Uncategorized

Beto Richa recebe comitiva interessada na instalação da Cargill

Os deputados estaduais Cesar Silvestri Filho (PPS) e Bernardo Ribas Carli (PSDB), e o secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano, Cezar Silvestri, acompanharam uma comitiva de empresários de Guarapuava durante uma reunião, na última sexta-feira (08), com o governador Beto Richa.

A pauta do encontro foi a instalação da multinacional Cargill no Estado. Beto disse que quer promover a industrialização do interior do Paraná e se comprometeu a agendar uma reunião entre os representantes e fornecedores da Cargill para que o empresariado de Guarapuava possa apresentar as vantagens e atrativos do município.

O secretário de Estado de Infraestutura e Logística, José Richa Filho, o presidente da Ferroeste, Maurício Querino Theodoro, e o vereador Thiago Córdova (PPS), de Guarapuava, também acompanharam a reunião.


Cesar Filho salientou a importância da instalação de uma empresa do porte da Cargill em Guarapuava e dos esforços de todo o setor produtivo para receber a multinacional. O parlamentar citou as vantagens em relação às demais cidades interessadas – Castro e Ponta Grossa –, em função da qualidade do milho local, a alta capacidade técnica dos produtores e a grande produtividade, além de questões logísticas, como o transporte ferroviário e da instalação do ramal do gasoduto na Região Central do Estado, que já está em fase de projeto. Maurício Theodoro reforçou essas vantagens, informando que somente a economia obtida com o transporte ferroviário já compensa o investimento da empresa em Guarapuava.

Bernardo Carli destacou que a prefeitura também está fazendo esforços para atrair a empresa.

Para o governador, “quanto mais para o interior for a Cargill, melhor”. “Da nossa parte, tudo o que for possível fazer, nós faremos. Depende só de vocês convencê-los”, afirmou Beto.

O setor empresarial de Guarapuava estava representado na reunião pelo presidente da Associação Comercial e Industrial de Guarapuava (Acig), José Divonsil da Silva, acompanhado de seu vice, Anton Gora; pelo coordenador regional da Federação das Indústrias do Paraná, Julio Agner; pelo presidente da Sociedade Rural de Guarapuava, Johann Zuber Jr.; e pelo presidente do Sindicato Rural de Guarapuava, Rodolfo Botelho.

5 Comentários

  1. Vlemainski-Cascavel Responder

    Por que não em Cascavel? O argumento do frete mais barato é frágil, pois o Oeste é o celeiro do Estado e, também, grande consumidor de derivados de produtos agrícolas.

  2. NILTON JOSÉ CARARO Responder

    ESTA NA HORA DO GOVERNO DO PARANA, ULTRAPASSAR A FRONTEIRA DE PONTA GROSSA, PARA DESENVOLVER O ESTADO COMO UM TODO, ESTA É A GRANDE CHANCE DE BETO RICHA MOSTRAR ISSO. O PARANÁ É O ESTADO COM O MAIOR DESEQUILIBRIO SOCIAL DO SUL. UM ESTADO COM DESENVOLVIMENTO PLENO, EVITARA O EXODO PARA A REGIÃO METROPOLITANA.

  3. p.santos1@ig.com.br Responder

    Essa é grande chance de um governador fazer algo por Guarapuava, nesses quase 200 anos de Guarapuava nem uma governador olha para nossa cidade.Guarapuava esta bem centralizado em nosso estado e precisa dos recursos do governo para melhor.PRECISAMOS DA CARGIL MAS NO É SO ISSO.

    GOVERNADOR PRECISAMOS DE UMA HOSPITAL REGIONAL E MAS SEGURANÇA, DEVEMOS TEM UNS 100 POCILIAIS PARA ATENDER GUARAPUAVA E REGIAO, A SAUDE ESTA SUCATIADA.

    POR FAVOR GOVERNANDOR BETO RICHA OLHE POR GUARAPUAVA

  4. Parabéns a esta comissão já aparecendo novos valores individuais de pessoas com interesses coletivos e inteligencia voltada aos objetivos da comunidade agricola na região CENTRAL DO ESTADO DO PARANÁ, com a grandeza que Guarapuava merece, obviamente apenas a Empresa CARGILL representa o inicio num setor que agrega varios fatores positivo para a economia local, quero aproveitar o impeto e a vontade dos mesmos e acrescentar sugestões para empreendimentos futuros, isto é, gestões junto aos orgãos e autoridades governamentais em reivindicações para investimentos na viabilização da Infraestrutura como construção do ramal e tremonha ferroviária até a Cooperativa Agrária de Entre Rios e o Porto Seco no Municipio de Guarapuava convergencia CENTRAL tanto ferroviario, rodoviario e aeroviário do ESTADO DO PARANÁ.

  5. Helcio Luiz Ferro Responder

    A cidade de Castro é tão merecedora dos olhares do Governo Estadual como os demais 398 Municipios, portanto acredito que estamos no páreo em termos técnicos para que sejamos contemplados com o investimento da Cargil e de outras empresa que pretendam investir no Paraná.

Comente