Uncategorized

Guilherme Leal diz que não sobe no palanque de Dilma nem de Serra

Vice de Marina Silva afirmou que conduta não faz parte de seus planos

Daiene Cardoso, da Agência Estado

O empresário Guilherme Leal, que foi vice da chapa de Marina Silva (PV) à sucessão presidencial, disse nesta quarta-feira, 6, que ele não cogita a possibilidade de subir nos palanques de Dilma Rousseff (PT) ou de José Serra (PSDB) no segundo turno das eleições.

“Eu acho isso absolutamente pouco provável. Isso não faz parte dos meus planos, em absoluto”, disse o empresário, após reunião com colaboradores da campanha da candidata do PV.

Saindo de férias após a campanha ao Palácio do Planalto, Leal, que é um dos controladores da Natura, defendeu que se continue trabalhando com as propostas da candidatura do PV, ressaltando que o projeto teve o apoio de cerca de 20 milhões de eleitores. “A candidatura de Marina Silva nasceu como uma preocupação com um projeto de País, e não de poder”, afirmou.

Leal não revelou se pretende continuar na vida política ou se voltará à administração da sua empresa. Perguntado, disse apenas que “continuará a trabalhar por esse País”. “Eu tenho uma vontade muito grande de participar de processos que construam um País melhor para todos nós”, ressaltou.

O empresário avaliou ainda que as discussões feitas na reunião hoje foram “muito ricas” e destacou que a preocupação do grupo é sobre de como tomar uma posição que corresponda aos anseios do eleitorado do PV.

Leal não manifestou claramente sua posição sobre a atitude da sigla no segundo turno, mas defendeu que o eleitor é “dono do seu voto”. “Seria muito arrogante de nossa parte se nós invertêssemos ou deixássemos de assumir essa posição”, afirmou.

9 Comentários

  1. antonio carlos Reply

    O dono da Natura não precisa subir no palanque de ninguém, ele só precisa assinar os cheques. Do resto a gente cuida. ACarlos

  2. TONHÃO 2012 Reply

    Será que a natura vive sem clientes, eem consequencia sem eleitores. Sequerouvir um conselho, decida pelo SERRA que ceertamente será o vencedor.Ou entrega os clientes tucanos para outro concorrente. Melhor mesmo é ficar com o certo SERRA 45

  3. Achei a posição dele correta, ele tem um partido, tem uma ideologia e um pensamento politico diverso do apresentado pela Dilma e pelo Serra, pq mudaria de opinião e de lado agora??
    O problema no Brasil é que não temos um partido forte, nem políticos com posicionamento firme e duradouro, como ocorre em muitos outros países, onde vc vota no partido e em uma ideologia.

  4. J&P, em que pais vc vive exatamente? na suiça?
    “alguém convidou esse insignificante para subir em palanque?”
    como assim alguém convidou?
    os jornais não falam outra coisa se não os apelos para que o PV suba num palanque ou outro…
    e outra, insignificante ou não, a marina fez a campanha, mas o sr. Guilherme é quem pagou a conta. e acho q parece um semi Deus (com maiuscula mesmo). ergueu diante de si uma empresa bilionária que não é voltada apenas para si própria, mas para o desenvolvimento sustentável.

    Em contrapartida, eu gostaria de saber o que os senhores J&B e Conceição fizeram ou fazem em seu dia a dia por um Brasil sustentável…

  5. È um dos empresários de maior sucesso no Brasil. Serra e Dilma são âmbos pequenos pra ele. Nesses dois palanques também não subiria estivesse em seu lugar….

Comente