Uncategorized

Paulo Bernardo contesta o ‘Financial Times’

Da Folha.com

O ministro Paulo Bernardo (Planejamento) criticou o editorial do jornal britânico “Financial Times”, que defende a eleição de José Serra (PSDB) como melhor escolha para o Brasil.

Ele disse estranhar que uma publicação estrangeira “se meta a fazer esse tipo de avaliação” e afirmou que o “imperialismo britânico acabou”.

No editorial, publicado na edição desta terça-feira, o jornal afirma que, embora Dilma e Serra tenham perfis parecidos, a eleição do tucano diminuiria a influência de Lula no próximo governo. Comparou o papel do petista em eventual governo de Dilma como “presidência paralela” exercida pelo primeiro-ministro Vladimir Putin na Rússia.

“Se a gente for se pautar por um jornal britânico é o fim da picada. Nós fomos colônia da Inglaterra nos anos mil oitocentos e qualquer coisa. O imperialismo britânico acabou há muito tempo”, disse.

Licenciado do ministério para se dedicar à campanha petista no Sul, Paulo Bernardo afirmou em encontro com prefeitos catarinenses na segunda que a eleição de Dilma representa a continuidade do governo Lula.

40 Comentários

  1. Atanagildo da Rosa Pinto Responder

    Este cara mostra exatamente a SOBERBA DO PT. Eles não admitem critica. São perfeitos. Além de quererem amordaçar a Imprensa brasileira, também sonham em censurar o estrangeiro. E, o pior, aquela velha catilinária de que a culpa é sempre de outros. A teoria da conspiração. EUA, Inglaterra são culpados de tudo. Esquecem da própria incompetencia,sem esquecer das quadrilhas que abundam no PT. Isto afirmado pelo STF que até nominou um chefe de quadrilha o Sr José Dirceu. Isto sem esquecer, da acusação do ex-governador Requião, hoje aliado, a qual caiu no vazio. Ficou o dito por não dito.

  2. Atanagildo da Rosa Pinto Responder

    Quando que nós fomos colonia inglesa Cara pálida???. Eles querem mudar a História. Eita ministgro inculto e burro. É bom ele se calar senão tira voto da Gleisi.

  3. Joao Batista de Almeida Responder

    É isto ai Paulo Bernardo chega o reio neste estrangeiros metido a besta que vem se intrometer no Brasil, seja firme como o Lula de um chega pra lá neste gringo, estes palhaço só tinhan vez na época de FHC/SERRA. e de-lhe DILMA 13.

  4. Eis o espírito “democrático” do petismo – não admite contrariedade.

    O Financial Times somente apontou o óbvio – Lula quer eleger seu poste Dilma para ficar atrás tomando suas doses, dando seus palpites, e depois de “descansar” de tanto trabalho na presidência voltar para mais um período de proselitismo aéreo pelo mundo afora.

    O petismo – não pode sair do “óbvio lulante” – porque quando faz alopra, como Paulo Bernardo.

  5. Nós nunca fomos colonia britanica como disse o letrado ministro… e a impressa é livre para informar e declarar a sua posição em relação aos fatos… pelo menos no mundo livre .. que não parece ser a praia do PT.

  6. Depois nao querem serem chamados de populistas! Em qual contexto os comentarios deste senhor se encaixam? Ate’ onde sei o Financial Times nao tem vinculo algum com o governo Britanico. E’ um jornal independente sediado na capital financeira da Europa. Tem o direito de avaliar o que na opiniao deles e’ melhor ou pior para a economia de qualquer nacao. O que isto tem a ver com “imperialismo britanico”? Francamente!

  7. O FINANCIAL TIME QUE SE CUIDE, SENÃO VÃO CENSURAR TBM. LIBERDADE DE IMPRENSA NÃO É COM O PT

  8. Para quem já aceitou quitar dívidas de guerra a troco de iô iô e espelinho com mulher semi nua no verso, pode aceitar também pitaco de inglês na escolha do futuro presidente.

  9. É do planejamento? Planeja pedir um direito de resposta ao jornal. E prova que eles estão errados.

