Uncategorized

Programa de Serra será detalhado, não mudado

Via Josias de Souza

O comitê de José Serra prepara uma nova versão do programa de governo do candidato. O repórter ouviu o coordenador do trabalho. Chama-se Francisco Graziano Neto . É ex-secretário de Meio Ambiente do governo de São Paulo. Ele cuidou de afastar a analogia com a rival de Serra, Dilma Rousseff:

“Não dá para comparar o que acontece com a Dilma com o nosso processo”, disse. “Não vamos trocar nada. Estamos promovendo acréscimos ao documento que foi entregue ao TSE”. Na semana passada, sete horas depois de ter protocolado o “programa” de Dilma no TSE, o PT substituiu-o por outro texto.

Retirou da segunda versão temas que, caros ao PT, não soaram adequados a uma candidata apoiada por partidos que vão do centro assumido à direita disfarçada.

Jogaram-se ao mar teses como a tributação de grandes fortunas e combate “ao monopólio dos meios eletrônicos” de comunicação.

De passagem por Belo Horizonte, Serra sentiu-se à vontade para fustigar a adversária, a exemplo do que fizera na semana passada:

“Nós não temos essa dupla cara. Uma hora é aliado do MST, noutra é inimigo…”

“…Uma hora defende o fim da liberdade de imprensa, noutra prega a imprensa livre. Nossos programas são setoriais e sempre coerentes”.

O pedido de registro da candidatura de Serra no TSE traz anexado não um programa de governo, mas a junção de dois discursos do candidato.

São “diretrizes do programa”, diz Graziano. Segundo ele, a versão final não será levada ao TSE.

“O que está no tribunal é um conjunto de diretrizes, que nós estamos decompondo. Estou trabalhando 40 temas”.

Informa que o trabalho será divulgado na web por partes, numa página aberta para receber sugestões de internautas.

“Você vai encontrar em todas elas trechos correspondentes dos discursos do Serra. Não se trata de mudança, mas de aprofundamento dos temas”.

Em reunião com os dez partidos que integram o “conselho político” de sua campanha, Dilma constituiu três grupos. Um deles destinado à elaboração de um programa, o terceiro.

O primeiro não valeu. O segundo tampouco. O “definitivo” ficará pronto até o dia 10 de agosto.

Espremendo-se os fatos, chega-se ao caldo de uma pantomima.

Pela primeira vez, exigiu-se dos candidatos à Presidência a apresentação de programas de governo à Justiça Eleitoral.

E as peças submetidas ao TSE pelos candidatos que polarizam a disputa ou valem por dois palanques ou não valem uma mísera rubrica.

7 Comentários

  1. TSE multa jornal por propaganda antecipada

    A ministra Nancy Andrighi do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) multou em R$ 7 mil o jornal Estado de Minas por ter publicado, no dia 10 de abril, matéria relativa ao lançamento da pré-candidatura de José Serra (PSDB) à presidência da República.

    Em representação, o Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu a pena máxima de R$ 25 mil prevista na Lei das Eleições para quem fizer propaganda eleitoral antes do dia 5 de julho do ano das eleições. De acordo com o MPE, o jornal, além de fazer referência ao conteúdo do material publicitário confeccionado para o lançamento da pré-candidatura de Serra, publicou no centro da página fotografias dos banners, em cores e formato próprios de propaganda paga.

    Além dos banners, com a sigla do PSDB, a página questionada pelo MPE continha frases de apoio à candidatura de José Serra e sua imagem ao lado do ex-governador mineiro Aécio Neves. Em sua defesa, o jornal sustentou que a matéria veiculada é de cunho informativo, amparada no direito de liberdade de informação e comunicação, garantido pela Constituição Federal.

  2. E tome eufemismo. Os caras são bom nisso, lembro dos tempos em que governavam o país. Não vai haver aumento de preços, mas sim alinhamento…

  3. É quando acabar o petróleo e as seringueiras, também não haverá mais borracha para apagar escrita a lápis.

  4. salete cesconeto de arruda Responder

    Serra está usando “EUFEMISMO” para agradar as mulheres.
    Ironia é claro.
    Serra apenas está COPIANDO o que Lula e Dilma dizem em seus programas.
    Tipo o bolsa familia.

  5. então tá!!!
    está combinado assim…..
    hehehehhe]]

    mas o fhc de mello ainda não terminou a correção de texto e ainda está pensando onde colocar o cacciola

  6. porque o campana não replubica o blog do pha, azenha, tijolaço, etc. só o do josias. Josias tem tanta credibilidade quanto minha vizinha fofoqueira. Cerra chirico nunca teve um palno e não o tem, ele registrou discrusos como plano, ora plano não são palavr4as genéricas, mas detalhadas, tenho que dar a idéia e informar como pretendo executá-la.

Comente