Uncategorized

PT estuda tirar aborto de programa para estancar queda de Dilma entre religiosos

Do Uol

Acuado pela perda de votos de evangélicos na reta final do primeiro turno, o PT ensaia deixar de lado a defesa programática da descriminalização do aborto e já planeja retirar a proposta do programa do partido, aprovado em congresso.

A medida deve ser discutida em reunião da Executiva do PT, como forma de responder aos rumores contra a candidata à Presidência, Dilma Rousseff, apontados como o principal motivo para o crescimento de Marina Silva (PV), contrária à legalização do aborto, e a consequente ida da disputa presidencial ao segundo turno.

O primeiro contra-ataque partiu do secretário de Comunicação do PT, André Vargas. “O Brasil verdadeiramente cristão não votará em quem introduziu a pílula do dia seguinte, que na prática estimula milhões de abortos: Serra”, disse em seu Twitter.

A pílula do dia seguinte é um dos métodos contraceptivos criticado pela Igreja Católica e distribuída pelo Ministério de Saúde. Diferentemente do que Vargas sugere, sua adoção foi decidida antes de o tucano José Serra, rival de Dilma no segundo turno, ser titular da pasta.

O secretário de Comunicação do PT defende ainda o isolamento da ala do partido pró-legalização. “Agora é hora de envolver mais dirigentes na campanha. Foi um erro ser pautado internamente por algumas feministas. Eu e outros fomos contra”.

Um dos coordenadores da campanha de Dilma, José Eduardo Cardozo, reconhece que a resolução do PT, pró-descriminalização do aborto, não é unânime no partido e não é a posição de Dilma.

Antes de ser candidata, Dilma defendia abertamente a descriminalização da prática –o fez, por exemplo, em sabatina na Folha em 2007 e em entrevista em 2009 à revista “Marie Claire”.
Depois, ao longo da campanha, disse que pessoalmente era contra a proposta. Hoje, diz que repassará a discussão ao Congresso.

O tema se tornou tão incômodo que ontem, ao “Jornal Nacional”, Dilma o citou mesmo sem ter sido questionada (ela teve um minuto e meio para “dar uma mensagem aos eleitores”).

“Eu tenho uma proposta de valores. Um princípio nosso de valorizar a vida em todas as suas dimensões”.

A senadora eleita Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirmou que a defesa da descriminalização do aborto pode até ser defendida por algumas alas do partido, mas pode “custar a Presidência da República”.

Já o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), puxador de votos evangélicos, disse que chegou a perder votos porque defendia Dilma, que “erroneamente” era associada a afirmações anticristãs.

Além do PT, o PMDB também defende uma ação para combater a associação de Dilma ao tema aborto, que virou onda de e-mails e comentários em meios religiosos.

Os peemedebistas querem que a candidata divulgue, enfim, um programa de governo deixando claro ser contra a legalização.

Ontem, Dilma reconheceu que a campanha percebeu muito tarde a onda associando seu nome ao tema do aborto e a uma fala, que ela não disse, de que nem Jesus Cristo tiraria dela a vitória.

Sobre a presença do presidente Lula na campanha, Dilma não precisou seu papel. “O presidente Lula a gente não pode falar em dose, ele não é o remédio é solução”, disse.

30 Comentários

  1. CÉLIO RIBEIRO-SENGÉS PARANÁ Responder

    NEM VEM QUE NAO TEM, AGORA JA SABEMOS AS VERDADEIROS INTENÇOES DESSA SENHORA NAO MUITO RECATADA. O POVO CRISTAO SABERA DEFENDER AS FAMILIAS PARANAENSES.

  2. Pilula do Dia Seguinte Responder

    Quem instituiu o mais sofisticado sistema abortivo precoce no Brasil – a pilula do dia seguinte – que é um processo abortivo – foi José Serra em 1999 quando Ministro da Saúde.

  3. Hoje ouvi uma entrevista na CBN com o André Vargas, onde o cidadão afirmou que, embora a descriminalização do aborto esteja no programa do PT, Dilma é contra a descriminalização.

    Conversando com meus colegas de travalho, eles me mostraram este vídeo, onde Dilma afirma o contrário.
    http://www.youtube.com/watch?v=TdjN9Lk67Io

    Eu acho que cada pessoa pode pensar como quiser, é seu direito.
    O que não é direito é esse sr. Vargas mentir à população como se fôssemos um bando de idiotas.

    Se são a favor que assumam.

  4. Ser ou não ser !?
    A questão entre os religiosos não é apenas do sobre o ABORTO, além dele está também a posição dos PETISTAS sobre o CASAMENTO GAY.
    Eis as questões !!!!

  5. SYLVIO SEBASTIANI Responder

    Esse tipo de politicos que os brasileiros precisam expurgar, extinguir. Afirmam sua posição, quando contestado, mudam para
    de palavra.Isso é mentir ao povo, ludibriar as pessoas.

