Uncategorized

Estudantes municipais no estádio da Copa 2014

Esta terça-feira (23) foi diferente para 41 crianças que participam do contraturno da Unidade de Educação Integral da Escola Araucária, no Bairro Alto.

Os estudantes conheceram a Arena da Baixada, estádio que vai receber jogos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. A visita faz parte do projeto “Criança, saúde e ação”, uma parceria entre as secretarias municipais da Educação e da Saúde.

“Nunca tinha visitado um estádio antes. Gostei bastante de tudo”, disse o estudante Montoya Pires Pirroti, de 7 anos. As crianças passaram pelas cadeiras nas arquibancadas, camarotes, pelo vestiário, sala de massagem, de aquecimento, onde os jogadores dão entrevistas após as partidas e na entrada do gramado por onde os atletas passam.

As crianças, de 7 a 13 anos, aproveitaram muito a visita. Letícia da Silva, 10, era a única menina entre os garotos. Torcedora do Paraná Clube, Letícia já conhecia o estádio do Coritiba e disse que não sente diferença em jogar com meninos ou meninas. “Gosto de jogar futebol. Minha irmã é goleira e também quero ser jogadora”, disse Letícia. Ao contrário da irmã, ela prefere marcar gols. “Ela joga melhor que eu”, contou Mário Batista Moreira Neto, 10.

O projeto

As crianças participam de uma escolinha de futebol de areia, às terças e quintas-feiras, das 10h às 11h30. A visita na Arena foi uma forma de comemorar um ano que o projeto está completando. Além da escolinha de futebol, o projeto também trata da saúde dos estudantes.

“O objetivo do projeto não é apenas o futebol, isso é um meio apenas. A intenção é passar valores para as crianças, como o respeito, solidariedade e cidadania”, disse o educador físico Jean Fabrizio Cavilha, que idealizou o projeto.

Além das aulas de futebol, os estudantes têm avaliações de saúde e são acompanhados por uma farmacêutica, fisioterapeuta e nutricionista. A equipe faz parte do Núcleo de Apoio e Atenção Primária à Saúde do Boa Vista. As crianças recebem orientações de saúde bucal, higiene corporal, educação sexual e saúde familiar.

Jean Fabrizio Cavilha explicou que a visita na Arena foi para as crianças vivenciarem como é um ambiente de esportes profissional. A coordenadora do contraturno da Unidade de Educação Integral da Escola Araucária, Adinda Luisa Lass, afirmou que ao todo crianças de cinco escolas, entre municipais e estaduais, participam do projeto.

“Depois que as atividades começaram as crianças ficaram bem mais motivadas, eles amam futebol. Agora não faltam mais as aulas e houve uma melhora no comportamento delas”, disse.

10 Comentários

  1. Isso é lavagem cerebral rubronegra de crianças, caso não sejam levadas ao Couto Pereira do verdão, também………

  2. Idade em que o tempo demora passar,nao chega a hora do lanche dobrinquedo as aulas os anosdo idade dos raros momentos de felicidade e se passaram dias eo tempo voara se passara rapido e a gente olharapra tras e dira bons momentos foi minha infancia,aproveitem crianças

  3. Rasa (Agora no bairro alto) Responder

    É…o mais perto que chegarão do estádio… para a Copa. só desembolsando perto de 500 reais….

  4. Concordo com o Borduna. Coitada das crianças. Passeio a ser denunciado aos direitos humanos da ONU.

  5. Tínhamos o Pinheirão!!
    Agora temos o Pessutão!!
    o mais novo estádio público do Paraná!!

  6. Silvio Antonio Biazotto Responder

    Os coitadinhos das cidades metropolitans que sustam boa parte da riqueza de curitiba de q … Heim… demagogia… uma aluno de cada escola das cidades metropolitanas,,,,

  7. MEU PROFESSOR DIZIA Responder

    Há muito tempo, um sábio Prefessor já dizia aos alunos em sala de aula.

    “Enquanto os brasileiros valorizarem mais que a educação, o futebol, carnaval e samba, este pais não irá pra frente”.

  8. oswaldo oliveira Responder

    é o único jeito de estarem perto de algo que faz referência a copa do mundo, pois com o preço dos ingressos só assim mesmo ou pela televisão e viva a farra com o dinheiro de todos nós vamos pagar pra elite assistir a copa ao vivo
    dinheiro de troxa festa de malandros

  9. Joaquim Botelho Pinto Responder

    Foram conhecer o cuspidão da prefeitura municipal de Curitiba? Então já podem dizer que “participaram da copa”. Da copa do sacana do metrália, do ricardo teixeira (mas fede), da rede para bobo ver de televisão, do pessutão (o veterinário do reiquejão), das empreiteiras amigas do poder, da politicaiada safada que já está faturando alto, etc, etc…
    Enquanto isto, somos assaltados, nossos jovens consomem toda porcaria de drogas, não temo onde morar e onde estudar, a saúde pública é uma vergonha, etc, etc…

  10. ESTÁDIO CONSTRUIDO COM DINHEIRO PÚBLICO, GRAÇAS A ALGUNS GOVERNANTES QUE JÁ PASSARAM E TERMINADO COM DUCCI, E PESSUTI, VERGONHA, NUNCA MAIS SE ELEGEM PARA NADA.

Comente