Uncategorized

Governo deve anular planos de cargos e salários e atos de renúncia fiscal

Os últimos atos do governo Orlando Pessuti (PMDB) estão sob a lupa dos membros do governo. Além dos inúmeros atos de renúncia fiscal que serão anulados, agora estão sob observação os planos de cargos e salários para algumas corporações feitos no apagar das luzes.

Verdadeiros banquetes com o dinheiro público estavam para serem concretizados, o que tiraria ainda mais a capacidade de investimentos do governo.

16 Comentários

  1. VILMAR FERNANDES Responder

    COM TODO O RESPEITO AO NOVO GOVERNO.
    O QUE AS CATEGORIAS CONSEGUIRAM JUNTO AO GOV PESSUTI FOI APENAS SACRAMENTAR UM DIREITO QUE NÃO VINHA SENDO RESPEITADO A TEMPOS.
    NINGUEM, COM TODA CERTEZA, ESTÁ EM BANQUETE COM DINHEIRO PÚBLICO!

  2. eu acho que o governo deveria “dar nomes aos bois”, .. atos de renúncia fiscal..pra quem, quem levaria vantagem….. isso merece investigação e denúncia ao ministério público, necessitamos com urgência acabar com a bandalheira que era o governo anterior…..e botar na cadeia os responsáveis.

  3. Algumas promoções efetuadas neste governo, estavão paradas a mais de 8 anos. Parabenizo este governo pelas promoções merecidas.

  4. EU PREFIRO ACREDITAR QUE O BETO RICHA REPRESENTE UM TEMPO NOVO, PÓS ERA REQUIÔNICA, PERÍODO EM QUE OS FUNCIONÁRIOS DO ESTADO ERAM TRATADOS COMO BANDIDOS SAQUEADORES. TUDO PARA JUSTIFICAR A PÉSSIMA REMUNERAÇÃO QUE MANTINHA O PARANÁ ENTRE OS ESTADOS QUE MENOS REMUNERA. O NIVELAMENTO POR BAIXO MOSTRA UMA ADMINISTRAÇÃO INFERIOR E, POR CONSEQUENCIA, UM DESENVOLVIMENTO MEDÍOCRE DO ESTADO. BETO RICHA FOI ELEITO PELO NOME E HISTÓRICO DE SEU PAI, QUE RESPEITAVA O FUNCIONALISMO. É O QUE SE ESPERA.

  5. Renúncia fiscal, isso mesmo, acabem com elas.
    Vai ser uma baita demonstração de honestidade e coragem, coisa de gente grande, mas quero ver se isso acontece não com os que mais precisam de incentivos.
    Tem que acabar com os incentivos dos grandes, aqueles incentivos bem delimitados, com endereço certo (cooperativas, exportadores de in natura).
    Não pode é acabar com os incentivos fiscais das microempresas, nem da cesta básica, porque aí fica fácil demais. Aí é penalizar o povo e querer posar de herói.

  6. Vilmar, José e Eduardo, do que vocês estão falando? De quem estão falando? Justiça se faz quando considera-se a classe dos funcionários sem segregação. O Pessuti rasgou a constituição para ajudar grupinhos. Beto, pode agir, porque a maioria dos servidores vão estar contigo.

  7. CLOVIS PENA - Cuidado ! Responder

    O assunto exige cautela. É bom ver uma caso de cada vez. Plano de cargo é um instrumento de gestão de recursos humanos em um contexto bem delimitado. Renúncia fiscal, como incentivo, é um instrumento de política de desenvolvimento econômico e situa-se em um contexo amplo e complexo. Embora diferentes, ambos requerem atenção para a isonomia.

  8. Eu prefiro acreditar também que haverá um respeito pelas conquistas.
    Anular as promoções por ser do governo anterior me reporta ao Governo José Richa que teve todo respeito pelo funcionalismo púlbico. Acho que não seria essa a postura desse Governo porque será que qualquer benefício concedido neste Governo também será considerado irregular e anulado por um próximo?

  9. antonio francisco da silva Responder

    ´ótimo,estou gostando não votei em beto richa e nunca tucanei.Queiro ver a cara de alguns puchas saco que votaram no tucano e serão atingidos com essas medidas.Eu não

  10. Do que sabemos, o que os servidores públicos conquistaram com o governador Pessuti, estava previsto nas normas legais ou foi reparação de dívidas históricas !

    Agora, o que me pareceu avassalador foram os aumentos dos parlamentares e de cargos de confiança !

    Por que ningué comenta sobre isso? Qual o impacto dessa farra e aumentos no orçamento do PR ?

