Uncategorized

Traiano condena demagogia com pedágio

A iniciativa do governo Beto Richa de abrir negociações para baixar as tarifas do pedágio foi defendida nesta terça-feira na Assembléia pelo deputado Ademar Traiano (PSDB), líder do governo na Assembléia.

Traiano questionou a postura de deputados do PT que condenaram disposição do governo de negociar. “Não podemos voltar aos discursos vazios que resultaram no estelionato eleitoral do ‘baixa ou acaba’”.

“A decisão de negociar é madura e séria. Durante seis meses cessam todas as ações, tanto por parte do governo quanto das concessionárias”, destacou o deputado. “O pedágio é um problema que não vai ser resolvido pela discurseira, pela bravata e pela demagogia.

“Ouvi o deputado Péricles Mello dizer que não teria como baixar o lucro das empresas”, disse Traiano. “Não é verdade. Falei com o secretário e ele me garantiu que não disse a frase registrada pela Gazeta do Povo”.

“O que não se pode começar uma negociação com posições irredutíveis. Vamos voltar àqueles impasses que nos imobilizaram nos últimos oito anos”, acrescentou Traiano.

“O governo Roberto Requião, apoiado pelos deputados do PT, ficou 8 anos fazendo discursos inflamados e dizendo que iria reduzir o pedágio. Requião não reduziu o pedágio, as tarifa ao longo dos últimos oito anos só subiram. E o ex-governador ainda abriu uma praça de pedágio nova na Lapa”, lembrou Traiano.

Traiano lembrou ainda que o governo petista do Rio Grande do Sul estabeleceu um sistema de pedágio na década de 90 com preços idênticos aos do Paraná. Por isso “estranho muito que os deputados do PT agora dizem ter uma fórmula mágica para resolver o problema das tarifas”.

18 Comentários

  1. O pedágio nunca vai baixar, e nunca via acabar. Talvez, se formos inteligentes e rápidos, quando eles vencerem lá em 2000 e alguma coisa, eles não sejam renovados. Mas, por ora, falar em pedágio é pura roubada, porque só se fica na discurseira, como a do deputado tucano. O velho disse que o pedágio acabava, e não acabou. E muito menos baixou, o que é muito pior. Tony

  2. É lamentável que o próprio secretário de estado queira começar uma negociação com as concessionárias afirmando que não irá mexer nos lucros das empresas que ja assaltaram por muito tempo os bolsos dos motoristas. Parece que realmente a era Lerner está de volta cuidado paranaenses daqui a pouco volta a idéia de vender a Copel e o patrimônio dos paranaenses, pois a dignidade dos usuários ja foi entregue para as concessionárias.

  3. Demagogia, como assim?
    Se o secretário de transportes avisa que começará uma negociação com as concessionárias, mas sem ter esperanças de conseguir a redução das taxas de retorno das concessões, o que mais poderá ser feito, além de aumentar o tempo de concessão ou subsidiar as tarifas?
    Ou seja, mais uma vez, como na era Lerner, as duas partes estão do mesmo lado da mesa, aquele lado que visa tão somente o lucro, a despeito da qualidade do serviço e modicidade da tarifa, este último, aliás, é um princípio geral de qualquer concessão de serviço público, tal como consta na lei de concessões.

  4. Este filme de horror já assisti. Assisto toda vez que pago o mais caro pedágio do Brasil. Este filme tem assinatura do Jaime Lerner, aliás da turma do PSDB que está no poder. Bob Req, o mais louco dos loucos, ficou louco e não conseguiu baixar o pedágio. Tenho certeza absoluta que o Beto não tem cacife para tal façanha. Tenho certeza com todas as letras que o nobre deputado Traiano nunca pagou pedágio com o seu própio dinheiro. “Viva o Brasil, viva a demagogia”

  5. E o milionário passivo judicial ocasionado “pela discurseira, pela bravata e pela demagogia” como é que fica, deputado Traiano ?

    A sociedade como sempre vai pagar o pato, o mico e a fatura ?

    Nenhuma responsabilização dos governantes estelionatários que “pela discurseira, pela bravata e pela demagogia” ocasionaram o prejuízo ao erário público ?

    Obs.: as próprias concessionárias indicaram estimativa disso – 300 milhoes, em 2009/10.

  6. Eu vejo seguinte, nós pagamos IPVA. Parte deste deveria ser utilizado nas obras destas estradas. Negocia-se com as concessionárias para baixar o custo em função disto.
    Agora, vamos deixar de ser hipócritas também. O pedágio para SC é bem mais baixo, só que a rentabilidade é maior do que estes antigos do PR, isto em função do tráfego.

  7. Murilo Álvaro Viezzer Responder

    Meu avô votou em Roberto Requião pois ele acreditou que os pedágios iriam acabar, meu avô e Requião irão morrer um dia enquanto os pedágios continuarão…

    Que o erro nunca mais se repita…

  8. o PT é ótimo quando está na oposição. resolve tudo, é o partido mais ético, só se preocupa com o povo, tira de letra qualquer problema como esse do pedágio. quando chega ao poder é dólar na cueca, é o milagre da multiplicação do patrimônio.

  9. Parreiras Rodrigues Responder

    Calma gente. O pessoal nem sentou na mesa das negociações – o que é falta de educação, pois o correto é sentar-se À mesa, e vocês já estão preestabelecendo as condições?

    O Antonio Carlos não acredita numa possível baixa, porque “o velho não acabou”.
    O ex- gov., Antonio Carlos, mania de brabo, só entrava na Justiça contra os aumentos, e dê-lhe derrotas, pois o contrato foi muito bem amarrado. Nunca convidou para uma conversa donde surgisse uma proposta de revisão.

    Notam que os tempos são outros?
    Mas, Brastemp, concordo, nunca vai ser.

  10. Será resolvido, na base do entreguismo.
    Aumenta o prazo para mais uns 20 anos e vocês fingem que abaixam ou que duplicam as pista.

  11. Srs., deixem o tempo passar,2022 está chegando, onde finalmente acabaremos com esta roubalheira………………………

  12. Simples, é só incentivar os usuários a furar o pedágio em protesto, tenho certeza de que as empresas vão baixar os preços.

    E o mais interessante é que você só leva multa se tiver um policial no espaço do pedágio e lhe der o flagrante, se te pararem depois não podem multar pois as imagens do sistema de segurança do pedágio não servem como prova, pois não é permitido uma prova de um sistema particular para aplicar uma multa no sistema público.

  13. O Beto é um tremendo de um demagogo,na Convenção do PSDB ele disse que obrigaria as Concessionárias a duplicar as rodovias,ora meu caro piá de prédio,já está no contrato que a partir de 2011 as concessionárias terão que duplicar as rodovias,mas se por acaso baixar o pedágio as empresas pediram um prazo maior para fazer a duplicação,ou seja não existe milagre.Piá de prédio vá empinar pipas!

  14. Veja só quem está negociando “O PEPE”, chega… não precisa falar mais nada……….

  15. As praças de pedagios com belas estruturas de encher os olhos só serve para politicos subir em cima e usarem como palanque de campanha pois quando as estradas do estado estava matando quem passava por elas pela qantidade de buracos que tinha era usado como campanha também para se promoverem e tentar ganhar alguns votos. só que só ficava na conversa, assim como esta hoje só na conversa sem resultado concreto. E O POVO ÓÓÓ , SÓ TOMANDO AQUELE REFRESCO, COM UM MONTE DE IMPOSTO A PAGAR E O RETONO ÓÓÓÓ. SOMOS FELIZES?

Comente