula.

Repetirá algo que já disse à exaustão: a oposição sempre tratou o principal programa de distribuição de renda do governo como “bolsa esmola”.

O repórter conversou também com um dos operadores da campanha de Serra. Inquiriu-o sobre as intenções de Lula.

O tucanato parece antever embate. E se prepara para enfrentá-lo. Vai sustentar a velha tese de que o embrião da política social de Lula nasceu sob FHC.

A prova de que o Bolsa Família traz as digitais do PSDB, disse o integrante do QG de Serra, “está na lei que instituiu o programa” (número 10.836, de 2004).

A “prova” de que fala o aliado de Serra está no parágrafo único do artigo 1º da lei. Nesse trecho, são listados os programas unificados sob o Bolsa Família. São eles:

1. Bolsa Escola, criado em abril de 2001 (FHC).

2. Programa Nacional de Acesso à Alimentação, de junho de 2003 (Lula).

3. Bolsa Alimentação, de setembro de 2001 (FHC).

4. Auxílio-gás, de janeiro de 2002 (FHC).

5. Cadastramento único do governo federal, de julho de 2001 (FHC).

Diz o operador de Serra: “Note que, das cinco iniciativas mencionadas na lei do Bolsa Família, só uma surgiu no governo Lula.

O governo dá de ombros para essa formalidade. Diz-se o seguinte: a diferença entre Lula e FHC está no orçamento.

Na era tucana, a política social recebia “investimentos residuais”, disse o ministro de Lula. Na fase petista, “os investimentos foram maciços e crescentes”.

Como se vê, o debate deve esquentar. De um lado, a promessa de Serra de multiplicar por dois o Bolsa Família.

Do outro, Lula e Dilma esforçando-se para desqualificar o rival.

21 Comentários

  1. CAÇADOR DE PETISTAS Reply

    Por favor, publica ai

    Sr. ‘D. Silva.

    Voê copiou o bolsa família do bolsa escola do Governo do PSDB. portanto, o programa não é seu. Querer atacar José Serra por este motivo fútil e não d eixar o candidato querer melhor o programa bolsa família é a mais pura ignorância aliás, ignorância faz parte de sua personalidade. Sr. D. Silva, qual o motivo deste interesse doentio em empurrar goela abaixo, esta “merda”, chamada Dilma?
    Deixa o próprio povo faazer sua escolha livremente através de comparações e debates entre os dois candidatos. Isto chaama-se DEMOCRACIA ou, o direito do livre arbitrio, Para com esta palhaçada Sr. D. Silva em se achar o Messias.
    Você, Sr. D. Silva age como se estivesse na Venezuela. Estas suasa atitudes e de sua tropa Petista ainda não entenderam que vivemos em uma Democracia e dtemos o direito de escolher nossos candidatos porém, você inssiste em querer enfiar esta imbecil desqualificada no Roabo dos brasileiros.

    Aqui no Paraná, você não vai consegueir isso pois, aqui as pessoas não são seus capachos.

    Cria vergonha na cara.

    José Serra – Presidente

  2. Há DESESPERO na hoste PTista, a Candidata do PT cai , cai, caiu…

    Pediram para lula voltar logo da África e ajeitar as “pesquisas”

    Vocês viram que as “pesquisas” pararam ?

  3. Pois é, os tucanos passaram 8 anos chamando o bolsa-familia de bolsa- esmola. Se foi os tucanos que instituiram o bolsa-familia porque desqualificaram tanto o programa? Bom o Zé Chirico já se apossou dos Genericos, do programa da Aids, do Fat Fundo de Amparo ao Trabalhador, do seguro-desemprego e agora quer se apossar do bolsa familia? Haja paciencia.

  4. Wanderlei....... Reply

    Assim é muito fácil… Esconder a realidade e dirigir o foco para si tentando enrolar o povo, como sempre o Lula fez… Agora quer colocar uma mulher que tem uma ficha criminal extensa… Trocando o ruim, pelo péssimo. Mas o povo não vai entregar o nosso país de bandeja para essa corja. Se realmente somos patriotas, jamais votaremos em Dilma, basta analisar sua biografia. Abraços a todos os amigos!

  5. Maria Gorete Manoel Reply

    Tucanada safada, quer se apropriar de programas que sempre repudiaram, tomem vergonha na cara, tirem as máscaras e se assumam como elite que nada tem a ver com os programas sociais do Governo mais popular que tivemos nos últimos anos…

    DILMA… DILMA… DILMA…

  6. ▄▀▄†Ψ REQUEIJÃOΨ†▄▀▄™ Reply

    0 – Senador Suplici arquitetura e apresenta o projeto .

