Uncategorized

Na Câmara, Cida Borghetti faz balanço dos seis meses de atuação

Foco é no trabalho a favor das mulheres, crianças e adolescentes. Parlamentar detalhou os projetos apresentados nos primeiro semestre do mandato

Durante a sessão plenária desta quarta-feira (15), a deputada federal Cida Borghetti (PP-PR) fez uma prestação de contas e expôs os projetos que apresentou desde início de seu mandato. Cida declarou que o foco de seu trabalho é a mulher, a criança e o adolescente, mas que durante sua toda sua trajetóra politica vem atuando também em favor do idoso, educação, saúde e proteção social. Ela lembrou que, como deputada estadual, aprovou mais de 100 leis na Assembleia Legislativa, recorde histórico e que pretende continuar defedendo os mesmos temas como deputada federal.

A deputada citou todos os projetos aprensentados na atual legislatura. O primeiro foi o projeto de lei PL nº 269/2011, que dobra a pena de quem se utilizar de menor em delitos. “Isso tem sido fato corriqueiro”, explicou. Também pensando nos menores, Cida relatou o PL 268/2011, que altera a Lei n° 11.788, de 2008, para permitir estágio aos alunos dos anos finais do ensino fundamental regular maiores de 14 anos, com carga horária de até 4 horas por dia. “O ideal é a escola de período integral, que sou defensora, mas ainda não há disponibilidade para todos”.

Um dos projetos de maior repercussão de autoria de Cida Borghetti é o o PL 267/2011 com o objetivo de estabelecer deveres e responsabilidades à criança e ao adolescente estudante que desrespeitarem seus professores e violarem as regras éticas e de comportamento das instituições de ensino que frequentam. Segundo a parlamentar, o objetivo é proporcionar a alunos e professores um ambiente escolar mais saudável, especialmente para a maioria que frequenta a escola buscando conhecimento e boa convivência social. “Infelizmente, há indisciplina em sala de aula. Diariamente nos deparamos com fatos em que professor, muitas vezes, é agredido em sala de aula e nos corredores das escolas”, disse. Cida também lembrou situações de agressão verbal e outros episódios de violência física e maus-tratos.

Dia de Luta contra o câncer de mama

Ainda sobre a mulher, a deputada falou sobre problemas de saúde. “Em geral, uma grande preocupação pessoal como mãe, mulher e filha. Sou autora da lei que instituiu, no Estado do Paraná, o dia 27 de novembro como ‘Dia de Luta contra o Câncer de Mama’. Com a simbologia do laço internacional, cor-de-rosa, que todos conhecem e ajudam, fazemos manifestações pacíficas pelo nosso estado. Esta lei tornou-se federal. Foi apresentada na Câmara pelo então deputado Ricardo Barros, presente na atual sessão”, lembrou.

A deputada convidou toda bancada feminina para expandir esse movimento para os outros estados brasileiros. “Estamos em contato, bem como com o ministro Alexandre Padilha, pois entendemos que as próprias propostas da nossa presidenta Dilma vêm de encontro aos nossos anseios e às nossas preocupações com a saúde da mulher”, declarou

Cida também citou outras doenças que atingem a mulher como o câncer do colo uterino e a transmissão do HPV, principal agente de infecção e causador dessa doença. “Encaminhei requerimento ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha, solicitando a adoção de medidas para oferecer o teste de HPV e apoio incondicionalmente ao projeto da Ministra, na época Senadora, Ideli Salvatti, para que a vacina faça parte do calendário de vacinação à população feminina e masculina, já que os homens são transmissores e normalmente nem sabem que são portadores”

Apoios

Os deputados Mauro Benevides (PMDB-CE); Roberto Balestra (PP-GO), Marina Santanna (PT-GO), Íris de Araújo (PMDB-GO), Sandra Rosado (PSB-RN); Janete Pietá (PT-SP), Carmem Zanoto (PPS-SC), Rubens Bueno (PPS-PR) e Eduardo da Fonte (PP-PE), fizeram uso da palavra para mencionar a atuação do então deputado federal Ricardo Barros, hoje secretário de Industria, Comércio e Assuntos para o Mercosul, que esteve na Casa durante 16 anos, e destacar o trabalho que deputada paranaense está apresentando na Câmara. “Não poderia deixar de dizer que Cida Borghetti vem exercendo com muita competência o seu mandato de Deputada Federal. Nós, mulheres, independente de cor partidária, nos sentimos muito honradas”, discursou a deputada Íris de Araújo.

“É uma figura que todo este Parlamento admira e quer bem pela sua forma de tratar as pessoas e pela expressão de um mandato popular que conquistou no Paraná, o qual representa muito bem”, disse. Sandra parabenizou a deputada e os seus eleitores, que “mandaram para esta Casa uma brava mulher, corajosa e lutadora. Tenho certeza de que Cida Borghetti terá ainda muitos e muitos anos pela frente nessa brilhante trajetória política”, acrescentou a deputada Sandra Rosado (PSB-RN).

Após apresentar todos os projetos de sua autoria, Cida pediu o apoio maciço e incondicional das Comissões e dos parlamentares. A deputada finalizou o discuso deixando uma mensagem da poeta Helena Kolody: “Deus dá a todos uma estrela. Uns fazem da estrela o sol; outros nem conseguem vê-la”. E concluiu: “Temos o dever de ver o sol e ajudar o povo brasileiro”.

9 Comentários

  1. Parabéns Deputada! Os mais desprovidos precisam de uma voz para alçar o direito
    a saúde.

  2. RAIMUNDO FUENTES Responder

    BRILHANTE MULHER….SERÁ SE DEUS QUISER NOSSA GOVERNADORA!!!!!!!!!

    RAIMUNDO FUENTES.

  3. Parabéns Cida! pela sua luta em seus ideais, e em trazer dignidade a quem verdadeiramente precisa. Muito sucesso na sua trajetória.

  4. EU SOU ELEITOR,ADIMIRO ELA PELO SEU TRABALHO,MAS ELA É MUITO,MUITO MAIS MUITO LINDA.BEIJÃO CIDA.

  5. Maria fuxiqueira curitibana Responder

    Orgulho de nos mulheres brasileiras,paranaenses e gaúcha como eu sou,mas voto aqui em Curitiba e tenho orgulho e respeito a querida e linda deputada cida a nossa evita peron,linda,competente,e simples forca deputada cida e que deus a llim

  6. Maria fuxiqueira curitibana Responder

    Que deus a ilumine sempre para que um dia o Paraná e o Brasil seja governado pela senhora.

Comente