Uncategorized

BRDE discute incentivos para microempresas

Secretários de Estado e dirigentes de entidades que representam os empresários paranaenses foram recebidos na manhã desta terça-feira (31) na agência de Curitiba do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Diretores e gestores da instituição apresentaram as formas de atuação do BRDE. Os participantes contribuíram com sugestões e expuseram suas necessidades. A intenção é elaborar uma agenda de trabalho conjunta que impulsione o avanço econômico e social do Paraná, com especial atenção para as microempresas.

Participaram do evento os secretários de Estado Ricardo Barros (Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul) e Edson Casagrande (Assuntos Estratégicos); o diretor-superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no Paraná, Allan Marcelo de Campos Costa; o vice-presidente da Federação das Associações Comerciais do Paraná (Faciap), Gastão Fabiano Gonchorovski; o presidente da Confederação Nacional da Micro e Pequena Empresa (Conampi), Ercílio Santinoni; e o presidente da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Cascavel (Amic), Carlos Martini.

A reunião foi aberta pelo diretor financeiro do BRDE, Jorge Gomes Rosa Filho, pelo diretor de Acompanhamento e Recuperação de Créditos, Nivaldo Assis Pagliari, e pelo superintendente do BRDE no Paraná, Carlos Areton Azzolin Olson.

O gerente de Planejamento, Thiago Tosatto, fez a apresentação do banco e explicou as linhas de financiamento disponíveis para o micro e pequeno empresário. A gerente de Operações Adjunta, responsável pelo atendimento a microempresas e pessoas físicas, Carmem Rodrigues Truite, expôs os procedimentos operacionais do BRDE.

De acordo com Pagliari, o encontro serviu para mostrar o que o BRDE tem a oferecer ao microempresário e promover a integração entre órgãos governamentais e entidades que representam o setor empresarial. “O BRDE tem capacidade de financiar e nos colocamos à disposição para auxiliar da melhor forma possível aqueles que nos procuram. Dividimos com o empresário as tarefas que devem ser feitas para alcançar o sucesso do empreendimento”, disse o diretor do BRDE.

O secretário Ricardo Barros cumprimentou o BRDE pela iniciativa de chamar para uma reunião setores que se complementam na missão de desenvolver o Paraná. Ele lembrou que atender as micro e pequenas empresas é uma prioridade do governo Beto Richa.

Segundo o secretário Edson Casagrande, o governo do Paraná vem trabalhando com afinco para diminuir os entraves que desestimulam o setor empresarial. Para ele, as instituições financeiras não falam a língua da microempresa, o que dificulta o entendimento entre os setores. Para Casagrande, simplificar terminologias e ser mais direto pode fazer a diferença entre a concretização de um sonho de empreender e o sepultamento de uma boa ideia.

Segundo Jorge Gomes Rosa Filho, a meta do BRDE é levar seus serviços a cada ponto do Paraná, buscando fomentar o desenvolvimento econômico e social de todos os municípios do Estado. “Estender os bons serviços prestados pelo BRDE a todo o Paraná, unindo Estado e setor privado num plano contínuo de evolução, é o desejo que nos move à frente desta instituição financeira, que no dia 15 de junho completa meio século de existência”, afirmou.

Comente