  10. Como fica agora o dinheiro que Paulo Bernardo e Requiao, falaram la mais ou menos 340 milhoes de reais, os dois estao calados, naO SE AGREDIRAM NA CAMPANHA, DEVEM TER SE ACERTADO, E EU E A MINHA CURIOLA AQUI EMBAIXO QUEREMOS SABER, PORQUE BOLADA DE REQUIAO E PAULO BERNARDO E MUITO FORTE

  11. O PAULO BERNARDO DEVERIA SE PREOCUPAR EM TRABALHAR, E COMO SEGUNDO PLANOCUIDAR DOS CHIFRES. SE METER EM SENSURAR UM PAÍS ESTRANGEIRO. FAÇA-ME O FAVOR SR DO CHIFRE…

  12. Vigilante do Portão Responder

    Nos EUA os jornais TOMAM PARTIDO e dizem isso.

    No brasil, embora tenham candidato, os jornais FINGEM uma NEUTRALIDADE.

  13. Seu Paulo: dona Dilma já ganhou. Resta-nos o consolo de termos material lúdico por pelo menos mais quatro anos. Já pensou que sem graça ia ser com o Serra? Afinal, íamos falar o quê? Brasileiro não tá acostumado com estadista e muito menos com governo sério. Queremos é rir!

  14. Este PAULO BERNARDO é uma piada. Quando a imprensa fala bem do supremo apedeuta aí tá tudo bem é imprensa livre e consciente, quando apresenta uma crítica, por menor que seja, é colonialismo. Vai trabalhar vagabundo! Se é que um dia este aí trabalhou neste governo.

  15. Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) marcham até o Palácio dos Bandeirantes, região do Morumbi, zona oeste de São Paulo, em protesto por mais moradias. Segundo a Polícia Militar (PM), cerca de 500 pessoas participam do ato. Há policiamento no local e o protesto é pacífico , Estranho cada a contrução de 1 milhão de casas do PROJETO DO LULLA E DILMENTIRA MINHA CASA MINHA VIDA?????????

  16. Caçador Mensaleiro Responder

    O gasto com cartão de crédito corporativo no governo ta tão vergonhoso que os extratos nem aparecem mais. Esse cara ai passou da hora tambem, mafioso todo….

  17. O MINISTRO DEVERIA FICAR CALADO PORQUE ESTAMOS A BEIRA DE TER UMA GOVERNANTE INCOMPETENTE E SEM PROJETO, O BRASIL DEU CERTO ATÉ AGORA PORQUE O PRESIDENTE DO BRASIL SE CHAMA MEIRELES DO BANCO CENTRAL E QUE FEZ A POLITICA DO FERNANDO HENRIQUE PREVALECER NESTES OITO ANOS, O PT NÃO TEM PROJETO E MUITO MENOS CAPACIDEDE PARA TANTO.

  18. É o fim da picada mesmo. Este ministrozinho, que só é ministro pq foi o único que sobrou do time do Zé Dirceu, do grupo do sindicalismo bancário no governo.
    Quando o Chaves diz que a Dilma é a melhor pra presidir o Brasil, PODE! O Evo Morales (pra que confiscaram os nossos investimentos na Bolivia) tbém pode opinar. Já o Fanacial Times, respeitado na comunidade internacional, não pode?
    PB, por que não te calas? Ou então explica as denuncias feitas pelo ReYquião

  19. Esse *** viaja o Brasil inteiro para fazer Po-li-ti-ca Partidária utilizando CARTÃO CORPORATIVO nas viagens, ou seja, nós ou trouxas trabalhadores estamos pagando seu transporte aéreo suas hospedagens e sua alimentação, seu vinho importado de R$ 5.000,00 a garrafa. Acha que tem competência para dizer o que quer igual ao nazista do Lula.

  20. Se a matéria falasse do governo Lula, ele estaria batendo palmas como, aliás, em outras épocas – quando o governo tinha ‘o cara’.
    Agora que aos olhos do mundo a coisa não anda tão boa assim, sempre que sai uma matéria não favorável, dizem que é coisa de imperialista. Esse filme é velho e o enredo é comédia…

  21. Parreiras Rodrigues Responder

    Melhor uma tutela de gente inteligente, educada, culta, livre, que de los índios cocaleros.

