Uncategorized

Equipe de transição de Richa detalha déficit de R$ 1,bi nas contas do Estado para 2011

— Reformas em escolas exigirão R$ 125 milhões extras.

— Dívida com fornecedores de Saúde chega a R$ 73 milhões.

— Orçamento para o (SAMU) foi reduzido em R$ 36 milhões.

— Programa Leite das Crianças terá um déficit de R$ 14 milhões.

A equipe de transição do governador eleito Beto Richa divulgou nesta sexta-feira (26) informações complementares ao diagnóstico da situação financeira e do Orçamento para 2011 apresentado nesta semana, que prevê um déficit de R$ 1,5 bilhão para as contas do Estado no próximo ano. O relatório complementar detalha, em uma lista com 24 itens, as previsões orçamentárias subestimadas, as antecipações de receita e as renúncias fiscais que podem provocar o déficit em 2011.

A lista mostra, por exemplo, que a necessidade de reformas em 1.500 escolas em condições precárias de funcionamento exigirá R$ 125 milhões extras, não previstos pelo atual governo. A dívida com fornecedores de serviços de Saúde chega a R$ 73 milhões. O orçamento para o Sistema de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) foi reduzido pelo governo atual em R$ 36 milhões. O programa Leite das Crianças terá um déficit de R$ 14 milhões.

“Seguimos a orientação do governador Beto Richa de dar máxima transparência ao nosso trabalho. Com planejamento e mais eficiência na gestão pública o novo governo mostrará que é possível superar essas dificuldades”, disse Carlos Homero Giacomini, coordenador da equipe de transição de Richa.

Veja a seguir o quadro de constrangimento orçamentário e financeiro para o Governo do Estado em 2011. O déficit soma R$ 1.533.600.000,00

44 Comentários

  1. Chuta k e Macumba Responder

    Bruxo Chik Jeitoso, cadeia para quem afundou o Parana faça uma Mandiga para todos ir para cadeia, Meu Deus uma vergonha como deixaram o Parana.
    E agora ex governadores chupem essa manga, maldosos.

  2. ITEM 4: BENEFÍCIOS CONCEDIDOS A AUDITORES FISCAIS(168 MILHOES)

    Que benefícios seriam esses?

  3. PRÓFI GASPARZINHO Responder

    Que bom se o orçamento de minha casa tivesse essa precisão toda.
    Meu consumo de papel higiênico, por exemplo, em 2011 seria de exatos R$ 150,00.
    Se eu tiver uma diarréia a mais , tô f…

  4. Acredito que a equipe de transição está considerando como “defict orçamentário” a contraposição das receitas previstas para as atividades programadas pelo governo atual para 2011 com as propostas de campanha do novo governo !
    Parece ser um grupo tempestivo e apocalípitico !
    Entendo que deveriam saber com muita antecedência em que estado estava o Estado, e não deveriam agora ficar criando terrorismo !
    Deveriam sim, gerar otimismo pois queremos a PROCLAMAÇÃO DE BOAS NOVAS, foi por isso que BETO RICHA foi o escolhido !

  5. Pelo que dá prá entender,em razão da choradeira, quer dizer que as promessar de campanha não poderão ser cumpridas. É isto?

  6. JAIR CARNEIRO SARANDI Responder

    E no interior tem gente do PMDB que esta jurando que vai continuar nos cargos de chefia, e brincadeira.

  7. O SENHOR RICHA JA COMEÇOU A INVENTAR DESCULPAS PARA NAO CUMPRIR AS PROMESSAS DE CAMPANHA
    SO QUEM É MUITO TROCHA PARA NAO PERCEBER QUE ISSO É TUDO MANOBRA PULITICA PARA JUSTIFICAR QUE O QUE ELE PROMETEU EM CAMPANHA ERA IMPOSSIVEL DE SER CUMPRIDO.
    TOMA BANDO DE OTARIO QUE ACREDITA EM PROMESSA DE PAPAI NOEL.
    KKKKKKKKKKKK
    TENHO QUE RIR DA CARA DESSES TUCANOS.
    PROS PROFESSORES DO ESTADO, AI VÃO MAIS QUATRO ANOS SEM AUMENTO. TOMA TUCANADA

  8. novo mundo atento Responder

    Dois homens de nomes R e P, foi o sulficiente para emporcalhar e efundar o nosso maravilhoso Estado do Paraná.

  9. Meu Deus! O Requião comprou os ônibus e esqueceu de fazer escolas! Agora tem ônibus mas falta dinheiro pro combustível e falta escolas! Sugestão: fazer salas de aulas em conteineres.
    Está mais que clara a saída da Ivelize.

