Uncategorized

Romanelli quer manter o Mínimo Regional

Luiz Cláudio Romanelli – secretário estadual do Trabalho, Emprego e Promoção Social – afirmou nesta sexta-feira (07), que o governo deve continuar com a política do salário mínimo regional.

Segundo o secretário, o piso regional será discutido no Estado já nos próximos meses. Até maio, o mês que é a data base do mínimo regional, haverá debates com as centrais sindicais, o setor patronal, o Governo Estadual e unidades técnicas como Ipardes e Dieese. Romanelli explicou que a inflação e o PIB são índices que fazem parte da definição do valor do salário mínimo.

O mínimo regional do Paraná é o maior salário regional do país. Foi instituído no ano de 2006 e hoje seus valores oscilam entre R$ 663,00 e R$ 765,00 para quatro categorias de empregados que não têm acordo coletivo de trabalho. Trabalhadores do campo, do comércio, da produção de bem, da indústria e domésticas são atendidos por este salário.

O secretário estadual do Trabalho, Emprego e Promoção Social discutiu o assunto em reunião com integrantes da Coordenação Federativa dos Trabalhadores (CFT-PR), que representa cerca de 500 mil trabalhadores.

5 Comentários

  1. ROMANELLI destes sindicatos na mesa vc perguntou quem tem o salario minimo regional em convenção coletiva ??????????

    Então vá verificar destes apenas os bancarios o resto da pelegada tudo negociou convenção coletiva abaixo do piso regional.

    Este Carlão ja passou de pelego.

  2. Se o Governo Federal estabelece um salário mínimo nacional, qual a razão do paraná ter um piso salarial mais alto do que São Paulo?
    O Governo Estadual também mantém esse valor, ou cabe somente às empresas privadas e empregadores pagar????
    Outra medida demagógica do Requião!!!!!

  3. O ex-deputado fura catraca não perde o jeitinho medíocre do governo anterior – quer furar o bolso do empregador para fazer proselitismo político com o dinheiro da sociedade.
    É fácil, não precisa pensar, basta pilhar as economias do cidadão.
    O Paraná não é nenhuma California para ser mais realista que o governo federal.
    Como Secretário do Trabalho porque não se preocupa ele – antes de assacar o bolso do contribuinte – em criar mecanismos de emprego e renda que não sejam fictícios como esse salário mínimo regional.
    Beto Richa – é tempo de fazer um “recall” nessa indicação fajuta.

Comente