Uncategorized

Viaturas acabam de
sair do apartamento de Eduardo Requião

Várias viaturas policiais acabam de sair da casa de Eduardo Requião. Os policiais realizaram um mandado de busca e apreensão no apartamento do ex-superintendente da Appa e saíram com alguns objetos e papéis.

Eduardo Requião vazou. Segundo fontes da família, está em Miami, o balneário de sua preferência, onde tem negócios e goza de boa reputação, diferentemente do cais no porto.

15 Comentários

  1. Para quem costuma ser falante e saber de tudo, o Big Brother não posta nada há mais de 15 horas… será que perdeu a língua…

  2. Então agora ele será declarado foragido da justiça, não eh?
    Ou o tal Daniel vai ser o bode da quadrilha?
    Esse com certeza vai aceitar a delação premiada.
    The house is down!

  3. Pelo menos sobraram os dólares do guarda roupas. Aqueles que a empregada devolveu e que a polícia não achou.

  4. Vocês sabem por que o Dudu doidão está lá em Miami? É porque alguém da famiglia comprou um apartamentaço daqueles por lá. Quem me contou foi um passarinho, e ponho fé nele. ACarlos

  5. CAÇADOR DE PETISTAS Responder

    O Rqeuião protegeu este canalha por oito anos. Tem culpa no Cartório também.

  6. Ué!, mas se a Interpol está trabalhando no caso, encontrar Naná em Miami é tirar pirulito da boca de criança, não? Oh, dor!
    Tanta arrogância, tanta falação em nome dos pobres e oprimidos – luz fraterna, leite para às criancinhas – e agora, essa bananosa para mostrar que nada é a expressão da verdade quando, no fundo, bem lá no fundo, a verdade é pisoteada por interesses outros, que não o do povo sofrido desta república – não de abanas! – mas de corruptos de carteirinha e eternamente de plantão.
    Enquanto estão no poder são fortes, poderosos, falam grosso. Depois, bem, aí é outra história e o negócio é picar a mula, né?..
    Mas, aqui entre nós: Naná dessa foto acima está um charme americano, não? Isso dá uma capa (de jornal) e tanto, pois pois?

  7. Vovó Naná Requião de Mello e Silva tem que explicar como foi que comprou esse apartamento da Rua Gutemberg, no Bate, logo alguns meses depois de chegar quebradíssimo no Porto de Paranaguá. Deve estar no nome da Ana, companheira dele, com a qual nem é casado…

Comente