Uncategorized

Veneri, entre Trotsky e Odorico Paraguaçu

Se há uma coisa que o deputado Tadeu Veneri (PT) não tolera é não ser levado a sério. Na quarta-feira, 22, subiu a Tribuna da Assembleia fez um discurso que imaginava erudito, espirituoso e elegantemente ameaçador. Misturou Hegel com Feola e Karl Marx com Garrincha. Tudo isso temperado com ameaças pouco sutis de trabalhar para que o Paraná não receba verbas federais.

Veneri, que se vê um intelectual, como Trotsky, teve de ouvir o deboche seu novo adversário de estimação, o deputado Reinhold Stephanes. O peemedebista o comparou ao impagável prefeito Odorico Paraguaçu, personagem de Dias Gomes, autor de pérolas que lembram bastante a linha de seu discurso. Como esta: “Como diria o rei dos persas, Dario Peito de Aço: cada problemática tem uma solucionática. Se não disse perdeu a oportunidade de ser citado por mim”.

11 Comentários

  1. Um dia o velho, tomado de santa ira, chamou os seus secretários, que ememdaram um feriadão como o de agora, na terça insana seguinte, chamou-os de apedeutas. E o Greca também um dia, parteando um deputado, disse, em inglês: shame on you, coisa que o deputado não entendeu. Ou fez de conta que não entendeu. Qual terá sido a citação dita pelo deputado pestista metido a erudito?

  2. O Greenpeace prepara um protesto contra o Tadeu. Esse deputado pisa muito no tomate.

  3. Francamente, acho que o Tadeu se parece mais com uma das irmãs Cajazeiras.

Comente