Uncategorized

Positivo demite cerca de 10% de seus funcionários


Cerca de 600 funcionários efetivos perderão o emprego

Da Agência Estado

A Positivo Informática, maior fabricante de computadores do Brasil, iniciou esta semana uma série de demissões. As primeiras informações são de que 600 funcionários efetivos perderão o emprego. As rescisões homologadas pelo sindicato devem se estender até amanhã, quando será possível saber o número exato. Em relação aos temporários, o sindicato não tem controle.

Sediada em Curitiba, a Positivo, que viu os lucros despencarem no terceiro trimestre do ano, divulgou apenas uma frase, por meio da assessoria de imprensa: “O processo de reestruturação e demissão por conta da sazonalidade foi concluído”. Não foi dado qualquer outro detalhe sobre o total de demitidos.

A assessoria de imprensa do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares (Seletroar) disse que as demissões neste período do ano não chegam a surpreender, em razão de que muitas empresas, entre elas a de computação, obedecem à sazonalidade, concentrando a produção no período imediatamente anterior ao fim do ano.

No entanto, como a empresa até então não havia se pronunciado, até mesmo o sindicato suspeitava que a Positivo poderia se aproveitar da sazonalidade para fazer uma reestruturação interna e se adaptar às novas exigências do mercado. A direção do sindicato não soube precisar quantos funcionários efetivamente serão demitidos.

Um comentário circulou ontem, no sindicato, de que a empresa havia recuado na intenção de demitir 180 pessoas, em razão de novos pedidos que teriam chegado nos últimos dias. Mesmo assim, o corte superaria o número de 400 empregados. De acordo com o Seletroar, no ano passado, neste mesmo período, também foram demitidos aproximadamente 600 funcionários, mas o número incluía efetivos e temporários. A empresa tem cerca de 6 mil funcionários. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

7 Comentários

  1. O Positivo está colhendo os frutos da péssima qualidade de seus produtos (infestados de defeitos “congênitos”), aliada uma assistência técnica sofrível (25 dias para uma peça ser encaminhada da fábrica até o centro de Curitiba!). O consumidor está cada dia mais exigente e não admite ver seu suado salário escoando pelo ralo de produtos descartáveis.

  2. É NISSO QUE DÁ… QUEM TUDO QUER, TUDO PERDE… BONS TEMPOS EM QUE O POSITIVO ERA APENAS UM BOM E CONCEITUADO CURSINHO PRE-VESTIBULAR EM CURITIBA !

  3. O que mais a diretoria do positivo informática poderia divulgar?! Um manifesto contra a política econômica do Governo Lula?! O que adiantaria?! Todo mundo com um mínimo de noção sabe o que ocasionou estas demissões. E o pior, é que isso está acontecendo em toda parte desse País. Vamos só aguardar a Dilma…

  4. Que maravilha, o Positivo manda 400 pra a rua, e o dono do Positivo vai para Miami, curtir aquele apartamentaço. Quem pode, pode, quem não pode, puxa o rabo do bode. É isto aí tigrada, os que tem estão nem aí para os que não tem. E os 400 demitidos vão ter menos ainda. ACarlos

Comente