Uncategorized

Aroldo Murá lança “Vozes do Paraná”

Quando começou a escrever para a revista Ideias perfis de personalidades paranaenses, em 2004, o jornalista Aroldo Murá G.Haygert não tinha plano de transformar o trabalho, sob o título de “Imago”, na coleção de livros que no próximo dia 17, terça-feira, será lançada no terceiro volume, no Shopping Crystal.

A coleção consolidou-se. Há políticos nesse Vozes 3, como Luciano Ducci, Orlando Pessuti e João Elísio Ferraz de Campos. São olhados não sob a ótica das urnas, mas sobretudo por suas peculiaridades humanas.

VOZES DO PARANÁ
O livro, com noite de lançamento em benefício do Centro de Educação João Paulo II, capitaneado por Belmiro e Elizabeth Castor,revela uma fauna humana preciosíssima, como Luiz Geraldo Mazza, à beira dos 80 anos de vida, 60 de jornalismo. Aroldo o classifica de “imprescindível” e ”
indispensável”; Dario Bortolini, o irmão Dario, presidente das mantenedoras da PUCPR e de outras obras maristas, é “o executivo do
Senhor”; Moema Viezzer, educadora ambiental com obra acatadíssima, é a ex-freira que alargou sua visão de salvação do mundo, indo à luta pela ecologia; Cícero de Andrade Urban, cirurgião oncológico e bioeticista, é o
paranaense que tem livro editado na Itália, em italiano, e circula com desenvoltura em sociedades de mastologia, como a de Nova York; Ibrahim Faiad é o vencedor que, quando criança, ao lado de José Richa, vendia
guloseimas para aumentar a renda familiar. Foi o grande restaurador da Coopavel.

O livro contempla tipos humanos raros, nem sempre conhecidos do grande público, como: Antônio Carlos da Costa Coelho, Jean Carlos Selleti, Edmilson Fabbri, Hélio Puglielli, Lylian Vargas, Oksana Boruszenko, padre
Patrick McGillicuddy, Edmilson Fabbri.

WILSON MARTINS
O derradeiro crítico literário, Wilson Martins, deu a Aroldo Murá a sua última entrevista, em novembro de 2009. Faz uma ampla abordagem de seu tema preferido, a literatura e incursiona pelas raízes do Paraná; padre
Patrick é único, com sua obra de recuperação de jovens de rua, marginalizados, aos quais abriga e oferece formação universitária; Oksana
é a especialista em imigrações, curitibana adotiva, redatora da Enciclopédia da Ucrânia.
Recomenda-se Vozes do Paraná 3.

Comente