  10. Carla!!!! Desculpa é do que vc viveu estes últimos 8 anos!!!! Agora está sendo exposta a realidade do Paraná……..

  11. Alberto Moriatti Responder

    e o sem vergonha do pessuti continua mandando esses malditos editais de licitação tem que levar preso!!

    cadêo cap. nascimento???

  12. Vi na TV o atual Secretário Estadual de Finanças, Disse :
    ” Temos ainda trinta “dia” pra arrecadação de impostos”.
    PQP, no final e ainda temos que escutar isto !

  13. Esses meninos do Beto estão perdidos mesmo!!!!

    Será que eles não vão mostrar a tabela de repasses para os meio de comunicação para ficar dizendo que a mentira deles é verdade.

    Cadeia para esses caras que mentem e pros que publicam as mentiras

  14. Amarahal, Nobre Cristão r Carla Novaes, não sejam assim, pessimistas. O Governo Beto Richa vai fazer e muito mais por todos nós. Não venham me dizer que vocês acharam que o Paraná dos que não fizeram nada antes, tinha muita coisa feita, não é? Ora, ora, pesquisem e vejam o retrocesso do Governo Requião. E pensar que votei nele da 1ª vez, se arrependimento matasse já estaria enterrado por 8 anos. Mas o Paraná voltará a sorrir, novos ventos estão vindo por aí. EU acredito.

  15. Me atenho a dois itens para comparação:

    Benefícios a auditores fiscais – 168 milhões.

    Necessidade de reformas em 1500 escolas em condições precárias – 125 milhões.

    Que benefícios são esses que valem 43 milhões a mais que a reforma de 1500 escolas ?

  16. As promessas de campanha são para serem cumpridas em 04 anos.
    Entregar o Governo com situação financeira sólida é para 31/12/2010.
    Esta conversa de que recebeu o Estado do Lerner em situação pior não cola, até porque começou a receber das Fábricas de Automóveis, coiosa que o Lerner não teve.
    Seria melhor ao Governador e equipe, assumir que o Estado tem problemas, que a Gestão foi um fracasso, até porque perdeu nas urnas e ir embora.

  17. Policial Militar Responder

    O negócio é o seguinte!!! Beto e “seus meninos”, acostumados com a relação arrecadação/despesas de custeio do município de Curitiba, que é confortável, vão, agora, administrar uma relação arrecadação/despesa de custeio no Estado em que a folga para investimentos é muito pequena. Qual é estratégia que adotaram? Passaram a executar o mesmo terrorismo que Lerner, tendo como “gênio do mal” um tal de Giovani Gionédis, praticava com o funcionalismo público, quando, todo mês, iam à impressa falar das dificuldades em pagar a folha. Lembram? No desgoverno Lerner os Servidores passaram 08 anos sem reposição salarial. Pois bem, tudo indica que o Beto está armando o esquema para, mais uma vez, fazer com que os Servidores Públicos paguem a conta. Os “Barnabés” que se preparem: serão oito anos de “dureza”.

  18. Waurides Brevilheri Jr Responder

    E o Panssuti querendo fazer festa de três dias pra reinaugurar o Palácio. Acorda, Panssuti!

  19. Parreiras Rodrigues Responder

    O ex-governadorsenadoreleito, fez um barulho danado retirando fatia de imposto de produtos da cesta básica, lembram-se? Os consumidores, no entanto, não sentiram o efeito da medida, ao contrário dos mercadistas, claro, que se revelaram grandes financiadores da campanha do nó cego.

  20. Estamos em 26 de novembro,ontem o deficit estava em hum bilhao e meio,hoje esta em hum bilhao,na minha projeçao aritimetica descontando os domingos e feriados ,no dia primeiro de janeiro teremos um saldo de des milhoes de reais,vao caçar o caminhao que cairam,cambada ,agora e” so” suposiçoes

  21. JAIR CARNEIRO SARANDI

    Não é só no interior, na capital idem. Na COHAPAR estão aumentando e completando as fileiras para cargos comissionados, com direito a iregularidades e ilegalidades. Vai ter mais chefe do que índio. Fala-se em atas para alteração de estatuto pelo Conselho com o aval de Pessutão. A continuar assim, mais os passivos, não vai ter Companhia para o Betinho Playboy administrar.

  22. Caracas meu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 88.000,00 para reformar uma ESCOLA….. ta bom!!!! vou ACREDITAR… MAS EU CONSTRUO UMA CASA.

