Uncategorized

Governo elabora programa de segurança pública

Foto:Jonas Oliveira

Da Aen

O governador Beto Richa lançará, no começo do mês de agosto, um programa para reestruturar o sistema de segurança pública no Paraná. Denominado Paraná Seguro, o projeto prevê, entre outras ações, a contratação de mais policiais e a implantação de novos batalhões e delegacias.

“O Paraná, lamentavelmente, foi um dos estados do Brasil que menos investiu em segurança pública, os efetivos das policias estão defasados. Precisamos de ações que tragam proteção e confiança à população e é nesse sentido que o governador pediu a construção desse programa”, afirma o secretário de Segurança Pública, Reinaldo de Almeida César.

O secretário enumerou algumas das prioridades do setor no Paraná: mais policiamento ostensivo e preventivo, novas viaturas, melhora do atendimento no 190, profissionalizar o atendimento nas delegacias e modernizar o funcionamento do IML. “O Paraná está avançando e muito nesse início de ano. Vamos viver um novo momento na segurança pública do Estado. É para isso que estamos trabalhando”, afirmou Almeida César.

Ele destacou ainda os resultados e as ações concretas realizadas nesses primeiros meses no combate ao crime. “Com a determinação do governador, a Polícia Civil direcionou as ações de inteligência na repressão ao narcotráfico e a Militar está executando de maneira satisfatória a operação Vida. São esforços que possibilitaram a redução dos índices de criminalidade no semestre”, afirmou Reinaldo.


FRONTEIRA – Um dos principais desafios da segurança pública estadual é a complexidade territorial devido à extensão da fronteira na região Oeste paranaense, que atinge 139 municípios. O secretário afirmou que ações importantes estão sendo executadas para essas áreas, como a criação de um batalhão de fronteira e a implantação do Gabinete de Gestão Integrada de fronteira. “Vamos fazer um grande cinturão de proteção. Temos que impedir que o tráfico de drogas, armas e munições atinjam o Estado”, disse.

IML – O Instituto Médico Legal (IML) é outra área que, segundo Reinaldo de Almeida César, o governo estadual está dando toda a atenção. Ele destaca o compromisso de modernizar o instituto, construir novas unidades, recompor o efetivo profissional e agilizar a remoção do cadáver. “O IML tem que ter todas as condições de prestar um relevante serviço para a população. É com esse objetivo que vamos reestruturar e transformar a unidade”, disse.

12 Comentários

  1. Delegado de Londrina Responder

    Parabém Dr. Reinaldo e Governador Beto Richa….voces vão ter muito trabalho para arrumar o caos desesperador que o gardenal e o seu anaozinho de estimação implantaram no Paraná.

  2. O governo e suas notações… espero que nesta restruturação ele não esqueça de pagar a PEC 64.

  3. Por mais eficientes e bem intencionadas as ações, encontrarão seu grande problema na falta de vagas nas penitenciárias.

  4. Só quero ver, falam em mudança mas esquecem de falar num tópico mais importante que é o misero salario dos sofridos policiais este ninguém tem coragem de falar.

  5. Adriano de Maringá Responder

    Oi leitores do blog, esse programa que dizem lançar, na teoria é muito lindo, mas na realidade temos que analisar por outro aspecto, ou seja, não é só aumentar efetivo, viaturas novas, melhorar atendimento no 190…….. aumentar o salário dos policiais, isso não?
    Capacitá-los, isso também não? Enquanto os nossos políticos não tratarem a Segurança Pública como um problema de toda sociedade, não teremos resultados positivos. Toda a sociedade, igrejas, escolas, ong’s, o próprio estado……devem se conscientizar em trabalharmos juntos em prol dessa causa, só assim para haver mudança. A questão da Segurança Pública começa desde a educação em casa, estudar, ter oportunidades na vida. E hoje os nossos políticos estão preocupados em dar oportunidades para os nossos jovens?
    É mesma coisa que reclamar que não há investimentos na área da saúde em postos de saúde, hospitais……. E se fosse investido em qualidade de vida para as pessoas, o quadro da saúde poderia ser diferente?
    Adriano José
    Maringá

  6. carlos alberto rodrigues Responder

    Porque o secretario não aproveita e acaba com este batalhão de patrulha escolar criado por vaidade de seu imperador Requião e usa esses policiais para realmente prenderem bandidos e não ficarem o dia todo visitando escola e pasmém não atendem ocorrência que não seja de escola. Um Absurdoooooooooo

  7. Quero só ver se vai anunciar o pagamento da PEC 64 (já aprovada) aos policias militares do Estado.

  8. emilson ferreira pupo Responder

    Além de modernizar as instituições policiais com novos equipamentos devem valorizar o ser humano que no meu ver a peça mais importante de toda essa ações de segurança pública, valorizando o policial dando a eles todo o suporte para que possam trabalhar com a cabeça tranquila. Portando Sr Beto Richa Subsídio já.

  9. -Desejo muito sucesso ao Secretária Reinaldo de Almeida César, pois sabemos que haverá muito trabalho a ser feito, mas também desejamos que ele não perca seu interesse e seu entusiasmo!!!
    -Gostaria de saber qual será realmente a Política de Segurança Pública do Paraná? Haverá melhorias no setor de inteligência das polícias civil e militar? Quanto a construção de novos presídios?
    -Acho melhor, apenas cobrar as ações depois de impostas!!!
    -Boa sorte Secretário!

  10. “os resultados e as ações concretas realizadas nesses primeiros meses no combate ao crime”?……..Será que estavam falando do Paraná?…..nao mudou nada desde a posse do Sr Beto Richa, melhor mudou sim trocou-se o secretário e nada mais e lá se vão alguns meses. A falta de vontade do Sr Governador para com as policias é clara. tomara que eu esteja errado e queime minha lingua mas falar em criar mais delegacias é piada, pois as que tem no interior nao tem delegados, ou melhor colocam um delegado para “responder” por duas, tres, quatro e pasmem até cinco delegacias de policia, e assim as delegacias ficam nas maos de estagiários e funcionarios das prefeituras que sem o conhecimento devido atendem nas delegacias………estou errado Sr Secretário……aa eu ja ia me esquecendo da PEC 64, pode começar por ai Sr Governador.

  11. O SR. SECREATIA AFIRMOU NA GAZETA DO POVO QUE O POLICIAL ESTA MUITO MOTIVADO – SERÁ??????

    ENTRE OUTRAS COISAS O QUE MOTIVA UM POLICIAL É O CONTRA-CHEQUYE NO FINAL DO MÊS – EXIGIRAM CURSO SUPERIOR PRA POLICIA CIVIL PRA PAGAR R$2.300 LIQUIDO.

    SERÁ ESTA A MOTIVAÇÃO???

    ACORDA SECRETÁRIO – MMOTIVA OS PROFISSIONAIS COM SALÁRIO JUSTO E NÃO COM BLA-BLA-BLA -E A PEC QEU SE TRANSFROMOU NA EMENDA 29 – LEVOU OS SINDICATOS NO BICO, NÃO FEZ NADA – SÓ NA MACIOTA^????

    ERA PRA SER IMPLANTADO EM ABRIL JÁ É AGOSTO E NADA CADE OS SINDICATOS – ???

    ESTAMOS ANSIOSOS PARA O ANUINCIO DE HOJE —

Comente