Uncategorized

Justiça mantém júri popular para Carli Filho

Valéria Auada do Estado do Paraná

A Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná rejeitou, nesta quinta-feira (14), o embargo impetrado pelos advogados de defesa do ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho contra a decisão de levá-lo a júri popular pelo acidente de trânsito em que provocou a morte de dois jovens, no dia 7 de maio de 2009, no bairro Mossunguê, em Curitiba.

Os advogados de defesa do ex-deputado haviam entrado com o embargo no dia 5 de julho contra a decisão da Primeira Câmara de levar o ex-deputado a júri popular, mas ele foi recebido pelo relator do processo Naor Rotoli de Macedo Neto na última quarta-feira (13) e julgado nesta quinta-feira (14).

1 Comentário

  1. \O/ \O/ \O/ \O/ \O/ \O/ Parece que vai começar “direito” a pendenga… vamos ver…..

Comente