  23. Tudo desculpa para não fazzer nada.
    Imagino que o item 4 os 168 milhões é um gasto que o Beto já anunciou que vai dar para uma empresa estrangeira fazer auditoria no governo atual.
    Estes valores apresentados parece que são gastos que o futuro governo pretende gastar e não esta no orçamento do governo, trovcando em miudos o Beto pretende gastar mais do que deveria.

  24. A equipe de transição está chorando muito, a PEC 300 por exemplo faz parte das propostas de Segurança Pública, ou melhorar a Segurança pagando salário de fome a policiais. Benefícios da Receita Estadual é deixar o salário dos Auditores do PR, É deixá-ló condicente com a sua função, pois o quadro paranaense é pior remunerado do Brasil, sendo que acarrecadação do PR é entre a 5ª e 6ª maior arrecadação do Brasil. Agora benefícios fiscais sim estes tem muito, existem benefícios fiscais que foram encomendados que beneficiam pouquíssimas empresas, benefícios estes inclusive inconstitucionais, vide setor de hipermercados, informática e agora o álcool, beneficiando tanta gente grande, fica difícil a arrecadação crescer!

  25. Vigilante do Portão Responder

    Pois é Amarahal, a primeira coisa que um futuro governante de deve possuir é UMA BOLA DE CRISTAL

    1) Os dados chaves (dados das “antecipações” do setor de energia, por exemplo, NÃO ESTÃO DISPONÍVEIS), mesmo a previsão de arrecadação, é “mera” previsão, vai se confirmando ou não, ao longo do ano.

    Outras despesas, tais como os reajustes de categorias funcionais, foram leis de aprovadas no finalzinho de setembro, tendo seu impacto financeiro em 2011.
    Devo ressaltar que mesmo os valores de 2010 ainda não foram pagos e a continha vai ficar para o BETO pagar, seja via administrativa ou judicial.

    Funciona assim:

    A lei é aprovada (quem não gosta de dar benefícios, principalmente em época de eleição?).
    Depois, a Secretaria de Administração CRIA alguns embaraços para IMPLANTAR os valores na folha.
    Fica uma novela mexicana, a Secretaria manda para a PGE que manda para a Secretaria da Fazenda que devolve para a Administração.
    Não ficou claro, mandam para o ParanaPrevidência, pois há impacto na folha de aposentados e pensionistas.
    Resultado:

    Não pagam no exercício corrente e não figura (há dúvidas) como valor pendente. Livrando o atual administrador da Lei de Responsabilidade Fiscal.
    É um “teatrinho”.
    Quando ficar tudo esclarecido, será 2011.

    O atual governo “passa de bonzinho” e o Beto Richa ARCA com a despesa.

  26. Muito interessante essa maneira de se apurar Déficit, será que nós desaprendemos tudo o que sabiamos de Execução Orçamentária e Financeira.

    Quer dizer então que pelo fato de as promossas de campanha do novo Governador não ter previsão de Receita para custea-las no orçamento de seu primeiro ano de Governo já podem ser consideradas como défict da Execução Orçamentária do Governo Atual.

    Isso revoluciona a Contabilidade Pública.

  27. brigitte chaurais Responder

    é o “legado” do governo Requião; porém não considero q por causa disso deva a equipe de transição do futuro governo achincalhar o governador Pessuti e pretender usurpar-lhe o direito constitucional de governar com plenitude até dia 31/12… o governador eleito (no qual votei) assume dia 1°/01 e terá 4 – quiçá 8 – anos para resolver a situação financeira do estado, missão a que ele se propôs ao se candidatar – e na qual esperamos que seja bem sucedido, de preferência promovendo uma completa auditoria em toda a era Requião e divulgando os resultados amplamente para conhecimento dos paranaenses e brasileiros.

  28. p/ carla novaes Responder

    E VOCE ACHAVA QUE ELE IRIA CUMPRIR ALGUMA DELAS.
    NEM PARA OS FUNCIONARIOS DA PREFEITURA DE CURITIBA ELE DEU AUMENTO.
    IMAGINA PARA TODOS OS PROFESSORES DO ESTADO.
    KKKKKKKKKKKKKKKKK
    SOMENTE QUE É MUITO INGENUO PARA ACREDITAR NO PSDB MESMO.

  29. Bem, eu acho que classificar um (possível) déficit de 1,5 bilhão de reais como “choradeira” ou “desculpa”, como fazem alguns nobres leitores do blog, é uma atitude um tanto burra e desinformada. Sinal de que, muito além de mudar os costumes políticos no Paraná, Beto terá que mudar a mentalidade de seus habitantes também.

