Uncategorized

Dos 55 carros da Assembleia, 48 foram roubados

O 2º secretário da Assembleia Legislativa, deputado Reni Pereira (PSB), entregou nesta terça-feira (24) ao presidente Valdir Rossoni (PSDB) o relatório preliminar da Comissão de Patrimônio sobre a situação dos veículos da Casa. Com base na relação oficial, 55 carros estavam em nome do Legislativo. Mas apenas seis encontram-se ativos e já estão sendo recuperados. Um deles, embora ativo, ainda não foi localizado. Os outros 48 foram furtados ou roubados.

“Como houve um retorno da polícia em relação aos veículos furtados ou roubados, que não foram reencontrados, não teria razão para seguir adiante, já que a Comissão não se presta a investigar”, disse Pereira, lembrando que os carros não encontrados agora não constam mais como patrimônio da Casa. “Dos 55 veículos, 48 serão baixados regularmente, não ficarão mais constando como carros da Assembleia, porque foram furtados há mais de 10 anos. Seis que estão ativos e um, que não foi encontrado, o presidente vai tomar as medidas cabíveis”.

O deputado afirma ainda que as informações foram levantadas no Departamento de Trânsito (Detran), na Secretaria de Estado da Fazenda e Receita Estadual, além da Secretaria de Estado da Segurança, por meio da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos. Sobre o trabalho da Comissão de Patrimônio, ele garante que o objetivo foi cumprido. “A polícia fez a investigação e não encontrou os carros. A Comissão se presta a constatar o patrimônio real da Assembleia e inventariá-lo. Concluímos em relação aos veículos”.

29 Comentários

  1. Quem era o Presidente e o Primeiro Secretario há 10 anos atrás, quando sumiram estes carros ??????????

  2. É lamentável a forma como se cuida do patrimônio público. Qualquer pessoa em particular tendo uma frota de 55 veículos, daria falta se acaso um único veículo fosse roubado ou furtado. Certamente teria seguro da frota e, além da apresentar tempestivamente queixa na polícia, recorreria à seguradora para repor seu patrimônio.
    No caso da coisa pública, é um escândalo que 48 veículos tenha sido “roubado” ou “furtado” sem que o gestor não tenha tomado conhecimento em tempo de acionar a polícia para tentar a recuperação dos bens.
    Também fica evidante que não havia seguro contratado ou se havia, perdeu-se o direito por falta de providências regulametares tempestivas.
    Cada funcionário de posse de um veículo oficial tem que prestar conta do seu paradeiro a qualquer momento. Se houvesse um mínimo de respeito com o cidadão contribuinte esses casos não teriam terminado assim.
    Qurem me fazer acreditar que foram roubados 87% dos veículos da Assembléia? Ah! Por favor. Vão contar essa estória em outro lugar.

  3. A quem era a responsabilidade da frota ?
    Com quem estava lotado o veiculo por ultimo e a quem entregou simples e fácil informação.
    Quem procura acha !

  4. Sidinei.Freitas Responder

    Sério! roubaram quem? o povo que não tem quem o defenda? Ministério Público, ‘GAECO. Polícia Federal…Quem pode ajudar o povo ? seus filhos vão agradecer porque muitos ainda acha que aquí é terra de ninguem…porque Justiça é só para bacana!

  5. Soltando o Verbo Responder

    E os carros supostamente roubados ou furtados, tinham seguro? Em sendo positiva a resposta, onde estão as indenizações?

    Nunca li ou ouvi notícia de carros roubados ou furtados no legislativo paranaense….

  6. Impressionante, sugiro publicar as placas, quem sabe a gente vê rodando por ai e avisa a polícia para recolher.

  7. Aristides Bueno Responder

    Onde ainda chegaremos,e a responsábilidade é de quem?,como é facil somente dizer ,sumiram,desapareceram,DE QUEM É A RESPONSÁBILIDADE,PELA GUARDA DESSE PATRIMONIO? ,depois,afirmam que estão moralizando a administração Legislativa;QUE VERGONHA PARANÁ.

  8. É a maior TAXA de ‘DESAPARECIMENTO’ de veiculos publicos do mundo ! Aonde será que foram parar? Quando foram roubados ou furtados (em que ano?)? Há registro (BO) na delegacia DFRV ? Quem eram os responsaveis pelo veiculo quando desapareceraM? não esqueçam, ISSO é patrimônio dos paranaenses… um furto/roubo do dinheiro dos contribuintes. Acredito que a RPC (Diarios Secretos), conseguirá informações para auxiliar o andamento deste assunto….. MUITO estranho, também isso !