    1. Bolsa Escola, criado em abril de 2001 (FHC).

    2. Programa Nacional de Acesso à Alimentação, de junho de 2003 (Lula).

    3. Bolsa Alimentação, de setembro de 2001 (FHC).

    4. Auxílio-gás, de janeiro de 2002 (FHC).

    5. Cadastramento único do governo federal, de julho de 2001 (FHC).

  7. o lula de tao mentiroso e capaz de dizer que foi ele que fundo o banco do brasil a caixa a petrobras e se facilita um pouco o mentiroso vai afirma que foi ele que descobriu o brasil……coitado do cabral

  8. A malandragem de Serra

    Esse José Serra pensa que o nordestino é idiota.O escroque viajou ao Ceará e repetiu que vai dobrar o número de pessoas beneficiadas com o Bolsa Família.Indagado por um jornalista como vai fazer isso, Serra disse que será feito através da REDUÇÃO DOS JUROS.Tudo mentira.Primeiro, Serra não tem nenhuma moral para falar em queda de juros, já que FHC, de quem Serra foi ministro de Planejamento e da Saúde, chegou a elevar o juros a 49% a.m.Depois, esta proposta de Serra nada mais é que a confissão que ele, se eleito, não vai dobrar nada.Serra, como economista, deve saber que a questão da taxa de juros não depende só do presidente, a questão é ampla, pois depende também do humor da economia internacional.Na verdade, quando Serra atrela o aumento dos beneficários do Bolsa Família à taxa de juros é com a intenção de ter, acaso ocorrer uma crise financeira internacional, muito maior que a que Lula pegou, justificativa para não, como Serra costuma agir, cumprir o prometido.No caso, a culpa vai ser do juros.Os tucanos são todos malandros.Ah! e são safados também.

  9. Ao facistinha ” caçador de petistas”:

    A estupenda contribuição de Serra à criação do Bolsa Família no Brasil”

    Algo irritado, Serra, durante o encontro de prefeitos na quarta-feira, respondendo se iria acabar com o Bolsa Família, disse que “o Bolsa Família absorveu programas que eu mesmo criei, como foi o caso da Bolsa Alimentação, do Ministério da Saúde. Eu vou fortalecer o Bolsa Família”.

    O Bolsa Família é o principal programa do Fome Zero. Seu objetivo, como anunciou o presidente Lula no mesmo dia em que foi eleito pela primeira vez, é fazer com que todos os brasileiros “comam pelo menos três vezes por dia”. Quem já esteve na miséria sabe o que significa isso – e quem não esteve, mas não é um embotado estúpido, é capaz perfeitamente de perceber.

    Até então, a política era aquela verbalizada por Fernando Henrique: “não adianta dar o peixe”. A coordenadora dos “programas sociais” daquele governo, do qual Serra era ministro – uma certa Wanda Engel – disse, literalmente, que não havia fome no Brasil. E, assim, milhões de brasileiros, de seres humanos, vegetaram com estômagos vazios durante oito anos – e muitos morreram, sobretudo crianças.

    O Bolsa Alimentação, segundo sua diretora, Denise Coitinho, grande defensora de Serra, era um programa específico para gestantes, mães que amamentavam e crianças até seis anos, onde se previa uma ajuda durante seis meses, com direito à prorrogação por mais seis meses. Somente foi lançado no final de 2001 – portanto, durou pouco mais de um ano (V. o artigo de Coitinho, “O Fome Zero e a Bolsa Alimentação”, Jornal da Unicamp, dez./2002).

    Um especialista respeitável, José Graziano, que esboçou o Fome Zero, descreveu, em 2002, o Bolsa Alimentação: “… foi um programa criado pelo ministro José Serra com forte característica eleitoral. (…) foi uma resposta ao lançamento do Fome Zero, que nós fizemos em outubro do ano passado [2001]. Eles se deram conta de que não tinham um programa especificamente destinado a aumentar o consumo de alimentos e então saíram correndo com esse Bolsa Alimentação (…) destinado a gestantes e mães com crianças até dois anos de idade. É um público muito restrito” (entrevista ao Jornal da Unicamp, nov./2002).

    Em poucas palavras: depois de se apresentar como inventor dos genéricos, sem o ser, Serra se apresenta agora como pai, ou pelo menos precursor, do Bolsa Família, que tem uma única relação com o seu programa: a de tê-lo substituído.

    Algum tempo antes, diante da pergunta: “você vai acabar com o Bolsa Família, não?”, feita pelo apresentador José Luiz Datena, Serra começou o seu desmentido com a frase “eu não sou trouxa”. Foi inevitável que as pessoas interpretassem a resposta como se ele tivesse dito “eu não sou trouxa de dizer que vou acabar com o Bolsa Família”, embora ele não tivesse falado isso.

    O interessante é que quanto mais Serra nega que vá acabar com o Bolsa Família, mais as pessoas acham que é isso mesmo o que ele faria se fosse eleito. Até o Datena…

    Pois, afinal, os seus correligionários – aqueles que negavam a existência da fome – cansaram-se de chamar o Bolsa Família de “bolsa-esmola”. Um notório coça-saco do Serra, o Reinaldo Cabeção, chama até hoje assim o Bolsa Família. Da mesma forma, aquela meretriz da CIA, agora escondida no último refúgio dos canalhas, isto é, na “Veja”, que o Tanure enxotou do JB, parece que por excesso de serrismo.

