Uncategorized

Entre três pedetistas

Por Josianne Ritz do Blog Política em Debate

O Diretório Nacional do PDT está de reunião marcada para amanhã, em Brasília. O objetivo é definir o nome que indicará para um ministério no governo de Dilma Rousseff. Os principais cotados para pleitear a vaga são o atual ministro do Trabalho, Carlos Lupi, o candidato derrotado ao governo do Paraná, senador Osmar Dias e o presidente estadual do PDT em São Paulo, deputado federal Paulo Pereira da Silva, mais conhecido como Paulinho da Força. Em tempo. O ministério destinado ao PDT será um da área social, o que deixa de fora a Agricultura, cobiçado por Osmar Dias. É esperar para ver.

6 Comentários

  1. OSMAR E LOURES DESEMPREGADOS Responder

    O OSMAR JÁ ERA…. O PT USOU SUA CANDIDATURA PARA TER UM PALANQUE, PROMETEU MINISTÉRIO E NÃO VAI ENTREGAR…QUEM VAI GANHAR É O LUPI QUE IRÁ COBRAR ESSA FATURA PRA ELE NO TIPO “O DILMA FUI EU QUE ENGANEI E CONVENCI O OSMAR”. O PIOR QUE O URTIGÃO NÃO PODE NEM RECLAMAR VISTO QUE NÃO FOI POR FALTA DE VISITA DO LULA NA CAMPANHA QUE ELE NÃO GANHOU… PORÉM AQUELE CHORO NO COMÍCIO FOI DE LASCAR…

  2. Pelo jeito do andar da carruagem, só vão ser ministros a turma do tal blocão e os pestistas, quem não for pestista ou estiver no blocão, vai ficar olhando, mas do balcão. ACarlos

  3. O JÁ QUASE ex SENADOR, OSMAR “indeciso” DIAS, PROVA O QUANTO É ZERO A ESQUERDA EM MATÉRIA DE POLÍTICA. APESAR DE MOSTRAR SEMPRE, O QUE ELE É REALMENTE NA POLÍTICA: “um laranja”. É SÓ RELEMBRAR AS CORES QUE ELE USOU EM SUA CAMPANHA DERROTADA. ESSE JÁ ERA, JÁ FOI E NÃO SERÁ MAIS NADA!!!

  4. FIM DOS...MAR DIAS Responder

    É O PREÇO QUE OSMAR TEM QUE PAGAR POR SE ALIAR COM TRÁIRA, SE NÃO TIVESSE COLADO COM REQUIÃO E PT COM CERTEZA VENCERIA ELEIÇÃO…, DEU A ELEIÇÃO DE MÃO BEIJADA PARA O BETO RICHA.
    AGORA OSMAR DIAS TEM UM CURRICULUN VITAE, NAS MÃOS DO PT…, QUEM DIRIA!! COM FIM DE UM MANDATO GARANTIDO PARA SENADOR E COM A DE GOVERNADOR…, CASO NÃO TIVESSE CAIDO NA LABIA DO REX…, ESTE É O FIM DE TODOS QUE NÃO TEM VISÃO DO FUTURO.

Comente