Uncategorized

Os desafios da nova Secretaria de Infraestrutura e Logística

A nova Secretaria de Infraestrutura e Logística, que reunirá as debilitadas de Transportes e de Obras, enfrentará alguns dos maiores desafios do próximo governo de Beto Richa. Longe de ser um prêmio na divisão do trabalho e do poder, Pepe Richa, o secretário escolhido, terá enormes problemas a resolver.

Hoje, o sistema viário do Paraná, excetuados os trechos federais pedagiados, estão sucateados. O escoamento das safras é prejudicado e onera os preços internacionais de nossas commodities. Não é sem razão que o porto de Paranaguá perdeu cargas exportáveis que passaram a ser desviadas para os portos de Santa Catarina.

A falta de infraestrutra também reduz a capacidade do Paraná para atrair novos investimentos industriais. Além disso, o Estado deverá fazer um esforço muito grande para licitar obras públicas de necessidade urgente que foram simplesmente negligenciadas durante os anos de governo de Requião.

17 Comentários

  1. Interessante que o nobre jornalista deveria colocar a data e o local em que foi tirada esta foto de uma estrada completamente esburacada, pois justamente este foi o ponto forte do governo Requião de Mello e Silva. Ele disse que recuperou mais de 3000 km de rodovias paranaenses e algumas eu realmente vi que estavam recuperadas e gostaria de saber onde está a que é colocada na foto que mais parece as rodovias estaduais na época do governo Lerner que inclusive teriam justificado a criação deste pedágio absurdamente caro que pagamos hoje e que o Bob Req prometeu baixar ou fechar e nem uma, nem outra coisa aconteceu. Espero que o Richa, assim como o pai dele fez e a população brasileira inteira mostrou permita que o Estado cumpra seu papel e mantenha nossas estradas bem conservadas e principalmente sem pedágio ou, no máximo, a exemplo do que o governo federal do presidente Lula fez, se for imprescindível que criem pedágios baratos e eficientes e não estes absurdos que o Lerner fez e nós aguentamos até hoje.

  2. Antonio da Agencia Responder

    Certo o Governador Eleito em colocar a Infraestrutura e Logistica como prioridade. É ela a base para o desenvolvimento. Um apagão na logistica fará com que percamos as oportunidades que o Brasil esta tendo com o crescimento mundial.
    Li o Plano de Governo do Beto e esta visão estratégica está muito clara. Um Plano Logistico integrando modais e os adequando aos fluxos de cargas é muito oportuno e inteligente. Aliás, idéia defendida pelo mestre Fayet.
    Sucesso para o Pepe. Desenvolvimento para o Paraná.

  3. Requião pegou a malha viaria destruida e esta entregando em condiçoes ótimas,eu viajo pelo Parana e posso provar isso,espero que Richa as mantenham

  4. Será que os 30 funcionários da SEOP, 30 em todo o Paraná, contando o pessoal da capital mais do interior, serão suficientes para junto com o pessoal do DER e Transporte, darem conta de tudo que precisa ser feito ??????????????????Concurso público já, Beto.

  5. Absurda essa foto.

    O Lerner deixou as estradas estaduais sucateadas e a recuperação das estradas e do DER-PR foram ponto extremamente forte no governo Requião.

    Sei porque sou engenheiro do DER e ja rodei o estado de cabo a rabo, onde antes do Requião entrar trabalhavamos meio periodo e tinhamos salário equivalente e 1000 dólares por mês e ficavamos jogando paciência porque não tinha o que fazer. Agora temos salários compatíveis com a iniciativa privada, as estradas recuperadas e o orgão forte e pro-ativo, onde nem tudo foi arrumado ainda porque o processo de chegar a perfeição não é tão fácil, mas hoje buraco não é mais problema no estado do Paraná.

    Basta sair de Curitiba e andar um pelo Paraná.

  6. Sandro ,esta estrada e entre paranavai e querencia do norte,e essa foto com certesa foi tirada no governo lerner(o fala facil),inclusive tinha uma placa que os agricultores colocaram com os seguintes diseres(A ccondiçao da estrada e” a cara do governo que temos)na epoca o governador de curitiba ficou quatro anos sem visitar londrina,e abandonou o interior,se plantavam bananas e palmeiras nas crateras das estradas,agora diser que o requiao deixou estradas nestas condiçoes,para ne” gente

  7. MEU DEUS ESTOU HORORIZADO COM ESSAS IMAGENS
    ATÉ PENSEI QUE ERA AS RUAS DE CURITIBA QUE O BETO DEIXOU

    AQUI NO BOQUERÂO TEM BURACOS ASSIM QUASE EM TODAS AS RUAS

    JÁ QUE NÂO FALORO AONDE É ESSAS RUAS ACHO QUE FILMARO AS RUAS DO BOQUEIRÂO
    SOUBEMOS MUITO BEM QUE MONTAGEM É MESMO COM O PSDB É SÓ PEDIR PARA O AECIO NEVES E O SERGIO GUERRA

  8. Parreiras Rodrigues Responder

    Juarez, realmente o gov. Requião, Pugliesi à frente da STR/DER, fez um trabalho de recuperação da malha viária estadual. Mas, hoje, a situação já exige maior atenção. No trecho de Paranavai à Loanda, a Viapar está fazendo uma meia sola mas já tem gente dizendo que vai pintar uma praça por lá. Conversando com usuários, observo que a totalidade dos usuários aceita pagar pedágio, mas o decente.

