Uncategorized

Governo analisa propostas de fórum de entidades paranaenses

Com a determinação de promover um governo de diálogo, o governador Beto Richa disse ontem (18), em encontro do Fórum Permanente Futuro 10 Paraná, em Curitiba, que o governo vai analisar e implantar propostas reunidas em seis anos de debates promovidos pelas entidades que compõem o fórum. “As contribuições da sociedade organizada para a promoção do desenvolvimento econômico e social do nosso Estado não podem ficar apenas na teoria”, disse Richa.


Uma comissão com representantes das secretarias de Estado da Infraestrutura e Logística; Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul; Educação e Planejamento vai trabalhar em conjunto com o Fórum. O grupo irá debater a melhor forma de incorporar ao Plano de Governo as propostas prioritárias elencadas em um documento entregue ao governador pelos representantes das entidades. Investimentos em infraestrutura e em educação; incentivo ao empreendedorismo e à inovação e ética na gestão pública são os aspectos prioritários listados pelo grupo. O documento é resultado de seis anos de debates em oito cidades-polo do Estado, envolvendo a participação de mais de 5 mil lideranças empresariais, comunitárias e políticas.

O governador disse que seu estilo é conhecido pela maioria dos integrantes do fórum e que tem um histórico de parcerias feitas na prefeitura de Curitiba com entidades como a Associação Comercial do Paraná (ACP) e a Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio). Segundo ele, esse modelo – baseado na atenção e no respeito às pessoas – será replicado para o Estado, porque o objetivo do governo é melhorar a vida dos paranaenses. Richa falou da situação difícil em que encontrou o Estado, com déficit financeiro de R$ 4,5 bilhões, falta de investimentos em infraestrutura e reduzida capacidade de investimento em geral. As informações são da Agência Estadual de Notícias.

Comente