Uncategorized

Servidores sem função podem escolher Pasta

Marcela Rocha Mendes da Folha de Londrina
Foto Nani Gois

O presidente da Assembleia Legislativa, Valdir Rossoni (PSDB), quer dar mais uma chance para que os servidores sem função da Casa voltem a trabalhar. Depois de celebrar convênios para cessão dos efetivos à Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Seju) e com o Colégio Estadual do Paraná (CEP), Rossoni disse que vai abrir a oportunidade para que eles decidam onde querem trabalhar na administração pública.

Os 119 servidores sem função, entre eles 15 médicos, do Legislativo terão até amanhã para decidir se querem ser cedidos para outro órgão. Eles vão receber o salário normalmente até esse dia. Depois, caso optem por ficar onde estão, serão colocados em disponibilidade nas próprias casas, mas terão o salário reduzido.

”Nós estamos com toda diplomacia querendo convencê-los a ir atuar em outros órgãos. Alguns chegaram lá (na Seju) e disseram que não podiam trabalhar no horário oferecido. São pessoas que estavam acostumadas com o jeito antigo que a Assembleia era”, disse o presidente. O balanço de quantos servidores já foram cedidos para a Seju ou para o CEP ainda não foi finalizado porque, segundo Rossoni, as conversas têm sido diárias.

O termo de acordo e cooperação entre a Assembleia e a secretaria tem prazo de um ano. Caso algum servidor decida por atuar em outro órgão do Executivo, será preciso firmar um novo convênio entre os dois.

12 Comentários

  1. O funcionário de carreira do Estado do Paraná quando quer trocar de secretaria tem que implorar e os bonitões aí podem escolher onde querem trabalhar. Faça-me um favor!!!

  2. TODOS OS DIAS LEMOS EM TODOS OS JORNAIS ESCÂNDALOS, E SEMPRE UM POLÍTICO ESTÁ ENVOLVIDO.

    NO MEU ENTENDER ESSES APROVEITADORES DEVERIAM SER PUNIDOS, MAS ISSO NÃO ACONTECE E INFELIZMENTE VAI DEMORAR MUITO PARA QUE ISSO ACONTECE, POIS OS QUE JULGAM NÃO PASSAM DE MARIONETES NAS MÃO DAS FAMÍLIAS(POLITICOS) QUE DOMINAN O NOSSO ESTADO.

    VERGONHA ……….

  3. Quem autiorizou a contratação ou concurso de servidores sem função. Essa é pergunta que gostaria de ver respondida. Nome aos bois, por favor….

  4. Não sou servidor da Alep, mas se fosse pediria para ir para a Secretaria de Esportee, Lazer e Turismo, porque aí faria o que mais gosto, esportes, lazer e turismo. E isto tudo pago com dinheiro público. É bom ou não é? Pena que não sou servidor da Alep. Tony

  5. E ai como fica o caso do diretor administrativo demitido Altair homem de confiança do Rossoni, vai devolver o dinheiro que recebeu da ma~e dele da ALEp, ou vai ser esquecido pelo Ministério Publico também. O Altair sempre foi o irmãozinho do Rossoni pois chegou a cunhado do Rossoni é só pesquisar. Que sacanagem e a imprensa esqueceu do Altair rapidinho. Ei Gazetona vcs também só gostam de bater no Bibinho .

  6. Faça um convênio com o inferno.
    Esse povo pensa que estão aonde, no reino de faz de conta.
    Se querem moleza, mande eles para a fábrica de maria mole

  7. alguns funcionarios peden a disposição não da porque o tribunal de contas não libera mais com onus agora estes funcionarios vão ser liberados com onus para a alep e o tribunal de contas libera não da para entender
    nada

  8. Olha, eu também vejo muitas coisas erradas em nosso estado, em nosso país e em vários municípios. Mas aproveito este espaço para dar um voto de confiança ao Rossoni, mesmo, talvez, não sendo as atitudes que a grande maioria de nós indignados queríamos que ele tomasse, temos que reconhecer que ele vem tirando muitos pica-paus do oco. E também, temos que reconhecer as pressões que ele não deve estar sofrendo. Mas mesmo assim está tendo coragem de enfrentar.
    E quanto aos médicos ociosos, gostaria de lembrar que tem muitos municípios pequenos que não conseguem contratar médicos, por falta de recursos ou por falta de profissionais interessados. Tá na hora do estado fazer uma cessão destes profissionais em favor destes municípios. Vamos colocar este povo para trabalhar.

Comente