Uncategorized

Bola dividida na reunião do Conselho do Atlético

Apesar dos esforços de políticos e bombeiros para aplacar os ânimos belicosos das duas facções no Atlético, há um grupo que não aceita a paz e se prepara para a guerra.

É a turma da pesada que faz oposição à atual diretoria e diz ter provas e depoimentos de que o atual presidente, Marcos Malucelli, teria usado o clube em proveito próprio. Essa rapaziada inquieta fala, entre outras coisas cabeludas, no uso indevido de passagens internacionais pelo empresário Eduardo Malucelli, filho de Marcos, e de outras vantagens que prometem abrir hoje na reunião.

Significa que a reunião para decidir projetos para o futuro pode resvalar para a discussão de falcatruas do passado.

Corre um abaixo-assinado para exigir auditoria das contas do clube desde que a atual diretoria assumiu.

5 Comentários

  1. 65 jogadores e nenhum nome positivo, a coisa lá está mais pra entreposto de troca de mercadorias.

    Vendemos o que tínhamos de melhor e não compramos nem o que havia de pior. Viramos barriga de aluguel para as negociatas.

    Esse Ocimar Bolicenho por onde andou deixou rastros de desgraças. Ele é tido como funcionário do Wanderley Luxemburgo, que seria o “célebro” – como ele pronuncia – da organização.

    Coisa de primeiro mundo com ramificações em todo Brasil, América do Sul, e na Europa. Assunto cabeludo.

    Nem o Requiao com seus irmãos teriam tanta engenhosidade como a que esses que estão no poder têm demonstrado ter.

  2. Tem que sair toda esta corja de vagabundo, ladrões ai o time pode obter as vitórias de sempre saiaaaaaaaammmm.

  3. Simplicio Figueira Responder

    Retrato da desunião tanto na cartolagem quanto no campo e depois dizem que não afeta.

  4. A família Maluceli é toda coxa. Esse é o problema. O presidente do Trétis é coxa. kkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Todo esse pessoal gosta mesmo é da “folha seca”. E de preferência uma em cima da outra!

Comente