Uncategorized

A disputa pelo cargo de ministro da Cultura

O deputado paranaense Angelo Vanhoni, o jornalista Fernando Morais e até o ministro das Relações Exteriores estariam no páreo


Da Folhapress

Do ator José de Abreu ao atual ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, passando pelo de­­putado federal paranaense Angelo Vanhoni (PT), são vários os supostos candidatos a ministro da Cultura no governo da presidente eleita Dilma Rousseff.

Ainda que o posto não seja fundamental no jogo político a esta altura, a eleição de Dilma foi suficiente para que se iniciassem as especulações.

Na lista de possíveis futuros co­­mandantes do Ministério da Cultura (MinC), há nomes de intelectuais ligados ao PT, entre eles os de Emir Sader e Marilena Chauí. Sader articulou o encontro que deu origem ao abaixo-assinado de artistas e intelectuais a favor da candidata do atual governo.

O evento, além de chamar a atenção para Sader, teria reduzido as possibilidades de Juca Ferreira, o atual ministro, continuar no posto. É que o ato foi amparado pela campanha de Dilma, e não pelo MinC, que teria tido dificuldades para unir nomes da cultura, em decorrência dos conflitos gerados pelos projetos de alteração da Lei Rouanet e dos direitos autorais.

Ferreira, que rompeu com o PV para apoiar Dilma, não teria, atualmente, força política para permanecer no MinC. Dentre os atuais ministros do governo Lula, destaca-se a figura de Celso Amorim, que, nos anos 70, presidiu a Embrafilme, estatal que produzia e distribuía filmes nacionais. Ele também é pai do cineasta Vicente Amorim, diretor de O Caminho das Nuvens.

Nos quadros do PMDB, têm sido citados o escritor e jornalista Fernando Morais; o prefeito da cidade de Ouro Preto (MG), Ângelo Oswaldo, e Marcos Vilaça, atual presidente da Academia Brasileira de Letras. Também estariam no páreo a senadora Ideli Salvatti (PT-SC), Angelo Vanhoni e a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ). Na ala dos artistas, José de Abreu, que recepcionou Dilma no debate da Rede Globo e estava presente em seu discurso após a eleição, é tido, dentro do PT, como alguém com algum prestígio. O músico e compositor mineiro Wagner Tiso também estaria na disputa.

13 Comentários

  1. ANGELO VAINHONI MINISTRO DA CULTURA? MEU DEUS, AGORA O BRASIL ATINGE TRES DÍGITOS NO IDH!!! COM QUE FORMAÇÃO? ISSO E MUITO MAIS SE ESPERA DO PT!. MINISTRO DE CULTURA É UMA ATRIBUIÇÃO PARA ALGUÉM COM COMPETENCIA, FORMAÇÃO, E EXPERIENCIA. BOM O QUE FALAR SE A DILMA NÃO TEM ISSO E FOI ELEITA PRESEDENTE!!!

  2. Não ser;a o Vanhoni, pois o Paraná terá muitos ministros: O Osmar na Agricultura, o Pessuti da Copa, o Paulo Bernardo no Planejamento, a Marcia Lopes no Des. Social e o Samek, mais o sogro do Andr;e Oassos em Itaipu.

  3. Vanhoni no Ministério da Cultura? Não acredito! isso não passa de expeculação. Não sejamos cegos, pois a nova presidente não pode oferecer tantos cargos aos paranaenses, ainda mais pra um Estado que pouco contribuiu pra sua eleição. Pessuti quer o ministério da Copa, Osmar a agricultura, Samek a Itaipu binacional, Vanhoni a Pasta da Cultura, e por aí vai. acredito que tanto Fernando Morais como José de Abreu seriam uma boa opção para o cargo.

  4. Parreiras Rodrigues Responder

    Lembro dum caso contado por Sebastião Nery num dos seus Folclore Político Brasileiro: Um puxa-saco do recém eleito presidente ficou decepcionado quando o compadre não o incluiu no novo ministério. Reclamou e ouviu a resposta: Fale prá todos que eu o convidei mas você recusou.

  5. Gente, acho que os responsaveis pelo comentarios acima definitivamente nao conhecem o dep. Angelo Vanhoni…Uma pena!!!

  6. Pela formação e bagagem, o jornalista Ângelo Oswaldo, prefeito de Ouro Preto, ex-secretário de Estado de Cultura de Minas Gerais é o mais preparado para assumir o Ministério da Cultura

  7. Acho que estamos aquem da nossa cultura no pais, dizer que cultura e para intelectual acho que não tem muitos que podem ser um bom ministro da cultura. Afonso solano um bom nome não que dizer que seja intelectual mais carismatico sim.
    devemos pensar primeiro na educação do povo para ai sim mostrar a cultura de um povo que quer ler e escrever para não serem logrados em todos os sentido.
    espero que não só intelectural mais tecnico e um bom administrador.

  8. Acredito que a maioria das pessoas ao usar de deboche para falar da pessoa do deputado Angelo Vanhoni, nao sabem realmente o minimo que ele fez pela Cultura do Parana, e esta fazendo atualmente presidindo a Comissao de Educaçao e Cultura, na Camara.

  9. Idélio Martins Responder

    Esta aí do Angelo Oswaldo, não o mínimo de expressão esta pessoa. O que sabe fazer bem, além de belos discursos, é dar xiliques diários até por causa de tlefonemas que recebe de orelhões de Ouro Preto. Nem consulta a fonte, sai metralhando sem olhar. Atualmnte tem poucos amigos e má referência na região. É só conferir

Comente