Uncategorized

A Dilma-2009 apoiava ‘o Alfredo’ para ‘qualquer cargo’

Do Josias de Souza

No ano da graça de 2009, época em que Dilma Rousseff e Alfredo Nascimento coabitavam o governo Lula, ela enxergava nele uma “pessoa talentosa”.

Nessa época, Dilma era pré-candidata à Presidência e Nascimento preparava-se para disputar o governo do Amazonas.

Instada a comentar as pretensões eleitorais do colega de Esplanada, Dilma soou assim:

“Acho que o Alfredo tem todas as condições de ser, de pleitear qualquer cargo, inclusive o de governador do Estado do Amazonas…”

“…E, para o que ele for, para o que ele pretender ser, terá sempre o meu apoio”.

Em 2010, derrotado nas urnas, Nascimento pretendeu ser, de novo, ministro dos Transportes. Dilma o nomeou, sob aplausos de Lula.

Levado às manchetes em posição constrangedora, Nascimento viu o apoio de Dilma, que era “para sempre”, ruir em quatro dias.

Moral: em política, mais vale a eloquência do não-dito do que a superficialidade do declarado. Ou ainda: em boca fechada não entra mosquito.

4 Comentários

  1. Parreiras Rodrigues Responder

    Somem-se todas as ladroeiras e falcatruas de todos os governos juntos pós diretas até Lula.

    Não dá a metade do registrado no governo do petê.

  2. A indecencia e a falsidade faz parte de todos os políticos brasileiros e in-
    clusive da Presidencia da República. A conduta da Presidenta em endossar o “nobre” Nascimento é a prova concreta de que faz de conta que não sabe de
    nada … E o filhão do Nascimento ?? Onde está a Receita Federal ??

  3. CAÇADOR DE PETISTAS Responder

    Esta, sei lá o que, nunca teve personalçidade, caráter e nem moral. Muito menos capacidade para administrar sua lojinha de 1,99, tanto é que faliu..

Comente