Uncategorized

Osmar foi a grande decepção do debate
da Band

O senador Osmar Dias, do PDT, foi a grande decepção do primeiro debate televisivo entre os candidatos ao governo do Paraná promovido pela Band. Um encontro marcado por regras rígidas e imobilizado pela participação de cinco candidatos nanicos.

Levado por alianças exóticas a defender programas do governo Lula, que considerava assistencialistas, e a elogiar Roberto Requião, que o acusou de enriquecimento ilícito em 2006, Osmar estava pouco à vontade, passou uma imagem rancorosa (pediu cinco direitos de resposta sem ter sido citado. Nenhum foi concedido) e apelou com freqüência para a demagogia ao proclamar uma defesa apaixonada dos programas sociais de Lula e Requião.

A única proposta objetiva que apresentou foi a de combater a epidemia de crack. Uma epidemia que representa um atestado do fracasso das políticas de saúde e segurança pública de seus novos aliados, que co-mandaram o governo federal e o estadual nos últimos oito anos.

No debate da Band, Beto Richa, do PSDB, mostrou-se seguro e afiado. Ousou falar abertamente da privatização Banestado, cavalo de batalha do adversário. A privatização, lembrou, se tornou indispensável porque o banco estava falido. Provocava um sangramento nas finanças do Paraná, depois que aliados de Osmar, como Requião, arruinaram o Banestado com empréstimos políticos que nunca eram pagos.

O banco só não quebrava por ser socorrido diariamente por aportes do Banco Central através do crédito interbancário. Lembrou que um dos nomes respeitáveis na campanha de Osmar, Reinhold Stephanes, assumiu a presidência do Banestado em 1999 com a missão de sanear o banco para privatizá-lo. Stephanes é um dos políticos que o senador costuma elogiar publicamente sempre que pode. Além de se defender de estocadas indiretas do adversário bilioso Beto foi o único dos 7 candidatos a expor um consistente programa de governo.

Beto afirmou ainda que se sente confortável com seus aliados e que não precisa se envergonhar de nada do que fez nem das companhias que tem na campanha. Prometeu levar para o Paraná inteiro os progra-mas que deram certo em Curitiba.

Constrangedora a obrigação de Osmar Dias de defender seus novos aliados, Requião, de quem foi adversário em 2006 e Lula e suas bolsas que o senador combatia e considerava responsáveis pela criação de uma geração de preguiçosos (“As pessoas, nas praças públicas, acham que não precisam trabalhar, porque recebem a Bolsa Família. Essa geração, que está sendo criada sem ver os pais trabalhar, vai se acostumar a não trabalhar tam-bém”), deixou o candidato pedetista constrangido e provocou momentos de humor involuntário.

Ao justificar porque Requião não cumpriu a Emenda 29, que obriga a aplicação de 12% do Orçamento em saúde, argumentou que o ex-inimigo na verdade cumpriu a determinação constitucional, porque contabilizou como investimento de saúde obras diversas e até a distribuição do leite. E tal inclusão seria correta, segundo Osmar, porque o leite de Requião é um “leite vitaminado”.

A condição de aliado do PT (partido ligado ao MST e que comanda um governo acusado de financiar ilegalmente invasões, suspeita investigada por uma CPMI que levou a assinatura do próprio Osmar) provocou outros constrangimentos para o senador. Indagado pelo candidato do Partido Comunista, Amadeu Felipe, sobre o estabelecimento de módulos fundiários de no máximo 1.000 hectares (Osmar possui uma fazenda, a Lagoa da Prata, no Tocantins, com 8.325 hectares, que teria sido adquirida de forma irregular segundo denúncia de Requião em 2006), Osmar tergiversou sobre o caráter relativo do que é uma grande propriedade no Brasil.

25 Comentários

  1. Porém, a partir de agora com a assessoria
    pessoal de seu futuro secretário de Estado
    Doatico Santos, Osmar vai mostrar a que veio.
    Osmar e Doatico, a dupla do barulho.

  2. ELE NÃO FOI UMA DECEPÇÃO FABIO,!!! ELE É UMA DECEPÇÃO….. “O OCO” CADA VEZ MAIS OCO,

  3. antonio francisco da silva Responder

    foi o debate mais reba que já assisti(não conseguir ir até o fim) pois foi preparado justamente para blindar o Beto Richa dos questionamentos do senador Osmar Dias.a band anunciou um elefante e exibiu apenas um comondongo

  4. PERGUNTAS QUE NÃO QUEREM CALAR … DE EX-SERVIDORES DA SECRETARIA DA AGRICULTURA:
    1. osmar poderia esclarecer o que aconteceu com os
    recursos daquele convênio com o governo da ITALIA???
    2. a agressão de osmar ao consultor jurídico da Secretaria,
    o Servidor Dr. Ra….., teria sido motivado pelo fato do
    mesmo se opor a ilegalidades propostas pelo Secretário???

  5. Qual mesmo foi o cartório em que o Betonoquio assinou um compromisso com seus eleitores de que não abandonaria o mandato de prefeito?

  6. Bom foi o Beto tentando explicar a privatização do Banestado no melhor dos modelitos Jaime Lerner! Menos, minha gente, o povo não é besta como vocês pensam! Aquilo foi horrível…

  7. Discordo de voce Campana, o OSMAR foi o que se saiu melhor no Debate da TV Bandeirantes, o mais preparado, o que conhece melhor o nosso Estado do Parana, o mais Confiavel. Ja o Beto falou do que fez como prefeito e disse que ira levar tudo para isso para o Estado, so que ele nao falou em Projetos, Propostas, o Beto apenas Prometeu e politico que Promete o Povo nao leva a Serio NAO! isso sem falar do Banestado, da Sanepar, da Copel e dos Pedagios.