  6. A DILMA MENTINDO NOVAMENTE ASSIM COMO SEU PAI MOLUSCO.

    ESSE PT É SÓ MENTIRAS.

    CHEGA DE PT!
    FORA DILMA !

    ESTAMOS COM SERRA 45 !!!!

  7. QUEREMOS DILMA PRESIDENTE Responder

    Dilma Presidente do Brasil

    Sou evangélica e sei o quanto essa conversa é mentirosa, Dilma é competente e desperta o medo nos poderosos.

    Fora José Serra!

  8. Só habia uma chace de derrotar Dilma. Seria colocar Marina em segundo turno. Mas não, vortaram no Serra. Agora vão ter de engolir Dilma. Viva Mariiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiina em 2014.

  9. os paranaenses que ajudou a salvar o paraná ajundem a salvar o brasil. vote josé serra.

  10. Aborto… Farc… MST… Mensalão… Erenice Guerra… José Dirceu… Fraudes… Assaltos a banco e sequestros na juventude… Cuba/Fidel Castro… Chaves/Venezuela… Requião e caterva… tudo isso está associado a QUEM????
    Não é isso que queremos mandando no Brasil. ABAIXO A DILMA.

  11. Assisti ao vídeo acima. Fiquei horrorizado. E pensar que é tudo VERDADE. É extremamente triste. Já era a favor do SERRA.
    Agora sou radicalmente contra a DILMA.

  12. Nunca antes na história desse país o povo evangélico foi olhado, inteiresseiramente, por tudo que representa. Esta eleição mudou isso, a tal ponto que a Candidata Dilma se “converteu nestes ultimos dias” e que nosso Presidente é “cristão desde criancinha” .
    Apesar de forte Pressão a CNBB, diversos Bispos no Brasil continuam pedindo a todos seus parocos a NÃO VOTAR NA DILMA. Importante segmentos evangélicos ( quase 90% deles)
    continuam a declarar NÃO VOTEM NA DILMA. Para esclarecer
    – A PERGUNTA É SIMPLES?
    QUAL FOI O PARTIDO QUE DELINEOU, ORGANIZOU E APRESENTOU O PROJETO DA LEGALIZAÇÃO DA INIQUIDADE (PNDH3) COM O AVAL EXPLICITO, MATERIAL E FINANCEIRO
    DO PRESIDENTE LULA? – PT. (ALGUMA DUVIDA?)…
    Agora o PT com maioria no Senado e na Câmara Federal, só o Presidente pode vetar este Plano.
    QUAL PRESIDENTE VC VAI ESCOLHER? É SIMPLES.

  13. Lá vai a dilmentira e a corja de vagabundos do pt dizer agora que a idiota é contra o aborto só pra ganhar votos. Fico imanginando o vargas contando outra mentira pra enganar a população.

  14. Parreiras Rodrigues Responder

    A pílula do dia seguinte é para impedir uma gravidez acidental, ô André Ilário Vargas.

    Dilma presidente lança o projeto: Em cada quarteirão, um cemitério de anjinhos.

    Aquelas covas rasas, enfeitadas por uma cruz feita de balaústres.

  15. Porque em vez de ficar tentando curar uma ferida, que já está em estado de terminio. Eles não começam a falar sobre as milhares de crianças que estão nas instituições de abrigo, esperando uma familia para adotar. Seria uma proposta mais viável para a população. Existe meninos e meninas de 0 a 18 anos esperando para ser adotado. Acorda meu povo.

  16. Quanta Hipocrisia, hein. Porque a nossa mídia não pergunta qual é a posição do Sr. Serra sobre o aborto? Porque a nossa mídia não diz ao povo brasileiro que o unico projeto de legalização do aborto é do Sr Serra?

    Serra é o único candidato que já assinou medidas para fazer ABORTOS no SUS, quando ministro da saúde.

  17. Deixem de ser hipócritas.

    O único candidato a presidente nestas eleições que já assinou medidas para fazer abortos foi José Serra (PSDB), quando foi Ministro da Saúde, em 1998.

    Ele assinou norma técnica para o SUS (Sistema Único de Saúde), ordenando regras para fazer abortos previstos em lei, até o 5º mês de gravidez.

  18. Aos ignorantes que fazem comentários idiotas:

    Voces ficam indignados quando dizem ser contra o aborto? Quantas da filhinhas de papai que vem aqui já não fizeram um abortinho escondido e bem pago em clinicas particulares. Bem discretamente para que nem seus parentes soubessem, enquanto as pobres desse país tem que abortar com uma agulha em locais sem as minimas condições de saúde.
    Que Sus faça esses abortos gratuitamente, pois é um caso de vigilancia sanitária. Eu não compatuo com as posiçoes neoliberais do Sr Serra, mas nesse caso concordo plenamente quando ele apresentou o projeto sobre o aborto. Agora ele que deixe de ser covarde e confirme que quando ministro da Sáude apresentou esse projeto sim. E voces aí deixem de ser hipocritas.

