Uncategorized

Mais vítimas da VC procuram a polícia

Fernanda Deslandes do Paraná Online

Pelo menos 30 pessoas descobriram que foram lesadas pela VC Consultoria, depois de conhecer os golpes aplicados pela empresa. Elas procuraram a Delegacia de Crimes contra a Economia e Proteção ao Consumidor (Delcon) ontem, e foram incluídas no inquérito que investiga as fraudes na concessão de empréstimos consignados a aposentados e pensionistas.

“Muitas outras pessoas procuraram as delegacias mais próximas de suas residências”, afirma o delegado Jairo Estorilio, titular da especializada. Os boletins de ocorrência abertos nos distritos deverão ser encaminhados nos próximos dias à Delcon, que irá unificar as denúncias.

A maioria das vítimas que procuraram a polícia viram na imprensa as notícias sobre as fraudes da VC Consultoria, buscaram documentos recentes e descobriram que também foram lesadas. “Quase todas relataram que não pediram empréstimo algum, e não sabem como aquele dinheiro foi depositado na conta”, explica o delegado.

Mandados

As investigações sobre a ação da quadrilha continuam sendo realizadas em parceria com o Núcleo de Repressão aos Crimes Econômicos. Outros mandados de busca e apreensão foram cumpridos ontem e alguns serão cumpridos ainda hoje no Rio de Janeiro, estado onde a VC Consultoria também atuava.

Permanecem presos Alexandre Rafael Nascimento Santana, 27, gerente da empresa, Letícia Justimiano dos Santos, 23, que tinha a empresa registrada em seu nome, Neviton Pretti Caetano, 59 anos, apontado como líder da quadrilha, sua esposa Shirlei dos Santos Ramos, 36, Arnaldo Weber Júnior, 42, o “Juca”, e Neide Fernandes, 43.

1 Comentário

Comente