  8. Carlos Robertson Responder

    E vamos falar sério Cmapana, mas nem você acredita que o Osmar permitiria invasões, que ele apóia o MST, etc… É a mesma conversinha do metrô que seu candidato faz há 500 anos. Vamos parar com a hipocrisia porque o nível dos frequentadores do seu blog é maior do que isso. Chega de papo furado. Se não tem o que escrever espere notícia nova. Puxa-saco.

  9. Carlos Robertson Responder

    Sobre a tal fazenda, por que o candidato do senhor não traz fatos concretos, provas e denuncia publicamente o senador. Vocês ficam fazendo rodeio, querendo deixar no ar que isso e aquilo. Sejam homens e denunciem. Não sejam ratos que ficam se escondendo atrás de discursos vazios.

  10. Este Osmar, maldita hora que foram busca lo como professor em Bandeirantes na escola de Agronomia, e deram a presidencia da Cafe do Parana para ele pelo governador Jose Richa. Encheram a bola deste idiota e hoje quer postar como candidato a Governador. E# um traidor, fala mal de todo mundo e uma vergonha para nos termos ele como candidato.

  11. Nossa blogueiro. Que textão para provar o improvável. Beto é despreparado meeeeesmmmmmoooooooo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  12. Pelo jeito a mesma doença que infectou o Ex-governador já contaminou o Sr. Osmar.
    E pra esta doença não tem remédio!!!

  13. Interessante… Sobre o apresentador do debate, que foi garoto-propaganda da Prefeitura no início do ano, ninguém fala…

  14. Prezado Campana,

    Quero aproveitar o espaço para comentar a cobertura pré-debate que ouvi ontem na Band News.

    Eu moro em Ponta Grossa e ontem, por volta das 21:00h, sintonizei a rádio voltando do aeroporto Afonso Pena.

    Fiquei estarrecido.

    Nunca tinha ouvido tanta besteira sair em tão pouco tempo da boca de algumas moças (não devem ser jornalistas) tão despreparadas para ocupar um espaço relevante.

    Comentários beirando a infantilidade, humor chulo, brincadeiras de mau gosto, construções linguísticas patéticas.
    Pareciam um bando de patricinhas alienadas tentando falar de política num salão de beleza. Verdadeiro horror.

    Para fazer o que elas tentaram, é preciso ter categoria (a Ruth Bolognese faz isso muito bem). A linha que separa o humor refinado da palhaçada idiota é tênue e derrubou aquela meninada.
    Na minha opinião (desculpem-me os que assim não entendem) foi um baita ponto negativo para a emissora.

    Meu ouvido não é latrina.

    Os ouvintes foram nivelados por baixo.

    Da minha parte, não sintonizo mais.

  15. Se o Osmar quer mesmo combater a epidemia de crack, ele que fale com o seu padrinho Lula, para cancelar o empréstimo que o BNDES quer dar ao Evo Morales para asfaltar e duplicar a TRANSCOCALERA. Isso mesmo, para quem não sabe a TRANSCOCALERA é uma rodovia moderníssima que está sendo financiada pelo BNDS/BR com o dinheiro do contribuinte brasileiro e somente servirá para agilizar o escoamento da COCAÍNA produzida na Bolívia, para o Brasil, onde causa violência, mortes, vícios, destruição de famílias, e toda essa desgraceira que todos estamos cansados de ver. Isso está sendo financiado pelo GOVERNO LULA/BNDS e agora,com o apoio dos seus aliados, inclusive o OSMAR. Portanto é balela essa estória de combater epidemia de crack, quando estão incentivando a plantação, escoamento e tráfico.

  16. Além de ter se saído muito pior no debate osmar vai perder a eleição por causa do efeito-lula e do efeito-requião, de que lugar daquela cabeça bicolorida o senador tirou a idéia que lula iria agregar votos:? e que requião, que o chamou de ladrão em 2006 éra uma boa companhia?

  17. Osmar Dias Governador do Estado do Paraná!
    Preparado, experiente, sem dúvida a melhor opção para o Estado.

    O Beto Inri Christo Richa, que fica o tempo todo falando do “meu pai”, mostra-se cada vez mais inseguro, imaturo, falta para ele bagagem, estofo.
    Jesus apaga a luz!!!!

    E, cá pra nós Fabio, o José Richa deve estar se revirando no túmulo a essa hora, ao ver o filho ao lado dessa corja de depredadores do patrinônio público, de usurpadores do Poder, lamentável!!!

  18. este debate nao deu a oportunidade do osmar fazer suas perguntas direto para o beto mais pode ter certeza que a hora vai chegar ai quero ver ele explicar a venda do banestado ,explicar seus aliados jaime lerner alceni guerra etc…. com certeza dia3 vai dar osmar e 12 12 12 12 12 12 12

  19. O Osmar-MST já viu tudo. O ibope não era confiável. o datafolha também não? caia na real senador, volte para sua fazenda e trate de governa-la.

  20. Carmen Lúcia Izquierdo Responder

    Osmar foi muito bem no debate, você está longe de saber fazer uma análise imparcial da política paranaense.

  21. Afinal de contas, o Beto acha que privatizar o Banestado, ou entregá-lo para o Itaú foi uma coisa boa ou ruim? Porque, inicialmente ele disse que foi uma coisa ótima e que estava de consciência tranquila. Depois no final, quis transferir o ônus da culpa para um deputado do PDT e para o então presidente do Banco, Reinold Stephanes.
    Se decida Beto, sendo Governador, vai valorizar o patrimônio pùblico (para realmente ter uma consciência tranquila) ou vai entregá-lo ao capital privado e depois transferir a culpa para alguèm?

Comente