Uncategorized

É sucesso tática do MEC para desmoralizar Enem

Do Josias de Souza

É de impressionar o zelo e o custo com que o Ministério da Educação exerce a incompetência ao gerir o Enem.

Convocada, a rapaziada compareceu a mais uma rodada do exame. Uma parte saiu da prova com uma questão irresolvida.

Coisa de múltipla escolha:

Letra A: O MEC faz muito mal todo o bem que faz aos estudantes.

Letra B: O MEC faz muito bem todo o mal que faz aos estudantes.

Letra C: Todas as alternativas alteriores.

A encrenca concentrou-se no sábado (6). A prova trazia questões repetidas. Faltavam-lhe outras questões.

Na folha de teste, a sequência de perguntas era uma. No cartão de respostas, outra. Um espanto!

A encrenca ganhou a web. Tornou-se assunto instantâneo das redes sociais. O MEC foi ao incêndio munido de gasolina.

A equipe do ministro Fernando Haddad (Educação) pendurou no twitter da pasta uma nota ameaçadora e deseducada:

“Alunos que já ‘dançaram’ no Enem tentam tumultuar com msgs nas redes sociais. Estão sendo monitorados e acompanhados. Inep pode processá-los”.

A fogueira subiu. E o time do Inep desceu ao twitter. Dessa vez, munido de uma seringa de água:

“Acompanhamento do twitter: monitoramento do Inep diz respeito a quem dizia utilizar celular durante a prova, e não aos comentários na rede”.

Em entrevista, o presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), Joaquim José Soares Neto, soou satisfeito.

Para ele, o Enem-2010 foi “um sucesso”. Como assim? “É um processo complexo e, portanto, passível de falhas. Se houve equívocos, vamos apurá-los”.

O “sucesso” foi tamanho que a OAB aconselhou às felizes vítimas que batam à porta do Ministério Público.

Como parte do êxito, o mandachuva do Inep informou que vai ao ar, na quarta (10), formulário virtual para a requisição de alunos que quiserem reordenar suas respostas.

De resto, o professor Soares Neto disse que pode ser oferecida aos felizardos a oportunidade de uma nova prova, a ser aplicada em dezembro.

No início de 2009, o ministro Haddad anunciara uma bela novidade: o MEC ofereceria à estudantada a oportunidade de prestar dois exames por ano.

Com isso, seria reduzida a TPV (Tensão Pré-Vestibular). Era lorota marqueteira. As provas do ENEM foram furtadas, vazadas e adiadas.

Em 2010, nada de dois exames. O “sucesso” veio de uma única vez. Meses antes, o Inep já havia cavalgado outro lance esquisito.

Descobriu-se que os dados pessoais de 12 milhões de estudantes, que o instituto deveria guardar em segredo, estavam ao alcance de um clique de mouse.

Na ocasião, o professor Soares Neto demonstrara o mesmo desapreço à autocrítica: o vazamento “não afeta de forma alguma a credibilidade do Inep”.

De fato, nada parece afetar a “credibilidade” do MEC. Ali, a incompetência é exercida, por vezes, com a máxima competência.

19 Comentários

  1. O quê no Governo PTISTA não é DESMORALIZAÇÃO ???

    Essa é a “comPTência” do PT no governo.

    Ministro HADDAD ´TRI reincidente.

    FORA PETEZADA

  2. Silvio Antonio Biazotto Responder

    Enem – É realmente impressionante quando se vai forcenecer documento ao herário brasileiro; tamanha a falta de informação que o mesmo não saber nem a quantidade e o tipo de documento a pedir. E vai pedindo, em doses homeopáicas de horror gastando tempo e dinehiro que forçam o cutribuinte a se empenhar. È sim uma tremenda falta de respeito com os novos contribuintes que sustentaram toda a corja de mafiosos ( os politicos), em um futuro próximo. Errarem em uma organização de ordem do que vem primeiro ou o que vem depois. Sem falar que os fiscais mal sabia realmente o que dizer , tamanha foi tanta as baboseiras ditas por eles ( testemunhas nã falta), causando sim uma caos entre os participante do Enem.
    Muito feio a fata de respeito, com a educação do pais, merece uma boas palamdas, está mulecagem !!!
    Por Silvio Antonio Biazotto

  3. Deste episódio, marcante na sua imcomPTêcia, o que mais me assustou foi a tal nota!!!! Ameaçadora, estúpida, boçal. Quem viveu a repressão escuta apavorado palavras como – “estão sendo monitorados!” – O Brasil precisa ficar alerta contra o retrocesso social que essa gente promove.