  9. E vai ficar por isso mesmo?
    Escutei o nobre hoje cedo na BandNews, e no trânsito, pensei: Ouvi errado!
    Agora leio a notícia, e estremeço: Ouvi direito, sim!
    Diz o bondoso Remi, que tomarão medidas cabíveis referentes ao que está “desaparecido”. (os demais não estariam desaparecidos?)
    Segundo ele, o resto, só 48, não tem o que fazer, pois já estão com alerta de furto, portanto não é mais problema da Comissão de Patrimônio; então o problema é de qual comissão?
    Quer dizer que somem 48 carros do patrimônio público; desaparecem da noite pro dia, e nada farão além de um burocrático BO? –
    Ôh, deputado, tenha santa paciência. Esse negócio aí já tá mais sujo que pau de galinheiro, e na hora de mostrar alguma coisa efetivamente válida pra sanear um mínimo que seja, o sr. vem com essa molemolência? –
    Não tem quem mande aí? – Quem era o responsável pela guarda e manutenção desses veículos? Sumiram de onde? – Como? – Em que situação? – Brincadeira tem hora!

  10. Essa é pro Dep. Remi, e demais mebros da tal Comissão de Patrimônio:
    Tirei o serviço militar no Quartel do Boqueirão, e como recruta, me deram uma tarefa digna dos 12 trabalhos do Hércules: Pintar os ímóveis da corporação.
    Eu gastava um brocha (espécie de pincel) a cada dois ou três dias, portanto tinha que trocar. Ocorre que pra pegar a nova, exigiam a velha, ou o que sobrara dela.
    Sem os restos mortais da dita cuja, descontavam do meu parco soldo, o equivalente a uma peça nova!
    Tão simples, como fazer coisas bem feitas!

  11. NA ASSEMBLEIA TUDO É ESQUISITO, ATÉ AS PALAVRAS TEM UM NOVO SENTIDO.
    NESSE CASO A PALAVRA ROUBADO PODE-SE LER………

    VENDIDO, DOADO, EMPRESTADO, PERDIDO, DESTRUIDO, ETC, ETC….

    OU SEJA MAIS UM PÉSSIMO EXEMPLO DE COMO NÃO SE DEVE ADMINISTRAR UM BEM PÚBLICO.

    A ASSEMBLEIA ESTA DE PARABÉNS MAIS UMA VEZ !!!

  12. Olha eu Duvido que tenha homem de vergonha na cara que ache estes carros, este tipo de denuncia não e novidade, seria novidade se o presidente que se diz o cara tome providencia, Mas não afinar como fez em outros casos, MAS EU DUVIDO DE VERDE E AMARELO QUE ALGUEM FAÇA ALGUMA COISA DUUUUUVIIIDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO.

  13. "Sherlok Gomis" Responder

    Eureka! Extra! Extra! Extra! Decobri o que aconteceu: como foram retiradas as grades no entorno da Assembléia, aqueles que estavam “presos” aproveitaram para fugir! É óbvio!

  14. Como vocês são “maldosos”, o Paloquio fez uma consultoria sobre a frota da Assembleia!!!!!!!

  15. Foi decretado , na alep, que a frota de mais de 150 carros , seria extinta, pois bem ,foram relacionados , todos os deputados tiveram que devolver os carros , alguns relutaram, foram buscar carros até em fazendas , no interior do estado, os carros ficaram expostos, no estacionamento da rua dep mario de barros,e as pessoas , não podiam ver, nem entrar, , chegou o dia do leilão,sumiram todos os carros , presuposto, que foram arrematados,paagos , e seus donos, sairam felizes pois tinha carro do ano vectra etc.mas tinha um responsavel pela relação, para a entrega, cuidava dos carros,quem eram essas pessoas, é facil descobrir.não precisa nem ser detetive.

  16. Mírian Waleska Responder

    A pergunta não é QUEM ROUBOU a pergunta é QUEM FOI QUE NÃO ROUBOU OS CARROS DA ASSEMBLÉIA? FICA MAIS FÁCIL SE INVESTIGAR PARTINDO DESSE PRINCÍPIO.
    mas que barbaridade hem…

  17. Como os nobres não ficam a pé, não duvido que já estão comprando carros novos importados ,,,,,,
    A ALEP e os seus ratos, têm solução, é chama-se pólvora.

Comente