Uncategorized

Haddad arruma briga com Requião

Do Conexão Brasília

O ministro da Educação, Fernando Haddad, escapou hoje de uma polêmica no Senado e se jogou em outra. Ele havia confirmado presença em uma audiência na Comissão de Educação, presidida pelo paranaense Roberto Requião (PMDB), para debater o uso de livros didáticos avalizados pelo ministério e que trazem elogios ao governo Lula e críticas à gestão FHC.

O ministro não compareceu e mandou em seu lugar três funcionários do MEC. Requião não gostou nadinha do “cano” de Haddad e simplesmente dispensou a participação dos funcionários. Segundo o senador Cristovam Buarque (PDT-DF), a decisão de não ouvi-los foi tomada pessoalmente por Requião.

A sessão, contudo, prosseguiu. O único a debater com os senadores foi Jorge Yunes, presidente da Associação Brasileira de Editoria de Livros Escolares.

Haddad deve ser convidado para outra audiência. E, além dos livros que dão tratamento diferenciado aos ex-presidentes, terá de falar sobre a polêmica em torno dos livros com problemas de português.

21 Comentários

  1. mas do que o requião reclama? na alep ele sempre mandava algum “entendido” pra falar no lugar dele… oras

  2. Quer dizer que os livros didáticos tecem loas ao luladrão e desmerecem outros presidentes? Realmente, é um governo de merda, liderado por uma bandida desqualificada e que não faz absolutamente nada em prol de uma educação decente no Brasil.
    Eii o caminho para uma ditadura civil.
    MILITARES, ACORDEM, PONHAM SEUS TANQUES E SOLDADOS NAS RUAS

  3. Ministro não pode ter medo de ir no Congresso se explicar! Em qualquer regime sério, a ida de ministros ao Congresso é ato corriqueiro.

  4. Roberto Requião, presidente da Comissão de Educação.
    Maurício Requião, melhor secretário de educação do mundo.
    Realmente o analfabetismo assola este país.

  5. Que eu saiba um livro didático não deve tomar paritdo de alguém e sim ser um instrumento de ensino……….

  6. Vigilante do Portão Responder

    Não sei,

    Um Mentiroso e
    um Incompetente..

    Ou seria:

    Um Incompetente e
    um mentiroso?

  7. É bom que esse senador bufão prove do próprio veneno. Autoritário, arrivista, nunca se importou com ninguém quando governou o Paraná. Lá em Brasília, apesar de presidir a Comissão de Educação, não é levado a sério. E à medida que passar o tempo, ficará ainda mais esquecido. Logo, logo, viverá a mesma situação do protagonista do livro de Gabriel Garcia Marquez: “Ninguém escreve ao coronel”. Ou seria, “ninguém escreve ao senador”?

  8. E ainda falavam do Paulo Renato… Esse ministro Haddad ja teve bronca pelo Enem, livro que ensina “tudo nóis” a falar corretamente e agora querendo tendenciar os estudantes para acharem que Lula mudou o Brasil. Tenha paciência!

  9. Carlitos Esteves Responder

    O senador Requião, como presidente da Comissão de Educação, deveria levar o seu irmão Maurício para assessorá-lo, pois este já foi o melhor secretário de Educação do planeta, entende de tudo na área e tem disponibilidade de tempo. Seria a consagração do senador e com certeza a educação no Brasil iria melhorar muito.
    O primeiro projeto que seria proposto ao MEC seria colocar uma TV laranja em cada sala de cada escola do país. Isso sim seria uma revolução.

  10. PARABENS PARA O MINISTRO HADAD, NAÕ TEM QUE FALAR NADA, COM ESTA BESTA DE SENADOR. O REQUIAÕ QUE VA SE ENTENDER COM O TOM TOM SE ELE TBEM QUIZER PAPO. PARE DE NOS ENVERGONHAR SENADOR CANALHA E VAGABUNDO

  11. PERFEITO. POR ESSA MEDIDA TOMADA PELO SR. MINISTRO, PODE SE AVALIAR O GRAU DE IMPORTÂNCIA QUE TEM ESTE senador EM BRASÍLIA. E A CULPA NÃO É DO “bob req” E SIM DOS ELEITORES MAL INFORMADOS QUE O ELEGEU.

  12. Excepcionalmente ele está certo. Mas não grande mérito usar só excepcionamente do bom senso.

  13. Com toda a aversão que tenho à atual versão bolivariana do Requião, ele está totalmente coberto de razão.
    Quem é esse Hadad, aliás o pior dos piores ministros que esse país já teve, vide problemas com provas do Enem, Prouni etc, etc, para desqualificar um compromisso dessa grandeza, onde ele tem obrigação sim senhor, de prestar esclarecimentos sobre a sacanagem que virou esses livros didáticos, transformados em criminosas cartilhas socialistas!

  14. Depois do Temer, o msinistro Haddad é o maior bagre ensaboado com gosma de escargô africano. Por suas trapalhadas já devia ter sido expurgado por lula. Com todos os defeitos, o Requião fez muito bem em chamá-lo às falas para o ministro tentar explicar sua responsabilidade no MC. Se ele se nega, é porque tem muito a esconder do público; até esse episódio do livro que tenta introduzir nas escolas o “tar lulês da zelite”.

  15. Apoiado velho, a falta de educação do ministro da Educação é mesmo de doer. Tony

Comente