Uncategorized

Filho reaparece
após o enterro

Pai soube da morte de um andarilho em um programa de televisão e foi ao IML.
Reconheceu o filho, preparou velório e enterro em Cambé, no Paraná.

Ariane Ducati Do G1 PR

A notícia em um canal de televisão sobre um andarilho que havia sido encontrado morto fez Luiz Guiomar da Silva ir até o Instituto Médico-Legal (IML) de Londrina, no Norte do Paraná. Ele queria saber se o caso teria a ver com o filho, de 20 anos, que estava há 15 dias sem aparecer em casa.

“Eu vi na televisão desde quarta-feira (22) o anúncio, vi na quinta (23) de novo e aí na sexta (24) decidi ir no IML ver se não era o meu filho. Cheguei lá e reconheci. Na hora, chamei meu irmão e ele também reconheceu. Tomamos as providências para levar o corpo para Cambé [a 12 km de Londrina]. Chegando na funerária, mais outros três amigos de meu filho também o reconheceram”, contou Luiz ao G1.

O enterro foi realizado na manhã do sábado (25), em Cambé. E a notícia que causou mais espanto e alegria na família chegou no domingo (26).


“Era a hora do almoço, a gente ouviu alguém chamando lá fora e quando vimos era ele [o filho desaparecido]. A gente levou um susto! Ficamos olhando, olhando… quase sem acreditar. Tínhamos feito o enterro um dia antes”, relembra o pai.

O rapaz foi informado de todo o ocorrido e, segundo Luiz, ele dizia: “Não, sou eu aqui. Estou aqui!”.

Na segunda-feira (27), o pai foi até a Delegacia de Londrina avisar a polícia do engano. Segundo o investigador Jorge Garcia, ainda não há pistas de quem é a pessoa que foi encontrada morta na Zona Oeste de Londrina e enterrada com a identificação errada.

O rapaz que provou que está vivo, prometeu agora mudar de comportamento e não ficar mais dias longe de casa.

3 Comentários

  1. PORQUE SERÁ QUE ISTO ACONTECE SEMPRE COM FILHOS DOS OUTROS E NUNCA COM OS DA GENTE?

    CASO REALMENTE INTERESSANTE!

    NO MINIMO EXÓTICO. HEHEHE

  2. ricardo crovador Responder

    Quando cinco pessoas, incluindo pai, tio e amigos, acham a cara do sujeito parecida com um defunto, é porque o sujeito é feio mesmo, de verdade!

  3. Isso é que dá liberar defunto sem IDENTIFICACAO…È obrigacao do IML enquanto policia tecnica PROVAR a identidade da pessoa…a familia pode se enganar …MINISTERIO PUBLICO JA PARA INVESTIGAR….

Comente