    Sr. Paulo Bernardo, faça-me o favor. Diga pro treinador que tá mijado e peça prá sair do campo.

  22. Rasa Pereira (Cajuru) Responder

    O PT faz lembrar o slogan de Henri Ford; (Você pode escolher qualquer modelo e cor ford, desde que ele seja o modelo T e na cor preta).
    Slogan do PT ? “Não existe problema com a imprensa, desde que ela fale bem do Partido e do Presidente”; Qualquer um que fale, escreva ou faça os dois, vira inimigo imediatamente.
    A única coisa que merece elogio e a habilidade que a petezada tem de encobrir fatos e a roubalheira do governo.

  23. Bernardo..fala sério, não atrapalha a bonita carreira da Gleisi. vai durmir, deixa a Gleise tabalhar, esse PT que vc defende tá na UTI.
    se liga, vc pode ser dono de metade, se vc se expor perde tudo.

  24. Eleitor decepcionado Responder

    Não entendo como o Paulo Bernardo, assim como o tal Henrique Pizzolatto, aquele que desviou verbas do governo e quando o ferro pegou pediu aposentaria e se escondeu, conseguem cargos tão importantes, se no Banco do Brasil, quando funcionarios, não conseguiam subir na carreira por que não tinham competencia…

  25. Intrigante embaixada do Brasil em Tuvalu

    Para espanto do corpo diplomático acreditado em Brasília, a combalida política externa do país, sob a responsabilidade do cineasta Celso Amorim, animou o Presidente Luiz Inácio da Silva a criar a embaixada do Brasil em Tuvalu, mais especificamente na capital Funafuti, conforme o Decreto 7.197 de 02 de junho de 2010.

    Aos idiotizados brasileiros, submetidos à máquina estatal de comunicação do Palácio do Planalto, temos que admitir que o Itamaraty está na expectativa estratégica do desenvolvimento populacional de Tuvalu superar a marca do mercado de 20 mil consumidores para, após alugar uma oca para sua representação, construir a sede da embaixada a beira-mar do longínquo país.

    Mr. Da Silva já deve festejar mais um “grande feito” da sua diplomacia e governo, equiparável ao pífio resultado de mediador na questão nuclear do Irã, à indefesa dos presos políticos cubanos, à libertação da iraniana apedrejada, ao boicote às eleições livres em Honduras, às magnanimidades com a Bolívia, Paraguai e outros países, e aos 25 milhões de dólares doados à autoridade palestina para reconstruir Gaza.

    Quem sabe o Ministério da Defesa indicará um oficial superior da Marinha para inaugurar a adidância em Tuvalu, o Ministro Chefe do Gabinete Institucional locará um oficial de inteligência em Funafuti e o Banco do Brasil instalará a sua primeira agência na Polinésia.

    É difícil entender os motivos que levaram à criação de uma embaixada do Brasil no fim do mundo. Quem deve saber é o Departamento de Estado ou o Vaticano, a CIA, o MI6, a ABIN ou outro serviço de inteligência. O teomaníaco Hugo Chávez ou os irmãos Castro especialistas em Ilha poderiam descobrir as razões do tirocínio geopolítico que levou o Comandante-em-Chefe-das Forças Armadas do Brasil a querer projetar poder diplomático no pálido atol do Pacífico.

    Há que se saber! Tuvalu é um paraiso fiscal? Em caso afirmativo, será mais um dos paraísos à disposição da afortunada família Da Silva e dos muitos “cumpanhêros” de jornada do governo mais corrupto da história deste país. (OI/Brasil acima de tudo)

  26. JOSÉ SERRA É MELHOR SIMMM Responder

    HOOO PT, seu chefe, o Ditador Lula da Silva, este que vem interferindo loucamente na eleição Presidêncial, querendo enfiar este lixo no rabo dos brasileiros, não tem mania de se “se meter” em questões ,internacionais que não lhe dizem respeito?

    Agora, quando é pra levar pau vocês reclamam, quendo elogio vocês fazem matéria nos meios de comunicações não é?

