Uncategorized

Ducci acompanha vistoria da FIFA nos campos de treinamento para a Copa

Integrantes do Comitê Organizador Local (COL) da FIFA começaram na manhã desta segunda (10) as vistorias técnicas nos campos de treinamentos indicados pela Prefeitura, para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014.

A primeira vistoria foi no Estádio Couto Pereira. “É uma etapa importante da preparação da cidade para a Copa, em que são vistoriados os campos que virão a receber as seleções no Mundial, nos treinamentos pré-jogo”, disse o prefeito Luciano Ducci, que acompanhou a vistoria.

A segunda vistoria nesta segunda de manhã é a do CT da Graciosa, do Coritiba. À tarde, serão vistoriados o Trieste Futebol Clube, em Santa Felicidade, e o Ecoestádio Janguito Malucelli, do Corinthians Paranaense.

Amanhã serão vistoriados os CTs do Caju e Ninho da Gralha e o estádio Durival Britto e Silva. “Curitiba tem excelentes opções para campos de treinamento”, disse o gestor da cidade para a Copa, Luiz de Carvalho.

A equipe técnica da FIFA é formada por Frederico Nantes, gerente de Competição e Serviços às Equipes, pelos consultores de estádios do COL, Carlos de La Corte, e João Pedro Caetano, pela agrônoma Maristela Kuhn, consultora de gramados, e por Renato Rolim, do escritório de acomodações da FIFA.

Após as vistorias, o Comitê Organizador Local da FIFA fará um relatório para definir quais os locais indicados irão ser os Campos Oficiais de Treinamento (COTs) para a Copa do Mundo 2014. Esses locais serão utilizados pelas seleções antes dos jogos oficiais para um treino na cidade. As partidas serão disputadas na Arena da Baixada.

Os sete locais que serão vistoriados foram indicados pela Prefeitura no caderno de encargos da FIFA, quando o município se candidatou como cidade-sede em 2007.

3 Comentários

  1. O Paraná perde com esta concentração de eventos em Curitiba. A cidade já é sub-sede e quer concentrar toda a estrutura de treinamento também. O turismo no resto do Estado vai prá cucuia. Além de gerar oportunidades para outros municípios que também possuem estrutura para treinamento e hospedagem, a descentralização aumenta o fluxo turístico em todo o Paraná. É bom pensar pelo menos nos dois outros destinos indutores de turismo do Paraná, Foz do Iguaçu e Paranaguá. Pensar no que o turista torcedor quer ver além dos jogos é uma boa pedida.

  2. Fique tranquilo LUIS AFFONSO

    Tudo q vci sobrar pra cidade é divida, o turismo ficará restrito a 3 semanas de hotéis cheios. Acabou a fase de grupos, não se fala mais em Curitiba.
    Ficam as divida$$.

Comente