Uncategorized

Serra diz que enfrentou batalha desigual

Do Uol

O segundo colocado nas pesquisas de intenção de voto na corrida presidencial, José Serra (PSDB), votou por volta das 11h30 neste domingo, no colégio Santa Cruz, no bairro Alto de Pinheiros, Zona Oeste da capital paulista. O tucano defendeu a alternância de poder e disse que enfrentou uma disputa desigual nestas eleições.

“Se a motivação houve para o nosso empenho nessa batalha, uma batalha desigual, o fundamental foi a esperança e a confiança das pessoas”, disse o presidenciável.

O tucano estava acompanhado da filha, Verônica Serra e dos netos, da mulher Mônica Serra e dos aliados Geraldo Alckmin (PSDB), governador eleito em São Paulo, e do atual governador, Alberto Goldman (PSDB), do prefeito Gilberto Kassab (DEM) e correligionários. Serra foi recebido com aplausos.

Depois de votar, Serra concedeu entrevista coletiva onde disse estar otimista e reforçou propostas apresentadas em sua campanha, em especial, as relacionadas à educação.

“Essa campanha me tornou mais otimista em relação ao Brasil. Vamos aguardar a decisão dos brasileiros”, disse Serra.

Em seguida, o tucano afirmou: “Agora o povo está falando em todo o Brasil, a beleza da democracia, e talvez hoje mesmo a beleza da alternância do poder”.

Hoje pela manhã, o tucano fez um apelo aos eleitores que viajaram no feriado. “Se alguém está na praia, faça um sacrifício, venha votar, perca algumas horas do seu feriadão e ganhe um feliz ano novo!”, postou ele no Twitter.

10 Comentários

  1. Batalha desigual? O Serra estava com a Globo, CBN, Folha, Estadão, Veja, Época, etc… Tava bem desigual, só que para o lado dele!

  2. Parreiras Rodrigues Responder

    Eleitor desde 61. nunca vi um presidente se portar tão ilegalmente numa eleição como esse ai de vocês, que simplesmente debocha das instituições. Também pudera, é ele quem indica ministros das altas cortes. Dai que ele os atrela, manieta, coopta, coloca na gaveta, coisa assim. Coisa feia, preocupante e safada.

  3. É A CAMPANHA DO TOSTAO CONTRA O MILHAO MESMO.
    ELE TEM RAZÃO. A MAQUINA ESMAGANDO USANDO TODOS OS ORGÃOS OFICIAIS E RIOS DE DINHEIRO JOGADOS
    PAGANDO TUDO ATÉ CACHE P ARTISTAS PARA DIZER QUE APOIA DILMA.
    MAS, NO JAPAO CHINA E OUTROS PAISES SERRA GANHOU DE GOLEADA DA DILMONIO.LA ELES NAO DEPENDEM DO BOLSA FAMILIA IGUAL AQUI.
    PESQUISAS DO IBOBE BOCA DE URNA DEU VANTAGEM GRANDE DE SERRA .
    VAMOS VER O FINAL.

  4. Quem comenta sobre os gastos de Serra é por que não leu sobre o metrô de São Paula. Quanto se a batalha foi desigual, Claro, até o papa pediu voto para ele. Seria justa se ele fosse o vencedor. Serra é um perdedor inconformado.

  5. Ressumindo o comentários dos serrista acima digo: Eleição desigual é porque do lado do SERRA só ouvia mentiras, calúnia e promessa impossível de cumprir, o Serra era do BEM e a Dilma na visão de sua propaganda eleitoral era do MAL(ignorância, imbecilidade e maldade pura), para o Brasil pregava alternancia de poder mas em São Paulo o maior colegio eleitoral do País a continuidade do poder. O SERRA era do BEM até entrar na campanha de Presidente depois virou mentiroso caluniador, chantagista até o ponto de uma bolinha de papel levá-lo a tirar radiografia da cabeça em fim praticou todos os atos de um perdedor de eleições,

Comente