  11. O SR. PESSUTTI SE REVELOU UM PICARETA A ALTURA DE SEUS PARES DE ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA, NELSON JUSTUS, NEREU MOURA, CURI…..ETC….ETC…………….
    ESSES CARAS CONTRIBUEM PARA QUE A POPULAÇÃO FORME A IDÉIA DE QUE NENHUM POLÍTICO PRESTA.
    ELES REPRESENTAM UM PERIGO PARA A DEMOCRACIA E AS INSTITUIÇÕES REPUBLICANAS.
    VAMOS MARCAR OS PICARETAS E LUTAR PARA QUE ELES NÃO SE ELEJAM NUMCA MAIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  12. maria jose nunes teixeira Responder

    TEM QUE REV ER TODOS OS ATOS DO ULTIMO GOVERNO.

    FAZER FESTA COM DINHEIRO PUBLICO E FACIL..

    O QUE DEVE TER DE MALANDRAGEM NESTE ULTIMO GOVERNO, PRIVILEGIOS PARA SEUS APANIGUADOS…

  13. Por favor, não comparem José Richa com esta cambada que saiu agora. Richa sempre agiu com justiça em relação aos servidores, não tem nada a ver com esta turma que está saindo. Até em memória de Zé Richa, Beto não pode simplesmente ignorar os abusos e tratamento desigual à maioria dos servidores que marcaram os últimos meses do governo Pessuti e amigos.

  14. Silva.

    parabeéns, perfeito…nada acrescentar, tem gente que é cega e burra, ou apenas não sabem nada, não leem, etc

  15. Veja o que saiu em vários jornais: Deputados do Paraná dobram o próprio salário.

    A cada mês, só com o pagamento dos salários e sem contar as outras verbas, os deputados consumirão cerca de R$ 1 milhão

    Os deputados estaduais do Paraná aproveitaram a última sessão do ano, nesta sexta-feira pela manhã, para votar o aumento no próprio salário.

    Assim como aconteceu em Brasília, o salário dos deputados estaduais do estado deve praticamente dobrar, passando dos atuais R$ 9,5 mil para cerca de R$ 18 mil. Isso sem contar as demais verbas de auxílio.

    Considerando-se que são 54 deputados, a cada mês, só com o pagamento dos salários e sem contar as outras verbas, os deputados consumirão cerca de R$ 1 milhão

    Também, para que o ato tivesse a simpatia do Poder Executivo, também amentaram os salários dos cargos de confiança (secretários e diretores) !

    Isso sim, também precisa ser considerado e obviamente sem pressão da sociedade, nada será feito !

  16. Para quem não viu, eis informação que tratou sobre amentos salariais para governador e secretários de Estado.

    Richa e secretários terão aumento de 5%, Publicado em 22/12/2010 !

    O governador do Paraná, o vice-governador e todos os secretários de Estado podem receber hoje um aumento de 5,25% em seus salários.

    O reajuste é decorrente do efeito cascata provocado pelo aumento dos vencimentos dos ministros do Supremo Tribunal Federal.

    Confirmado o aumento, o novo governador, Beto Richa (PSDB), herdará esse benefício quando tomar posse, em 1.º de janeiro.

    O atual governador paranaense, Orlando Pessuti (PMDB), já recebe o mesmo que um ministro do STF, ou seja, R$ 26,7 mil mensais.

    O salário do vice-governador também esta vinculado ao aumento, pois a mesma lei fixa o rendimento do vice em 95% da remuneração do governador.

    O novo vice, Flávio Arns (PSDB), passará a receber, assim, R$ 26,7 mil.

    A medida beneficia também os futuros secretários estaduais do Paraná.

    Uma semana após terem seus salários reajustados em 36% pela Assembleia Le­­­gislativa, os secretários de estado do Paraná poderão receber um novo aumento, este de 5,25%.

    Isso ocorre porque eles tiveram seus vencimentos mensais vinculados ao salário do governador na semana passada pela Assembleia Legislativa, num pacotaço de reajustes salariais de autoridades estaduais.

    Uma lei de autoria do deputado Antonio Anibelli (PMDB) fixou o salário dos secretários em 70% do que ganha o governador.

    O vencimento dos atuais secretários é R$ 13,9 mil. O aumento da semana passada levou os valores para R$ 18,9 mil mensais. Se o Congresso confirmar o novo aumento, cada secretário irá ganhar R$ 19,6 mil por mês.

    No Paraná, o reajuste custará cerca de R$ 16,8 milhões aos cofres públicos em 2011, além dos R$ 33,4 milhões resultantes de propostas aprovadas pela Assembleia do Paraná na semana passada envolvendo cargos do Tribunal de Justiça e do Ministério Público Estadual.

    Então, fica claro que os “donos” do poder lambuzam-se com o erário e afim de fazerem “cortinas de fumação”, apresentam-se a discutir pequenas questões, por exemplo os salários dos “barnabés” !

Comente