Uncategorized

Manifesto quer CQC para resolver saúde em Londrina



Grupo criado no Facebook, que já conta com o apoio de quase 9 mil pessoas, quer que problemas sejam divulgados pelo quadro “Proteste Já”

Do Bonde

A crise enfrentada pelo setor da saúde de Londrina chamou a atenção de um grupo de internautas, que estão planejando convocar, por meio de um manifesto na rede social Facebook, o programa Custe o Que Custar (CQC), da TV Bandeirantes, para pelo menos tentar expor e até ajudar a resolver parte dos problemas já conhecidos pela população.

A falta de médicos nos postos de saúde e a superlotação dos pronto-atendimentos e hospitais são duas das principais queixas do londrinense que depende do Sistema Único de Saúde (SUS).

E a situação, que já é complicada, começou a ficar ainda pior no mês passado, quando o Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizada (Gaeco) deflagrou, no dia 10 de maio, a operação Antissepsia, investigando um suposto esquema de desvio de recursos públicos na área da saúde de Londrina.

As investigações do Ministério Público ocasionaram a prisão de mais de 20 pessoas, entre empresários, conselheiros de saúde, agentes públicos e o até então procurador jurídico do município, Fidelis Canguçu, que continua detido.

Ações civis e criminais já movidas pelo MP envolvem também o nome do prefeito Barbosa Neto e da esposa dele, Ana Laura Lino, que são acusados de ter recebido propina para facilitar a contratação do Instituto Atlântico, uma das Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips) que teriam sido utilizadas no desvio da verba pública.


A intenção do grupo virtual, que já conta com o apoio de quase 9 mil internautas, é atrair a atenção da produção do CQC. “Vamos criar uma corrente, um manifesto. Moralização na administração de Londrina, através do CQC (PROTESTE JÁ)! Vamos chamar a atenção do programa com essa ação e fazer que o programa venha (à cidade) e nos ajude a colocar no eixo toda essa situação!”, diz a descrição do evento criado na rede social.

O comunicado cita um dos quadros do programa: o “Proteste Já”, apresentado nesta temporada do CQC pelo repórter Oscar Filho, já tratou de maneira descontraída e até engraçada, problemas que prejudicavam moradores de diversas cidades do país.

O quadro já esteve no Paraná: em uma das ocasiões, em novembro de 2008, expôs a falta de creches em Curitiba. A outra, que causou mais repercussão no estado, denunciou, em julho de 2009, a má distribuição de ônibus escolares pela administração do até então governador Roberto Requião (PMDB).

O CQC mostrou na reportagem dezenas de ônibus enfileirados em pleno Palácio das Araucárias. A atitude do programa humorístico gerou críticas de Requião que, desde então, já participou de diversas trocas de farpas com os autodenominados “homens de preto”.

10 Comentários

  1. 25/06/2011 13:14
    Cabral justifica mansão dizendo que assessores emprestaram o dinheiro
    Mentiras em cima de mentiras

    Vocês vão ler abaixo, a reportagem que está na revista Época, que saiu hoje, sobre a primeira mansão de Cabral, em Mangaratiba. É uma história sem pés nem cabeça. Alega que os assessores que trabalhavam no seu gabinete quando era deputado estadual lhe emprestaram o dinheiro. Como que um assessor que ganhava R$ 5.400 vai emprestar a Cabral R$ 54 mil, dez vezes o seu salário, como ele alega? E os números e as histórias não batem.

    Cabral pegou emprestado, como mostra a Época, R$ 475 mil. Mas na declaração de bens ao TER, informa que a casa está avaliada em R$ 200 mil. Na acusação que o ex-governador Marcello Alencar lhe fez, de enriquecimento ilícito, por não ter rendimentos para comprar a mansão, a alegação de Cabral foi outra. Disse que prestava consultorias jornalísticas, igual ao Palocci, a uma assessoria de propriedade do seu amigo Rogério Monteiro. Uma mentira leva a outra, que leva a mais outra… É uma bola de neve. Cabral está cada vez mais encrencado e desesperado.

    Mas o mais surpreendente vem no final da reportagem (destacado em amarelo) na resposta da assessoria de Cabral, que num ato falho informa: ”Qualquer documento referente a esses anos tão remotos já foi descartado, tendo em vista que a prescrição é de cinco anos”. Bem prescrição se refere a quando há crime. Essa resposta de Cabral, via assessoria, é mais uma confissão de culpa.

    Mas leiam abaixo na íntegra mais um capítulo do mar de lama de Cabra

  2. A coisa é séria gente. Não basta votar, tem que saber votar.
    Enquanto ficarem se vendendo por cesta básica, vamos ter que pagar pelo preço. A cesta básica é o mínimo, e não podemos ficar satisfeito com esse mínimo; aprendemos a votar ou vai piorar.

  3. Não foi Cabral quem descobriu o Brasil, é o Brasil descobrindo o Cabral.

    AHAHAHAHHAHAHAHAHAH

  4. ESSE TAL CABRAL CARIOCA É DA MESMA CURRIOLA DO LULA, DILMA, GLEISI PALOCCI… E POR AÍ A FORA

  5. NÃO É SÓ LONDRINA QUE ESTÁ PRECISANDO…O CQC PRECISA VIR URGENTE PARA O PARANÁ …..MAIS PRECISAMENTE NAS CIDADES A BEIRA DO RIO PARANAPANEMA E PIRAPÓ…AÍ… IRÃO DESCOBRIR MUITAS COISASSSSSSSSSS

  6. Este CQC é um verdadeiro Lixo, que só ensinam as crianças a fazerem bagunças, algazarras, e a desrespeitarem, os mais velhos!
    como disse um dia com muita propriedade o Respeitoso Senador Roberto Requião, quando um cachorro te morde não se chuta o cachorro e sim o dono dele!
    por favor tirem este lixo do ar!

  7. Boa tarde a todos.
    Faço uma pergunta a todos os brasileiros por que os bancos pagam multa se demorarem mais de 15 minutos de espera para o atendimento e o Brasil não tem tempo de espera para atendimento nos prontos socorros, hospitais porquê?
    ALÉM DOS BRASILEIROS PAGAR OS IMPOSTOS MAIS CAROS DO MUNDO PORQUE A SAÚDE NÃO ESTÁ DE PRIMEIRO MUNDO ATÉ QUANDO VAMOS CONCORDAR COM ESSA POLÍTICA, VAMOS PEDIR NOSSOS DIREITOS GOSTARIA QUE ALGUM VEREADOR, DEPUTADO PUDESSE CRIAR UMA LEI COM RESPEITO A TODOS BRASILEIROS SEREM ATENDIDOS COM DIGNIDADE COM NO MAXIMO DE 01H00 DE ESPERA SERÁ QUE É PEDIR MUITO ISSO….

    Att,
    Brasileira decepcionada com a Saúde.

  8. Chama o deputado estadual Douglas Fabrício já destrui com as pilantragens do Requião na questão da entrega dos onibus escolares agora o CQC resolve essa tbm!!

    abraços!

  9. Eu espero que realmente esponho o Prefeito Barbosa Neto pra resolver esse problema que atinge a cidade toda,pq eu precisei levar minha mãe no Hospital Zona Sul e não tinha medico e quando chegou foi um cavalo que atendeu ela muito mal assim não pode continuar.

Comente