Uncategorized

Corregedoria apresenta balanço após denúncias da CPI das Falências

A Corregedoria-Geral do Tribunal de Justiça (PR) apresentou um balanço das inspeções feitas até o momento nas Varas da Fazenda Pública de Curitiba, nesta sexta-feira (13). Um dos principais motivadores dessa averiguação foram as denúncias apresentadas pela CPI das Falências, conforme nota do órgão de fiscalização do Judiciário.

“A antecipação das inspeções nas Varas da Fazenda Pública, Falências e Concordatas ocorreu em razão da instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito, pela Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, para investigar supostas ilegalidades cometidas nas ações falimentares e a partir de pedido específico da Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar)”.

A CPI está paralisada por uma liminar dada pelo TJ-PR. Nesta semana, a procuradoria jurídica da Assembleia entrou com recurso para cassar a medida. A expectativa é que até sexta-feira próxima (20) o Judiciário se pronuncie.

Para o presidente da comissão parlamentar, deputado Fábio Camargo (PTB), o levantamento feito pela corregedoria mostra que a CPI fez uma apuração correta e minuciosa até o momento, sem em nenhum momento ser tendenciosa.

“O trabalho da corregedoria só vem corroborar a transparências dos poderes. Que ambos podem trabalhar junto para levantar os problemas e corrigi-los para o bem comum, sem que em nenhum momento um poder entre em conflito o outro”, frisou o deputado.

3 Comentários

  1. Querem pegar no pé do Judiciário…deveriam fazer uma CPI nos processos contra Prefeitos e ex-Prefeitos…tem Conselheiro, que vai na Casa do Juiz à noite, com Deputado a tiracolo…para defender seu apadrinhados Prefeitos….

Comente