  4. Só existe uma medida para acabar com essa incompetência dos aloprados petistas no poder – A RESPONSABILIZAÇÃO ADMINISTRATIVA, CIVIL E CRIMINAL, ESSA SE HOUVER, dos implicados, desde o Ministro.

    Medidas como anulação, entrevistas (essa agora na Globo, do Ministro Haddad, foi de um descaramento inadmissível aos 3 milhões de estudantes prejudicados), reportagens, etc é tudo balela – RESPONSABILIZAÇÃO na forma da lei – essa é a palavra e a ação necessária.

  5. QUEM SERÁ QUE ERROU DESTA VEZ? FOI O PORTEIRO DA GRAFICA OU ESTE MINISTRO INCOPETENTE QUE DEVERIA TER SAIDO NA OUTRA PROVA QUE FOI UM VEXAME.

  6. Fábio, esperar o quê desta corja de energúmenos acomodados num governo acéfalo, cujos princípios morais e éticos são ignorados e onde só “vale vem a mim e vosso reino nada”?

  7. E o Lula-lá disse ter sido um “sucesso total” (sic).
    Se bem que o que o Lula e o Tiririca falam, não tem muita diferença.
    A credibilidade é a mesma (e o estudo também).

  8. O ensino superior virou instrumento de manobra política, para proporcionar o populismo em prol do governo.
    Se continuar desse jeito, o Governo vai conseguir estragar as Universidades públicas, e daqui 10 ou 20 anos, irão conseguir os melhores empregos quem se formar em POSITIVO e PUCs da vida.

  9. O PiG (*) está em pânico diante da bem sucedida batalha de que o Ministro Fernando Haddad desfechou para derrubar a senzala.

    Viva o Enem! Viva a Educação para todos!

    A Elite perdendo espaço….

  10. O PiG está em pânico diante da bem sucedida batalha de que o Ministro Fernando Haddad desfechou para derrubar a senzala.

    Viva o Enem! Viva a Educação para todos!

    A Elite perdendo espaço….

  11. Alguém mais instruído ja teve a curiosidade de examinar a provinha desse tal de enem? Acabei de dar uma olhadinha na parte de matemática. Coisa mais ridícula. Só perguntinhas sobre porcentagens, volumes e áreas básicas. Coisa que um curso primário bem feito (até 4ª série) é mais que o suficiente.

    Que conhecimente isso mede para o 2º grau? Uma universidade decente teria vergonha de usar isso como balizamento para seus futuros universitários.

  12. O Enem seria uma excelente maneira de se avaliar as escolas , alunos e professores …mas virou piada nacional.
    Como poderá se avaliar com tantas falhas nos ultimos anos, gosto de ouvir o governo falando que foi um sucesso … para quem???
    Quanto a nota ameaçadora um sinal de que acham que podem tudo , totalitarismo de stalin rondando.

  13. capão da imbuia Responder

    Muitos aqui estão mal informados, o ENEM é sucesso total, as principais faculdades e universidades já aderiram ao projeto ENEM.
    Prestem atenção…a globo tem uma das maiores gráficas e perdeu a concorrência para imprimir os cadernos de provas (o custo é bem alto) e agora está tentando desmoralizar o concurso. Vamos resistir, em tempos passados ela tentou roubar a eleição do Brizola. O ENEM é a salvação dos menos favorecidos de entrarem nas universidade e melhorar o Brasil. Vamos defender esse projeto.
    Aqui não tem PT não tem nada, vamos tirar o ranso da eleição passada aquele candidato da elite era bem fraquinho por isso perdeu.

  14. joão carlos sorcesse Responder

    Não sei porque um erro de gráfica pode desqualificar o ENEM, simples faça-se novas provas a quem se sentiu prejudicado.
    O ENEM está batendo na porta da industria que corria muito e faturava muito, a industria do ensino pago. Embora que eu não concorde com o valor da taxa de inscrição do ENEM. sou adepto.
    O ENEM não é bem visto por muitos grupos financeiros, aliás a abertura das faculdades e a criação de novas faculdades federais e escolas técnicas abafaram certas ganancias de poderosos do Brasil.

    As vezes as coisas acontecem para todos refletirem e pensarem.

    João carlos

Comente