    De qualquer forma, o PSDB já enfrentou situações tão ou mais difíceis em outros Estados. Aécio Neves deparou com um déficit de quatro bilhões de reais, ao assumir o governo de Minas, em 2002, enquanto Yeda Crusius levou três anos para zerar uma dívida de dois bilhões e meio no Rio Grande do Sul. Nós, que tanto saímos à cata de algum padrão nos costumes políticos desta jovem democracia bananeira, finalmente encontramos um em termos de gestão pública: governos pemedebistas (Requião, Pessutti, Itamar Franco e, claro, o desastre-mor Germano Rigotto) e petistas (Olívio Dutra) arruínam as finanças dos Estados e fazem o possível e o impossível para que seus sucessores tucanos tentem reajustá-las, algumas vezes com êxito (afinal, Tarso Genro está aí, todo pimpão como governador eleito do Rio Grande do Sul, depois de mobilizar todo o aparato da PF contra Yeda só para ganhar uma eleição…).

    Não duvidem: Pessuti, que queria ser reeleito (toc, toc, toc…), já articula a candidatura dele a algum cargo importante nos próximos anos (ou, quem sabe, em uma prebenda no governo federal…), nem que a tanto seja necessário valer-se de um expediente tão vulgar (e antigo, muuuuuuito antigo, quase dos tempos da República Velha…) como o de criar dívidas para atrapalhar a administração do sucessor. A Lei de Responsabilidade Fiscal, de certa forma, foi criada para coibir essas espertezas miúdas de gente como Pessuti, mas ainda é muito tímida e precisa ser aprimorada pela ação de governantes sérios e cidadãos vigilantes.

    Espero que Beto consiga, em quatro (ou oito) anos, pôr fim a este atraso mental que ainda prospera no Paraná (e, em grande parte, no Brasil), sem ceder ao lernenismo desbragado (privatizações, etc) por outro lado. Foi o que Aécio fez em Minas, com resultados excelentes, e Yeda tentou no Rio Grande, com algum sucesso.

  30. Em minha opinião tudo o que se refere ao TJ ,ALE , TC e outros órgãos judiciais, estes subsídios devem ser revistos ,diminuidos ou acabados,pois, tivemos dois governadores que desrespeitaram completamante as Constituições Federal e Estadual,Lei de Responsabilidade Fiscal,etc…e estes setores não fizeram nada para impedir tais atos de improbidade,portanto, tem que cortar na carne deles tais falhas nas providências imediatas(impeachment do Duce e do Pansuti),deixem eles captarem seus próprios recursos ,vão pedir para a “presidenta eleita”,vão pedir ao CNJ,e assim por diante…
    JUSTIÇA SEJA FEITA,AFINAL…
    Já que não foi respeitada a Constituição Federal,que o governo eleito deixe de respeitar e não repasse os valores determinados por “LEI” o que lhes cabe….

  31. Está aí uma bela oportunidade para o Beto colocar em prática o “choque de gestão”, iniciando pelos CCs. Se o Pessuti nomeou tanta gente como foi propalado, é só não substituí-los que sobra mais que o déficit por eles calculado.

  32. L.H. Bona Turra Responder

    POR UMA CPI DA CORRUPÇÃO POLÍTICA

    Na ordem jurídico-constitucional, incumbe ao Parlamento a tarefa de investigação e controle do governo, incluindo-se aí a de investigação de eventuais esquemas de corrupção política que alcalcem as altas autoridades do Poder Executivo.

    No mapa preliminar elaborado pela Comissão de Transição, há fatos gravíssimos, constitutivos de crimes em tese de responsabilidade. Demais disso, há a extensíssima relação de fatos outros, constitutivos de crimes em tese contra a Administração Pública e a Economia Popular, denunciados ao longo dos últimos anos, não apurados, e que, pela natureza, extensão e grau de reprovabilidade, terão de ser cifrados e decifrados no novo governo.

    A questão está em como apurar tais fatos sem enredar o novo governo em um contencioso interminável com os criminosos políticos, nem convolar o novo governo em uma delegacia de polícia de crimes contra a administração e a economia popular.

    A resposta, a meu entender, está no Parlamento. É no Parlamento, em sede de devida Comissão Parlamentar de Inquérito, que devem ser investigados os crimes imputáveis à alta administração.

    A eleição dos fatos a serem investigados por uma futura CPI da Corrupção Política no Estado do Paraná, que deverão ser certos e determinados, deve resultar de ampla consulta pelo Parlamento à sociedade civil, tendo por critérios relevância jurídica, política, econômica e social, repercussão geral, transcendência e reprovabilidade.

