Uncategorized

Software livre?

O ex-governador Roberto Requião (PMDB) poderia dar uma olhada no relatório e inventário de como a Celepar foi encontrada pelo atual governo. O tal uso de software livre é um delirio, pois quase todos os órgãos públicos usam software piratas de alguma grande empresa nacional ou internacional. E mais, a direção da empresa atual herdou 14 milhões de contratos não assinados, 8 milhões de contratos não convalidados pelo seu sucessor Orlando Pessuti (PMDB), 9 milhões de contratos que sofreram cortes da SEPL e um total de 13 milhões de ações trabalhistas. E pior, faltam 94 milhões para recuperação do parque de informática e para investimento no parque do TI, que é da era dos nossos avós.

20 Comentários

  1. E ainda tem gente que da um mandato de 8 anos no senado para um politico desses. Requião só tem discurso, ilude os ignorantes com suas palavras que nem ele acredita… Ainda bem que começamos a experimentar um novo tempo no Paraná.

  2. Acho que você não deve associar, software livre com software pirata, pois uma coisa não tem nada a ver com outra. A opção por software livre, vem justamente para corrigir este legado, herdado não só da gestão do governo Requião, mas sim de outras anteriores. Antes de tudo, o blogueiro deve se informar melhor.

  3. E AQUELE DEPUTADINHO DE QUARTO MANDATO PAI DOS FIÉIS LARANJAS,SE INTITULA PAI DO SOFTWARE LIVRE,PQ NAO APRESENTA UM PROJETO QUE PRESTE NA ALEP,OU SÓ TÁ INTERESSADO EM INRIQUECER SEUS PASTORES E FILHOS

  4. Meu Deus, quanta coisa debaixo do tapete… quanta improbidade… e ainda querendo aparecer e dar uma de bão com aposentadoria… quantas máculas morais………….

  5. Chama a Polícia Federal……CADEIA NESSA QUADRILHA….que “governou” o nosso querido Estado do Paraná….

  6. Pelo que vejo nos comentarios acima, esta cheio de viuva do Requião, pois insistem sempre em falar ” do tempo do Lerner”, caramba ja se foram quantos anos?, até quando tudo o que Requião fez de errado sera culpa do Lerner…

  7. A culpa é do Governo Orlando Pessuti, e não do Governo Requião. E se há software pirata nas secretarias não é culpa da Celepar.

  8. Desde quando software pirata em “vários orgãos do governo” é de responsabilidade da Celepar? Vai ver se no Detran-Pr, onde a Celepar desenvolveu sistemas e fez a migração para o Debian Paraná Desktop tem algum software pirata. E diga-se de passagem que desde a posse do governador Beto Richa e a nova diretoria da Celepar os links para os softwares desenvolvidos pela Celapar estão off-line, inclusive o sistema operacional Debian Paraná Desktop.

  9. Realmente, software livre é muito ruim… ruim para a Microsoft e outras gigantes pelo mundo afora.

  10. Concordo com o Hildebrando, primeiro tem que se informar o que é software livre, depois comentar, o problema não é o software livre, o problema é de gestão do mesmo, se a gestão foi incorreta, imagine se fosse feita com software proprietário? Alguém aí já viu quanto sai uma licença de um sistema operacional? Multiplique isso pelo parque de máquinas do estado…

  11. Isto é e sempre foi assim Responder

    Realmente, se tem sw pirata não é culpa da celepar, mas o que Não tem e bota NÃO TEM MESMO NADA, aí sim é culpa da celepar e da incompetencia de diretores antigos e atuais q não mudaram NADA.

  12. Eu uso o Software Livre Responder

    Bem, sou terceirizado e uso o software Livre fornecido pela Celepar, embora seja um sistema já desatualizado, eu o uso. Eu acho que vai muito do funcionário que utiliza o computador também, que pode “pedir” pra instalar o software proprietário porque acha mais fácil de utilizar…

  13. Acredito que todos estão querendo puxar a sardinha para a sua brasa. Software livre não quer dizer de graça. Tem todo um custo por trás, de desenvolvimento, estrutura, treinamentos, etc.
    Podemos dizer que dependendo da complexidade do trabalho podemos utilizar sim de software livre em estações magras ( Com linux e um browser para acessar algum software web desenvolvido em java ou até mesmo acessar algumas planilhas e editor de texto).
    Mas desafio qualquer um a fazer uma simulação hidráulica complexa no caso da Sanepar (e deixarmos uma população inteira sem água por causa de um erro de projeto e simulação do software), ou até mesmo algum software livre para o uso em automação(SCADA) de bombas e estações de tratamento , que funcione 100%.
    Então rapaziada….tudo na vida depende….não dá para ser 100%, tem que ponderar.

  14. É estranho essa turma falar em obsolescência, esquecendo o estado que deixaram a Celepar quando saíram do governo.

Comente