Uncategorized

Gleisi recebe plataforma de propostas da CUT

Em evento organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), a candidata ao Senado Gleisi Hoffmann (PT) recebeu a Plataforma Democrática da Classe Trabalhadora. O Ato de Entrega Pública aconteceu na tarde desta terça-feira (31), contando com a presença de Roberto Requião, que também concorre a uma vaga ao Senado Federal, além de outros candidatos da coligação “A União Faz Um Novo Amanhã”.

O documento apresenta 31 reivindicações divididas em três eixos: Valorização do trabalho; Igualdade, distribuição de renda e inclusão social; Estado democrático com caráter público e participação ativa da sociedade. Lançada oficialmente no dia 1º de maio, a Plataforma da CUT para as Eleições 2010 é resultado de um ciclo de debates e reflexões, iniciado em 2005, para a elaboração de uma estratégia mais articulada da CUT no enfrentamento dos grandes temas nacionais e do seu posicionamento diante da sociedade.

Gleisi Hoffmann destacou que o governo Lula teve boa relação com os sindicatos, conseguindo avançar em muitas questões, entretanto, não resolveu todos os problemas. Ela se colocou à disposição para fazer a interlocução com os movimentos sociais para o país crescer com valorização do trabalho, igualdade, inclusão e participação social. “Estarei pronta para fazer o diálogo entre essas entidades e o Governo para que tenhamos uma sociedade mais justa. Tenho discutido muito sobre o piso regional e as 40 horas. O Senado é um espaço de fortalecimento do Estado e eu quero ajudar na luta dos trabalhadores”, destacou.

Para Gleisi, a contribuição dos movimentos sociais é fundamental para o Brasil avançar. “O presidente Lula, por exemplo, veio da luta e base sindical. E, em seu governo teve grandes dificuldades, pois teve a coragem de provocar mudanças profundas na estrutura social do País. O Governo Lula assumiu o compromisso de mudar e cumpriu. Agora precisamos avançar”, disse.

A candidata citou avanços da política econômica do presidente Lula, que conseguiu tirar 32 milhões de brasileiros da linha de pobreza e vai entregar o governo com 15 milhões de empregos gerados. “Queremos um Brasil de classe média para que pessoas tenham renda emprego e possam consumir”.

Gleisi também destacou a importância da participação feminina nos movimentos sociais, pois elas conhecem bem as dificuldades enfrentadas para conciliar trabalho com as responsabilidades familiares. “Precisamos de políticas públicas que atendam às necessidades das mulheres que deixam seus filhos para trabalhar. A ampliação do número de creches, por exemplo, é fundamental”, avalia.

2 Comentários

  1. Gleisi na Cabeça Responder

    Pesquisa dos deputados estaduais mais votados em Curitiba por Coligaçao:
    Chapão de Beto Richa: Mauro Moraes
    Chapão de Osmar Dias: Luiz Carlos Matins
    Paraná Mais Forte: Lindolfo Junior
    PSC: Reginaldo Araujo

Comente