    Houve até um artigo no “O Globo” intitulado: “Bolsa-esmola: a receita de como gerar uma legião de vagabundos”, onde aparecia um latifundiário declarando que, com o Bolsa Família, “os operários não querem mais trabalhar”. Segundo o artigo, o Brasil estava diante de uma crise de mão de obra, inclusive na construção civil, pois o pessoal preferia ficar no Bolsa Família do que pegar no batente…

    Mas, talvez, menos convincente ainda do que ter essa tralha por correligionários, seja o próprio Serra garantindo que vai continuar e até ampliar, ou reforçar, os programas sociais do governo Lula. Se é assim, por que ele não deixa de ser candidato e vota na Dilma?

    ( Publicado no HORA DO POVO, ed. 2865, 21/05/2010 )

  10. o lula entregando o governo va fazer o que ele sabe, tocar sindicato e tomar pinga 51

  11. RST,
    Veja vídeo de seu patrão lulá, no youtube, prá confirmar quem chamou o Bolsa Família doPSDB de bolsa esmola por pura inveja foi lula .

  12. Luciano Paranista Reply

    Acho que a diferença que no governo Lula fucionou os programas sociais! E hoje tamos vendo varios brasileiros saindo da pobreza o que no governo do psdb não viamos!
    Fiquei sabendo que o grande apoiador da campanha de Serra sera o FMI que sabe que com a volta do PSDB no governo voltara a reinar no pais com emprestimos loucos para nós.
    Fora FMI fora PSDB fora Serra e esse ano Dilma no poder com a força do povo!

  13. O Q É BOM, TEM QUE SER COPIADO Reply

    Feliz as palavras do senhor Ministro.
    a meu ver o q é bom tem que ser copiado, o Lulla foi muito inteligente em dar continuada no que era bom do FHC.
    E o Serra tem que fazer isto tambem, o que o Lulla criou de bom, tem que dar andamento, pois o país não pode parar por picuinhas políticas, o povo não pode sofrer.
    Tanto Lula e Serra estão certos de dar continuidade no que é bom…
    Parabens a eles.

  14. O SERRA QUER SER MAIS ESPERTO DO QUE O PRÓPRIO ADJETIVO….ELOGIAR O GOVERNO LULA SÓ DEMONSTRA AS CONVICÇÕES DE QUE O LULA SEMPRE ESTEVE CERTO EM SEU CAMINHO…..A INDICAÇÃO DE DILMA COMO CANDIDATA É MAIS UM ACERTO DO LULA….PORTANTO, ENTENDO QUE ESSA LINHA ADOTADA POR SERRA DEVE SER ALERTADA COMO SENDO SENSO DE OPORTUNIDADE IMPOSTO PELO SERRA COMO ESTRATÉGIA DE CAMPANHA, HAJA VISTA A DIFICULDADE EM SE ATACAR UM GOVERNO QUE PROPORCIONOU TANTOS ACERTOS PARA O NOSSO PAÍS.

    FIQUEM ALERTAS COM ESSA ESTRATÉGIA. O SERRA NÃO É O LULA NEM HÁ MILHARES DE QUILOMETROS. SERRA É UM ECONOMISTA NEOLIBERAL QUE NÃO OLHA PARA A SOCIEDADE COMO UM TODO.

  15. Então, alguém pode me dizer se nos últimos 20 anos teve um presidente melhor que o Srº Luis Inácio Lula da Silva? Pelo o amor de Deus, não podemos negar que o Brasil depois dele, tem melhorado muito, tanto na educação, segurança, saúde enfim, tem que continuar para isso tem que ser DILMA na cabeça!!!!

  16. Paulo Cézar Reply

    O Lula abriu as fronteiras para entrada de drogas da colombia e venezuela, que DEUS tenha misericórdia de nossos filhos.

  17. Paulo Cézar Reply

    O governo Lula abriu as fronteiras para entrada do narcotráfico da Côlombia e Venezuela, que DEUS tenha misericória de nossos filhos, porque o atual presidente não está tendo.
    Vamos acordar Brasil.

  18. caso queiram saber o PT pensa do bolsa familia e ver o agradescimento do Lula ao PSDB por cria-lo basta ver video dele abaixo:

    Lula confessando que o bolsa familia é a unificação
    de programas que já existiam do FHC e que a unificação
    dos programas foi proposta pelo marconi perillo do PSDB

    http://www.youtube.com/watch?v=4vCeoPLLUn8&

    Lula defendendo o bolsa família em 2006 e antes em
    2002 metendo o pau no mesmo programa quando o FHC criou o programa

    http://www.youtube.com/watch?v=83WUqpvddq8&feature=related

Comente