  19. Tarde demais, quem acredita agora. É só ganhar a eleição e aprovam a mortandade de inocentes.O aborto só pode ser pensado em risco de vida e estupro e nada além disso. Nas escolas se trabalha muito contra gravidez precoce e não pensada, de nada adianta, só aumentam os índices de adolescentes grávidas. Por outro lado, chegamos a ter em escola até 9 crianças, todas irmãs e filhas de pais diferentes. Tal abuso da maternidade irresponsável gera seres humanos com baixo auto estima e problemáticos, difíceis de aceitar orientações baseadas em valores morais e atitudes sociais de respeito à própria vida e a de outrem. São situações como essa que premem pela urgência do cumprimento da lei que instituiu no Estado do Paraná a presença de psicólogos nas escolas públicas.

  20. erça-feira, 5 de outubro de 2010
    Dutra: Questão do aborto nunca esteve no programa de governo de Dilma

    Veículos de comunicação divulgaram nesta terça-feira (5) notícias equivocadas afirmando que o Partido dos Trabalhadores “estuda tirar o tema do aborto do programa de governo de Dilma Rousseff”. O presidente do PT e coordenador nacional da campanha, José Eduardo Dutra, disse em entrevista na tarde de hoje que essa informação não tem qualquer fundamento: “A questão de aborto nunca esteve no programa de governo da Dilma, portanto não faz sentido você dizer que vai retirar uma coisa que não existiu”.

    Dutra explicou que Dilma tem exposto claramente sua posição em relação ao tema. “Ela é pessoalmente contra o aborto e não vai propor nenhuma modificação na legislação relativa a isso.”

    Segundo o presidente do PT, o Estado brasileiro tem que prestar assistência às mulheres. Dados do Ministério da Saúde revelam que, no ano passado, cerca de 200 mil mulheres precisaram fazer curetagem de emergência após um procedimento de aborto.

    Por meio do Ministério da Saúde, o governo defende uma política para evitar práticas abortivas, como a distribuição de métodos contraceptivos. O Sistema Único de Saúde (SUS) trabalha para preservar a vida das vítimas. No ano passado, o governo investiu R$ 35 milhões nessas políticas e, em 2010, prevê o gasto de R$ 50 milhões.

  21. SÓ FALTA ELA FALAR EM LINGUA , O RESTO ESTA SE ENCAIXANDO
    JA TIROU O ABORTO E ESPEREM MAIS UM POUCO QUE VAI FAZER MILAGRE DO CÉU.
    PORQUE ESTA ESCRITO QUE O INIMIGO FAZ CAIR FOGO DO CÉU E SE PSSIVEL ENGANARÁ A MUITOS .

  22. LEGALIZAR O ABORTO, NÃO É OBRIGAR A REALIZAR. FAZ QUEM QUISER. HOJE NO BRASIL, EXISTEM MILHÕES DE CLINÍCAS CLANDESTINAS QUE FAZEM ISSO, POR ISSO INDEPENDENTEMENTE DE LEGALIZAR OU NÃO, A PESSOA QUE QUER FAZER ISSO VAI FAZER,DE QUALQUER FORMA.
    E A LEGALIZAÇÃO É IMPORTANTE NOS CASOS DE ANENCEFALIA, ESTUPROS ….. ONDE AS MÃES PASSAM TODAS POR UM TRANSTORNO PSICOLÓGICO DE SABER QUE VAI CARREGAR EM SEU VENTRE UMA CRIANÇA POR 9 MESES, E QUE PROVAVELMENTE IRÁ NASCER MORTA.

  23. CARLOS SPILLERE Responder

    A TURMA DO PT MAIS UMA VEZ QUER ENGANAR OS ELEITORES. QUANTAS VEZES VÃO MUDAR DE OPINIÃO E DE ESTRATÉGIA? TIRAR O ABORTO DO PROGRAMA DE GOVERNO É TENTAR ENGANAR O ELEITOR. É UM TIRO NO PÉ. CERTAMENTE AS ENTIDADES RELIGIOSAS IGREJAS ATENTARÃO PARA MAIS ESTA MANOBRA ELEITOREIRA ESEUS FIÉIS SABERÃO DAR O TROCO!

  24. O Ronaldo, vc mesmo que escreveu as baboseiras aí de cima:
    aqui não tem hipócrita não, é que nem todos são como vc que aceita a negação da vida feita através do aborto. nem todos são covardes como a DILMA, a qual já deve ter feito muitos… a julgar pela defesa enfática desse tema. Não adianta querer desdizer o que ela já disse: ela é a favor do aborto sim e, de minha parte, ela não terá o meu voto e ainda vou fazer campanha contra ela. VIVA A VIDA.

Comente