Uncategorized

Alvaro Dias pede
desculpa aos trabalhadores

“Muito mais que homenagear, devemos pedir desculpas aos trabalhadores, pela nossa incapacidade em atender seus justos reclamos”. Foi esta a afirmação do senador Alvaro Dias (PSDB-PR) na manhã desta segunda-feira (02) na tribuna do Senado, durante a sessão especial que celebrou o Dia do Trabalho. Alvaro Dias contestou a alegação de que o país não tem como pagar um piso maior. O salário mínimo teve este ano o menor reajuste dos últimos 18 anos.

“Também tentamos aprovar reajuste automático no valor das aposentadorias e a justificativa foi igual: não há recursos. Mas quantas medidas provisórias aprovamos para que o BNDES possa emprestar a empresas, a juros subsidiados? Quantas aprovamos liberando recursos para construção de estádios de futebol, favorecendo empreiteiras?”, indagou.

O senador condenou a justificativa de que a Previdência Social seria deficitária. Ele disse que não informam que recursos da Previdência são desviados para outras atividades. Álvaro Dias ainda demonstrou preocupação com o aumento da inflação

Na opinião do senador, todos os parlamentares – oposição ou governo – devem pedir desculpas ao trabalhador brasileiro.

11 Comentários

  1. Um pelo menos teve a coragem e o desprendimento , de defender os trabalhadores, cade a gleis senadora do pt, que apresenta um monte de baboseiras, apenas para aparecer. Parabens alvaro dias.

  2. E ele não vai pedir desculpas pelo período em que foi governador do Paraná e arrochou o sálario do funcionalismo público enquanto que para construir estradas com placas com o nome dele eram plantadas pelos quatro cantos do Estado??? Dinheiro pra isso tinha, pra pagar o que era justo pro funcionalismo não!!!
    Cheguei a a ganhar naquela época 1.3 sálarios mínimos, enquanto no governo anterior a média era de 7 sálarios mínimos!!!
    Ora Senador, voce não é nada melhor do que o governo a qual faz oposição!!!!!

  3. Daqui a pouco o nariz do Álvaro vai começar a crescer, igualzinho àquele personagem das estórias infantis. Pelo menos desta vez não bateu boca com a Barbie. Tony

  4. Ora,não se assustem.
    É assim que funciona.
    Uma vez no poder é um discurso,apeado do poder o discurso muda.
    É assim com todos os partidos no país.

  5. No Governo deste cidadão fiquei com 250% de defasagem salarial. Segundo os sindicatos, nos governos Álvaro e Requião, por atrasarem a implantação de gatilhos salariais, o estado pagava 1/3 dos salários com o resultado de aplicações financeiras. E quem é que controlava estas aplicações????

  6. hum. cade? hum, sei la, onde foi? e mesmo a nossa querida e ilustre defensora dos trabalhadores sumiu. cade voce gleise , e pelo jeito o poder ja subiu a cabeça , mas tenho que adnitir este alvaro dias e porreta hem, deveria ser nosso proximo presidente bagagem ele tem de sobra

  7. E desculpa por criar o irregular redutor salarial quando governador, que foi necessario 25 anos para resolver na justica …
    E a desculpa por cavalgar sobre as professoras …
    E a desclpa por nao aconselhar seu irmao aposentar …

  8. O Botox subiu à cabeça e provocou amnésia… Certamente, com suas desculpas tardias, o senador estava se referindo à politica de terra arrasada da era FHC. 8 ANOS COM REAJUSTE NEGATIVO de salário dos servidores e o dolar a R$ 4,00.

  9. Parreiras Rodrigues Responder

    Os sindicatos – a maioria pelega, pratica a tática de séculos idos. A do pão e circo. Festa para a tigrada, sorteios e shows. De discussão sobre a extinção da contribuição sindical, da jornada de 40 horas, nem um pio.

  10. Então toma vergonha na cara e luta pela segurança, escolas com qualidade, saude, moradia..tem tanta coisa a ser feito…TOMA VERGONHA CORINGA…

Comente