Uncategorized

Servidores municipais de braços cruzados

Servidores municipais realizam hoje uma paralisação de 24 horas. Eles reivindicam a incorporação das remunerações variáveis aos salários.
Em passeata, eles pretendem pressionar mudanças no projeto de Lei que será votado nesta segunda-feira. A categoria deve fazer uma nova assembleia às 18 horas de hoje.

9 Comentários

  1. Ninguém vai sentir falta. Só sentiriam falta de servidores municipais, se fossem os lixeiros.

  2. O Anónimo deve ser psdebista, para generalizar.
    Se há distorções essas são provocadas por aqueles que nós colocamos lá através do voto para administrar os impostos que pagamos.
    Há sim uma classe de barnabés que não tá nem ai com o emprego. Mas a maioria trabalha e muito em prol da coletividade, e esses merecem sim ser valorizados.

  3. Alguns deveriam sentir vergonha de sua ignorância. Talvez esse anônimo devesse voltar à escola, se é que foi alguma vez para que alguém explique à ele o que faz uma Prefeitura de Cidade. Se soubesse ler, talvez tivesse lido algo sobre a Prefeitura de Curitiba e suas conquistas, cidade que dá exemplo de gestão pública. O verdadeiro cidadão curitibano certamente tem orgulho de sua cidade e ajuda a construí-la, junto aos milhares de outros cidadãos curitibanos servidores municipais que diariamente estão nos setores de educação, saúde, serviços públicos diversos, etc. etc.

  4. TODO MEU APOIO…..PAGAMOS IMPOSTOS PARA ESSA PREFEITURA…..AUMENTO PARA ESSES FUNCIONARIOS SEMPRE E AQUELA MIGALHA….O ITBI E COBRADO NO VALOR DE MERCADO DO IMOVEL MESMO IMOVEIS ACIMA DE 30 .40 ANOS….E POR ESSAS RAZOES QUE O TRABALHO DESSES PROFISSIONAIS NAO TEM QUALIDADE……MAL REMUNERADOS……

  5. mentira que estão de braços cruzados eu sou servidor e estou trabalhando, isso é para quem tem preguiça de trabalhar

  6. tem mais que parar mesmo, sou militar e estao me enrrolando ate agora com a pec 64 não estão nem ai e ja foi aprovado pela ALEP, dizem que não tem caixa a va a merda a 23 anos a mesma coisa, força mostrem o poderio de vcs.

  7. Mario Alvarenga Responder

    A prefeitura de Curitiba paga muito mal aos profissionais da saúde, exceto aos médicos, claro… Acho q o Ducci sabe que não vai se reeleger…(ou eleger, pois nunca foi eleito né… é vice.)

  8. Mônica Freitas Responder

    O Ducci na medida em que o Povo o conhece mais cai em desgraça.
    Não adianta remar contra a maré: É Fruet, É Fruet, É Fruet ….

  9. Clovis Pontrechio Responder

    Graças a um sindicato frouxo e desorganizado (SISMUC), a adesão foi pequena. Pois tenho certeza que a insatisfacão é geral.
    Pergunte pra qualquer servidor da saúde. (Menos pro anonimo ali a cima…que, pela abordagem, deve ser o próprio prefeito.)
    A prefeitura ameaçou descontar a parte variável da renda do servidor (justamente a razão da greve…) aí ninguém aderiu. Preferem não perder 200 reais esse mês e abrir mão de conquistas maiores. Por isso a situação vai continuar.

    Curitiba, uma das cidades mais ricas do país, vive de lorotas administrativas, como Mãe Curitibana, CMAES, tudo lixo.
    As coordenações são incompetentes, funcionários da saúde mal-pagos, oprimidos.

Comente