    PT, o câncer do Brasil.

    JOSÉ SERRA É O MELHOR PARA O BRASIL, TODOS SABEM. DILMA NÃO É NINGUEM, É UMA FARÇA, UMA CÂNDIDATA VIRTUAL, DESPREPARADA, DESQUALAIFICADA, INVENTADA POR LULA.

    BRASILEIROS, ACORDEM. JOSÉ SERRA – NELES

  27. Ufáááááaáá
    Até que enfim, alguem de peso lá fora enxerga e reconhece
    que essa gangue do PT e uma TRAGÉDIAAAAAAAA

  28. Pergunta:
    Onde esse senhor enfiou sua honra depois de ter se acasalado,digo coligado, com o sujeito que o chamou de ladrão em rede estadual de tv?

  29. CAÇADOR DE PETISTAS Responder

    O MEU QUERIDO PARANÁ.

    QUE PENA QUE OS DEMAIS ESTADOS DO BRASIL NÃO PENSAM COMO OS PARANAENSES. É LAMENTÁVEL POIS, AQUI LULA E DIMENTIRA NÃO ENGANAM NINGUEM.

    FORA QUADRILHA DO PT.

    JOSÉ SERRA NELES

  30. O que o PT sabem bem é vender uma imagem falsa e mentirosa: E agora o ‘Financial Times’, também não presta para o PT, porque diz a verdade…. kkkkk. Estão acabando com a Petrobrás não sabem o que é capitalizar uma empresa, 14,2 Bi acho que é um prejuizo grande, a não ser que isso para Dilma não é nada… imagine se ela der as cartas então. Que kaca que fizeram com a Petrobrás hennn, agora que comprou ações a 40,00 que era o valor de mercado faz o que dna Dirma.. como pode né. Foi um ótimo negócio para os gringos né… Parabéns….

    Valor de mercado da Petrobras cai US$ 14,2 bi após capitalização
    28 de outubro de 2010 • 10h33 • atualizado 11h51comentarios
    390
    Noticia

    O valor de mercado da Petrobras em dólares caiu 18% desde a capitalização até o fechamento da última quarta-feira. Segundo estudo divulgado pela consultoria Economatica nesta quinta-feira, a estatal chegou a valer US$ 225,6 bilhões quando foi emitido o lote complementar de ações em 4 de outubro e encerrou o pregão da véspera com US$ 211,4 bilhões, uma queda de US$ 14,2 bilhões, ou 18% do total de US$ 78,6 bilhões que entraram na Petrobras com a emissão de ações.

    No entanto, este não é o menor patamar atingido pela petrolífera após a capitalização. Em 22 de outubro, o custo para comprar todas as ações da companhia alcançou US$ 196,9 bilhões, o que significava uma perda de 36,4% ou US$ 28,7 bilhões do crescimento com a operação, de acordo com a Economatica. Desde o ponto mais baixo até a quarta-feira a Petrobras recuperou US$ 14,5 bilhões. O valor de mercado é calculado pela multiplicação do número de ações pelo preço delas em determinado momento.

    Operação que se arrastou por meses e pesou sobre o valor das ações da empresa no mercado neste ano, a capitalização da Petrobras foi a maior já realizada no mundo, garantindo recursos para a exploração do pré-sal e assumindo um lugar central no mercado financeiro global. Até então, a maior capitalização da história havia sido a da japonesa NTT, que movimentou US$ 36,8 bilhões em 1987.

  31. E daí … será que vão contestar o PAPA tbm………..

    Bento XVI afirmou que católicos devem ‘usar o próprio voto para a promoção do bem comum’
    Em reunião em Roma na manhã desta quinta-feira, 28, o papa Bento XVI conclamou um grupo de bispos brasileiros a orientar politicamente fiéis católicos. Sem citar especificamente as eleições de domingo, o papa reforçou a posição da Igreja a respeito do aborto e recomendou a defesa de símbolos religiosos em ambientes públicos. “Quando projetos políticos contemplam aberta ou veladamente a descriminalização do aborto, os pastores devem lembrar os cidadãos o direito de usar o próprio voto para a promoção do bem comum”

Comente