Uncategorized

ICS, dirigido por Lupion, sob intervenção branca da ACS

O Instituto Curitiba de Saúde, dirigido por José Lupion Neto, está sob intervenção branca, como noticia hoje o Celso Nascimento na Gazeta do Povo em matéria com o título “ANS decreta intervenção branca no ICS”. É a que segue:

Do Celso Nascimento na Gazeta do Povo

O Instituto Curitiba de Saúde (ICS), órgão encarregado de prestar serviços de saúde aos servidores ativos e inativos e respectivos dependentes dos servidores municipais da capital, está sob intervenção branca da Agência Nacional de Saúde (ANS) em razão de “anormalidades econômico-financeiras e administrativas graves que colocam em risco a continuidade do atendimento à saúde”.

A “direção fiscal”, nome técnico que a agência utiliza para dizer que está atento à situação, foi instaurada pela Resolução Operacional n.º 850, assinada pelo presidente da ANS no último dia 7. Embora não interfiram diretamente na administração do ICS, funcionários da agência passaram a fazer presença diária para acompanhar todos os procedimentos visando à recuperação do Instituto.

A ANS não divulga que “anormalidades econômico-financeiras e administrativas” são estas. Apenas informa, no texto da própria Resolução, que elas constam de um processo administrativo aberto em 2008 sob o n.º 33902.178807. Ne­­­nhuma fonte confirma, mas as dificuldades enfrentadas pelo ICS provavelmente foram motivadas pela falta de repasses orçamentários da prefeitura durante a administração de Beto Richa.

A prefeitura foi alertada, no início de 2009, da situação pré-falimentar do ICS por auditores contratados pelo próprio Instituto e que analisaram seus balanços. A auditoria foi assinada pela Trevisan Auditores Independentes – uma das mais respeitadas empresas do setor. Um dos itens do parecer relativo aos balanços de 2007 e 2008, diz textualmente: “Desde 1.º de janeiro de 2007, a prefeitura municipal de Curitiba, cessou o repasse à entidade dos valores relativos às receitas de custeios, os quais não estão contemplados na execução orçamentária da prefeitura municipal de Curitiba desde aquele exercício. Tal fato contribuiu significativamente para a apresentação sistêmica de déficits no decorrer dos exercícios apresentados nas demonstrações contábeis”.

Considerando apenas os exercícios de 2007 e 2008, a prefeitura ficou devendo ao ICS perto de R$ 12 milhões – valor correspondente a 8,8% da folha de pagamento dos servidores segurados. Nesse montante não estão contabilizadas as parcelas relativas a 2009 e ao primeiro semestre de 2010. O ICS atende a cerca de 33 mil funcionários contribuintes, além de seus dependentes, um universo aproximado de 80 mil pessoas.

6 Comentários

  1. Se fosse voltado ao atendimento de pessoas de baixa ou nenhuma renda iria me preocupar com a situação…

  2. E A CULPA É DE QUEM NÃO REPASSA VERBA HÁ ANOS!!!
    NA GESTÃO DE QUEM?????
    BETO RICHA!!!!!!!!!!!!!!!

    ENQUANTO ISSO, OS SERVIDORES QUE SE DANEM, NÉ?
    SE ELE GANHAR ESSA ELEIÇÃO, COITADO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS!!!

  3. Perseu Filho Reply

    Mas o Instituto Curitiba de Saúde não é só dirigido por José Lupion Neto. Se o problema é administrativo-financeiro, quem sabe me dizer quem é o Diretor Administrativo financeiro do ICS, e qual a responsabilidade desta pessoa na situação?

  4. RAIMUNDO FUENTES Reply

    NÃO É NOVIDADE PROBLEMAS COM O ICS……
    DESDE 1997 COM UMA JAPONEZINHA QUE USAVA CHAPÉU….OS PROBLEMAS SÓ CRESCERAM…..E COMO CRESCERAM….SE MULTIPLICARAM….AFORA OUTRA TRÁGICA PASSAGEM…..QUE HOJE ESTA OU ESTARIA EM BRASILIA…..LUPION ERROU EM ACEITAR ESSA BOMBA!!!!!!

    RF.-

  5. José Marcelo Reply

    Será um factóide político? Por que isso só veio a tona em época de eleição??? Só o tempo dirá!!! Aguardem cenas dos próximos capitulos….

Comente