Uncategorized

30 mil mandados de prisão estão pendentes no Paraná

Do G1

No Paraná, todos os dias cerca de 50 mandados de prisão são expedidos, informa o delegado da Vigilância e Captura da Polícia Civil do estado, Marcelo Lemos de Oliveira. A prioridade, segundo ele, é para cumprir os que têm a ver com os crimes de homicídio, latrocínio, tráfico e pedofilia. “Mas os mais difíceis de pegar são os de roubo e tráfico”, explica.

O estado tem a capital, Curitiba, e pelo menos mais uma cidade, Guaíra, entre as mais violentas do país, segundo um estudo do Ministério da Justiça. “São muitos mandados e é preciso estabelecer prioridades. Especialmente agora que os documentos são expedidos online pelo Tribunal de Justiça. Procuramos por todo tipo, do ladrão de banco à [quem deixou de pagar] pensão alimentícia”.

De acordo com Oliveira, uma decisão da Justiça extinguiu os mandados expedidos até 2007. “Antes, a gente tinha pendências de 1970”. O número aproximado de mandados pendentes, diz, é de 30 mil. “A maior dificuldade que temos é o endereço declarado à Justiça, que quase sempre não é onde a pessoa está morando. Então a investigação tem que começar do zero”.

1 Comentário

  1. S Y N F R O N I O. Responder

    E DAI,E A LISTA DAS EMISSORAS EM NOME DE TERCEIROS, que sao ou
    forAm agentes politicos , das diversas ALs do Brasil inteiro.

Comente