Uncategorized

A fúria de Requião

Josianne Ritz do Política em Debate

O ex-governador e senador reeleito Roberto Requião (PMDB) ficou furioso com a aprovação, pela Assembleia Legislativa, do projeto do seu sucessor, governador Orlando Pessuti (PMDB), que abriu a possibilidade da Copel firmar sociedades com grupos privados na condição de sócia minoritária.

Requião ficou ainda mais irritado pelo fato da mudança ter sido aprovada com o apoio da maioria da bancada do PMDB, seu partido. “A minha decepção com o comportamento da bancada do PMDB no caso Copel foi terrivel. O partido precisa ser restruturado”, comentou ontem, em seu twitter.


Requião, porém, rebateu as afirmações da equipe de transição do governador eleito, Beto Richa (PSDB), que apontou rombo de R$ 1,5 bilhão nas contas do Estado para 2011. “Pessuti não foi responsável no governo. A equipe do Beto, no entanto, procura desculpas absurdas para não cumprir promessas”, afirmou. Pessuti marcou para hoje uma entrevista coletiva com a equipe de transição do atual governo para rebater alguns pontos colocados pela equipe de Beto Richa (PSDB).

25 Comentários

  1. Reginaldo Cesar Pinheiro Responder

    Eu estou em dúvidas se o Troféu “Óleo de Peroba” vai para o Requião ou para o Pessuti.

  2. REQUIÃO TEM DE EXPLICA A SUA PESSÍMA ADMINISTRAÇÃO QUE LEVOU CAOS AO ESTADO, HOSPITAIS QUE NÃO FUNCIONAM, SEGURANÇA O CAOS, PARANAPREVIDENCIA QUEBRADO, COHAPAR QUEBRADA, EDUCAÇÃO CAOS, CASOS DE CORRUPÇÃO POR TODO LADO. EMPRESA DE SECRETARIO DANDO ACESSORIA NA CONSTRUÇÃO HOSPITAIS. EXPLICA REQUIÃO.

  3. A fúria aumenta os índices de PSA, segundo recentes pesquisas, e encurta o caminho para o cemitério…

  4. A política neste país é uma piada, quem tá saindo do poder jura que as contas do Estado estão em dia, daqui a 4 ou 8 anos a equipe do Beto estará saindo do poder também jurando que as contas estarão em dia. Essas acusações só acontece quando entra um partido de oposição, porque quando é da mesma quadrilha não se fala no assunto. Seja qual for o político ou partido é a mesma conversa.

  5. A tv educativa locando equipamentos de companheiros do Marcos Batista ,contratos sem licitacao,caches pagos ate para fornecedores ,super salarios em seu gabinete (2 funcionarios da codapar recebendo 600.ooo por ano)o pior que o tal presidente esta pensando em continuar no posto no governo Beto Richa.
    Vamos esperar para ver……..

  6. E agora, Requião?
    Sozinho no escuro
    qual bicho-do-mato,
    sem teogonia,
    sem parede nua
    para se encostar,
    sem cavalo preto
    que fuja a galope,
    você marcha, Requião !
    Requião, pra onde ?

  7. Não há como esconder que no PMDB da região metropolitana e quase na maioria do interior do Parana, o Requião manda e não pede. Poucos tem coragem de contrariar, e não contrariaram quando excluiram Pessuti da candidatura do governo do Pr.

  8. Está todo mundo errado, só o Bipolar do Canguiri está certo …
    E serão mais oito anos, se tiver elixir paregórico bastante para nós todos …

  9. Mal sabe o R. Requião que as pessoas que antes o apoiavam agora o apunhalam pelas costas….

  10. EXTORSÃO OFICIALIZADA – O Sr. Santiago Martin Gallo, que está assessor da casa civil e secretário do CODESUL, autor dos crimes de Quebra de Sigilo, Fraude e Falsa Identidade, entre outros, que embora comprovados pela polícia jamais chegaram à Justiça Criminal para abertura de processo e julgamento, apesar de todas as denúncias feitas aos órgãos oficiais, acaba de conseguir através da 10ª Vara Civil o bloqueio de minha conta bancária. Crimes comprovados, Obstrução de Justiça comprovada, Impunidade garantida, Prevaricação de autoridades, Litigância de má-fé, Sequestro de direitos, EXTORSÃO e LUCRO FINANCEIRO sobre a vítima de seu próprio crime! Uma verdadeira aula, imperdível para estudantes e advogados que um dia pretendam servir ao CRIME ORGANIZADO.

