Uncategorized

Templo é Dinheiro


Foto: Rodrigo Félix Leal

Confira a reportagem de Sarah Corazza que durante um mês percorreu os templos das neopentecostais em Curitiba para testemunhar o fenômeno de religiosidade que arrasta milhões e transforma as novas igrejas em eficientes centros de arrecadação de fundos, o que ajuda a explicar a rapidez com que proliferam essas instituições e a indiscutível influência que exercem no novo tecido social.

Leia a matéria completa no site da Revista Ideias.

14 Comentários

  1. Isso é caso de calamidade pública pois trabalho no serviço social e sou testemunha,de que familias que muitas vzes nem tem o que comer e reservam o muito pouco que ganham para doar as igrejas sobre lavagem cerebral de pastores inescrúpulosos,que vivem no luxo
    com o dinheirinho dos miseraveis…..

  2. A religião é o ópio do povo ! – Marx
    Que diria Marx hoje ?
    A religião é o chocolate da política ?

  3. pode-se enganar muitos por muito tempo, mas jamais a todos o tempo todo, mais dia menos dia o povão acorda e a coloca no pescoço destes ladrões do dinheiro, esperança e fé de um povo abatido por alguma fatalidade ou dificuldade.

  4. considero este pastores uns estelionatarios, deveriam ir presos por tirar dinheiro de gente fragilizada. Todos os pastores hoje vivem exclusivamente do dinheiro do povo .E como vivem bem.

  5. Parabéns pela reportagem a mesma é inteiramente realista. É lamentável a coação que fazem nas pessoas com o intuito de arrecadação e como contra partida lhe oferecem um pouco de fé para a prosperidade material. Mais como bem citado na reportagem há necessidade de separar o joio do trigo, pois nem todas as igrejas pentecostais ou neopentecostais são apenas balcões de negócios. Tive a oportunidade de conhecer a Congregação Cristã no Brasil, igreja onde não existe o dizimo, igreja transparente, prestam contas de suas arrecadações, além de uma contabilidade atualizada, cada templo mantém a escrituração do livro caixa, demonstrações auditadas, e emprega o que arrecada em beneficio aos próprios fiéis como construção de novos templos, e investimentos em obras sociais através de um projeto chamado obra da piedade. E o mais interessante repudia o uso da mídia como instrumento de propagação do evangelho.

  6. Parabéns Fabio Campana, isso sirva de alerta as pessoas, que estao pensando em freqüentar essas igrejas. Viram escravos do rei..(bispo, pastor, etc. ) esses Sao fazendo valer o gesto de doação uma obrigação, pessoas tirando da comida da família, na ilusão de dias melhores prega dos por esses caras q sem pudor.. Fazendo um verdadeiro tormento na cabeça do povo….fujam disso….

  7. Muita SACANAGEM!!!! Para Deus o Dinheiro não tem valor, esses “crentes” que dizem ter melhor conhecimento Bíblico, devem rever os conceitos!!!!
    Como uma emissora de Televisão (Rede Record) conseguiu em tão pouco tempo, quase igualar a Rede Globo??? Dinheiro de quem??? rsrsrsrs

  8. Mas eles pedem e os fiéis dão. Ao contrário dos políticos que não pedem e sorrateiramente ou descaradamente assaltam nosso dinheiro.

  9. Deus é o caminho e o bispo Edir Macedo(pode ser R.Soares e Silas Malafaia) é o pedágio!!!

  10. “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” (João 8:32)
    Todo fiel a essas pseudo-igrejas deveria absorver essas palavras.

Comente