    Hoje, saiu estudo dando conta que de 14 países analisados, o pior em rodovias é…isso mesmo, o Brasil. Se dona Dilma botar máquinas e homens nas pistas das rodovias, dos aeroportos, dos portos e nos trilhos das ferrovias, o Brasil vai se lascar todim.

  9. Eu começo a desconfiar da conduta moral desse governo que entra. Pegar uma foto do tempo do lerner e publica la como se fosse o requiao que esta deixando as estradas nesse estado e calhordice.Se um governo começa mentindo para a populaçao e porque nao tem moral nem gabarito para tocar o estado.Tenho visto nas leituras do blog,que o requiao quebrou o estado,que o pessuti esta dilapidando as finanças,eu quase acreditei,mas começo a desconfiar que isso tudo e”jogo de cena para encobrir possiveis descumprimento do que foiprometido.Esse povo e vivo,enrolam curitiba a muito tempo mas aqui no interior,nao vao nos enrolar nao,e tratem de cuidar de todo parana e nao so de curitiba

  10. joão carlos sorcesse Responder

    Por falar em buracos, olhem a cidade modelo de Curitiba, desastrosamente adminstrada pelo governador eleito por tanto tempo.
    Antes de voltarmos os nossos olhos para o estado, temos que olhar a nossa própria casa. curitiba está uma vergonha, as suas ruas, avenidas, as vilas , os bairros, enfim um caos.
    Esta é a herança da administração PSDB/DEM em Curitiba, que continua com a horrorosa adminstração do SR. DUCCI.
    A NASA já avisou, a unica cidade visivel do espaço é a capital modelo, dado as inumeras crateras e calombos de reparos mal feitos de suas ruas.

    João carlos

  11. Parreiras Rodrigues Responder

    Outra coisa: O dep. Luiz Accorsi colocou na Carta do Noroeste, o seu jornal de campanha, sugestões para a substituição, por pontes de concreto, das balsas ainda existentes no Estado. Cita e mostra fotos das travessias do Porto São José-Bataiporã, no Rio Paraná, Terra Rica-Euclides da Cunha, no Paranapanema, Japurá-São Carlos do Ivai, no Ivai. “Não se admite que o maior produtor de grãos do Brasil, ainda se valha de balsas como suporte do sistema de transporte”, justificou.

  12. Só um detalhe:

    Algumas estradas no Paraná jamais tiveram pavimento asfáltico. Temos município paranaenses ligados por estrada de terra.

    Só para constar a ligação Palmas a Coronel Domingos Soares, no Sudoeste, com essa chuvarada está impossível.

    Acreditamos que o próximo governo resolva.

    Fábio! Vou pegar minha “câmara” , tirar umas fotos prá você registrar.

    Valeu!

  13. VAI ME DESCULPAR, SÓ QUE A MATERIA NAO CONDIZ COM A VERDADE. AS ESTRADAS ESTADUAIS, EM “TODO” O INTERIOR DO PARANÁ ESTÃO EM PERFEITAS CONDIÇÕES. FATO QUE NAO OCORREU NO GOVERNO TUCANO NA ÉPOCA DO LERNER…

  14. O Pepe vai ter muito o que fazer. Tem ótima oportunidade de mostrar do que é capaz. Governar o Paraná vai ser uma moleza, porque o Estado está tão de arrasto, que qualquer coisinha que for feita, já será muito bem vinda. Mas não venham com choradeira, porque foi só isto que os dois desgovernadores tem feito nos últimos 8 anos. ACarlos

  15. Fábio, só para lembrar ao Beto Richa e seu futuro Secretário de Infraestrutura: o asfalto “baba de cupim” custa 30% do outro tipo. Quanto ao pedágio, é só construir rotas alternativas para gelar o pedágio, aproveitando os caminhos já existentes e ligando-os em pequenos trechos!

  16. Fabio Campana, o melhor secretario do traabalho sera aquele que saia do meio dos trabalhadores para estes se sentirem realmente representado.Esperamos que o Sr Beto Richa não nos decepcione colocando lobo para cuidar das ovelhas, como demonstra varias matérias o Sr Mauri Viana e o SR Feliciano Moreira estiveram dando apoio em todos os momentos por sinal o Sr Mauri Viana apoio e trabalhou na primeira campanha do Beto para governo, campanha que todos sabia que era perdida.

    10/8/2010
    Beto Richa recebe apoio de sindicatos, federações e centrais sindicais. Mauri Viana e Feliciani.

  17. o estado deve ser enxergado como uma estrutura interligada demandada por uma logística de produção e escoamento, o que está acontecendo é que as rodovias estruturais tem um custo-pedágio alto e mais alguns infinitos (ex:problemas de projetos passados, falta de planejamento integrado com ferrovias e portos), ao longo de um grande período no Paraná, o que encarece o produto. P/ se ter resultado deve ter uma de implantação de novas rodovias e o melhoramento da malha existente e isso é um processo que leva tempo e dinheiro.

Comente