  11. Agora a SERCOMTEL de Londrina, a única empresa do setor que sobreviveu a criminosa PRIVATIZAÇÃO do tiozinho FHC, vai, vai ser Privatizada, infelizmente………..

  12. ROMÃO MIRANDA VIDAL Responder

    É uma lástima um ser humano inteligente e com boa formação profissional, passar por situações vexatórias que denigrem não só o Estado do Paraná, mas colabora ainda mais para jogar no ralo da História, os escândalos que prosperam no seu governo.

  13. Ammarante mello rego Responder

    Acho que o pessoal anti requiao sentem os resquicios de por mai de vinte anos mandar no estado do parana.E acho tambem que ffffficaram em segundo plano nas boquinhas que o poder publico oferece,mas tambem ,da para perceber que os mais indignados sao de curitiba,cidade bonita mas de politicos abaixo da media em se tratando de moral ehonestidade,entao ficamos com o interior que apoia e gosta do jeito desbocado de governar do Requiao

  14. Porque o Requião não usou toda essa fúria contra o crime organizado no Paraná , como fez agora o Governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral. Esse sim merece nosso respeito por ser um homem com H maiusculo coisa que dizem que o Requião grita mais do que……… Porque deixar o Paraná chegar a índices inimaginaveis de criminalidade em que chegamos por culpa de uma gestão de seu governo e de seu Secretário de Segurança protegido Delasari, que estava sempre certo nas suas atitudes, e o Requião o defendia com unhas e dentes e os índices crescendo e eles fingiando que nada estava acontecendo. Pela minha simplória análise quando o time segue perdendo o primeiro a ser demitido é o tecnico ! Se isso tivesse acontecido aqui no Paraná muitas vidas teriam sido poupadas e a polícia civil e militar teriam sido muito mais valorizadas. Pois todo mundo sabia que a policia queria como Secretario alguem da policia, mas como o Requião é sempre do contra…………………

  15. O PMDB, ja foi ja era um dia muito distante foi um partido que lutava pelas causas justas…………………………………………………………………

  16. Fábio, mesmo sendo este um site democrático é necessário que deixemos as emoções de lado, e nos concentremos no tema técnico do debate em questão.
    Existe a polêmica em torno de privatizações envolvendo empresas públicas, mesmo quando estas historicamente se demonstram altamente rentáveis.
    Gostaría aqui de mencionar que independemente de entidas públicas ou privadas, quando a divisão de quotas se apresenta de modo desigual, os interesses de determinados grupos ou pessoas que compõe estas cotas não cruzam.
    Em qualquer organização os acionistas devem buscar a satisfação da entidade como um todo, envolvendo sócios majoritórios, minoritários, funcionários e por conseguinte o melhor para a organização.
    Uma empresa como historicamente rentável do porte da Copel, já apresenta dificuldades de gestão em função dos constantes atritos de panelas internas que acabam por exigir do presidente da entidade além de habilidades técnicas competentes, um amplo poder de contemporização, tornando-se portanto sua privatização inviável.
    Ainda falando da questão de divisão de cotas, estes días na boca o assunto era empresas paranaenses antigas que foram prejudicadas por atritos entre sócios, tais como as tradicionalíssimas Móveis Cimo, HM, Prosdócimo, Malas Ika, entre outros.
    No caso da Malas Ika, comenta-se que um sócio minoritário solicitou o pedido da falência, contrariando interesses de grande parte do Judiciário, e todos os paranaenses em geral.
    Esta mesma pessoa já colecionava inimigos nos meios médicos e acadêmicos respectivamente.
    Vejo portanto a questão da amplificação demasiada de poderes em uma organização uma questão complexa, requerendo portanto profunda reflexão.

Comente