    E não se argumente que a projeção da tarefa investigativa para o Parlamento poderia implicar prejuízo às investigações, isso porque (i) de forma concorrente, autônoma, independente, deverão estar em ação os órgãos e entidades todos do próprio Executivo, em especial a PGE e a Corregedoria-Geral do Estado, com os poderes ínsitos de autotutela da Administração e atribuições próprias indelegáveis, tais como instauração de auditorias, sindicâncias e processos administrativos, aforamento de ações civis públicas, representação perante o TCE, remessa direta sempre que necessário de notitia ou delatio criminis ao Ministério Público e às Polícias Federal e Civil; (iii) a CPI será acompanhada pelo Ministério Público, a Imprensa, a PGE, o TCE e a Sociedade Civil, com garantia assim de ampla publicidade; (iiii) na hipótese de atenuação ou omissão quanto a qualquer fato, será possível denúncia ou representação ou por parlamentar isoladamente, ou pelo Executivo, ou por qualquer do povo.

    Enfim, circunstâncias que, bem examinadas, recomendam deslocamento da tarefa de apuração dos fatos para uma CPI da Corrupção Política, estando aí, a meu ver, a saída jurídico-constitucional correta para apuração do mar de lama em que se transformou a Administração Estadual, e bem assim para recuperação da agenda política da Assembléia Legislativa do Estado do Paraná.

  33. Nós somos um bando de idiotas. Se não estou enganada, tem um monte de gente muito bem paga que tem o dever de fiscalizar as contas do estado, não fiscalizaram e quem vai se ferrar são os cidadãos e os funcionários públicos, que dão nó em pingo d’água para fazer o seu trabalho e ainda são colocados como os causadores da pretensa desordem orçamentária.

  34. Engraçado que os benefícios aos juízes e promotores, está descrito como uma “ampliação da base orçamentária do Poder Judiciário e Ministério Público” e é o primeiro item dos “gastos”, o maior, o mais significativo, mas como está descrito de forma diferente e ninguém percebeu!

  35. PARA JUVENTUDE….

    Por nenhum momento disse que vivemos num mar de rosas….
    Mas quando alguém, não interessa o nome e nem o partido, se candidata a um cargo público, deve ter o mínimo de conhecimento da situação…. e o que não faltou para a imprensa foi matéria com relação ao governo atual, tanto positivas, quanto negativas, diga-se de passagem, muito mais negativas, infelizmente para nós paranaense, tanto no nosso executivo quanto no legislativo. No entanto, os nobres deputados foram reeleitos e já estão fazendo parte do governo que irá comandar o nosso estado a partir de janeiro, triste realidade.
    Enfim, o Governo eleito há muito tempo tem conhecimento da situação, pois dentro do Governo atual, ele também teve e tem aliados. Diante da situação, na minha opinião, não deveria prometer o impossível.
    O ex governador Roberto Requião, quando em campanha, também prometeu acabar com os pedágios…. e isso nunca aconteceu…
    Nós eleitores é que temos de brincar menos com nosso voto e levar mais a sério o momento de irmos as urnas….. ou nunca teremos mudanças. Os governantes querem o poder a qualquer preço e nós somos os responsáveis por tudo isso! E espero que não somente o Governador Beto Richa mais também a Presidente eleita façam bom governos, pois agora que já foram eleitos, temos que torcer a favor e não contra…. independente se eles foram ou não eleitos com o meu voto.

  36. Ah Felipe! Por favor! Defender a gestão de Crusius “credo” no Rio Grande do Sul, repletíssima de fraudes e apenas por terrível e inexplicável leniência de nosso Poder Judiciário ainda não existiu punição, é passar do ponto e de todos os limites do tolerável, é a mais completa insensatez, que demonstra a sua opinião ser carregada de parcialidade partidária.

  37. Vejo aqui algumas pessoas preocupadas com os chamados benefícios dos auditores fiscais. Antes de qualquer comparação, vale lembrar que não são benefícios, mas a implantação de uma lei que corrige uma vergonha em nosso estado, que até o momento é o que paga o pior salário de auditor fiscal do Brasil – isso para uma carreira importante, que tem o dever de lutar contra a sonegação até para preservar o nível da arredação a fim de possa ser pago todo o universo de despesas do Estado, que incluem o salário dos policiais, professores, procuradores, delegados, juízes, etc. O valor é reflexo de uma distorção grande, mas muito menor do que alguns benefícios concedidos a algumas carreiras no passado, como a dos procuradores, que num passado não muito distante receberam aumento de 42% – bem acima dos demais servidores, e ninguém falou nada na época.

Comente