Uncategorized

Alô, alô, Teresinha!

O casal 20 do governo, ministros Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann mandaram sua amiga Teresinha Norone, dona da consultoria Proneje que presta serviços para a prefeitura de Maringá, que desapareça por uns tempos.

Ela é acusada de conseguir maiores verbas de convênios do Dnit para a cidade e supostamente, também do aditivo de contrato das obras do Contorno Norte de Maringá, que pulou de R$ 142 milhões para R$ 179 milhões.

A empreiteira é a Sanches Tripoloni, que deu mais de meio milhão de reais para a campanha de Gleisi ao Senado, para a qual Teresinha trabalhou (chegou a organizar até um evento pró-Gleisi no canteiro de obras da empreiteira). Esta semana, ainda em tom suave, Dilma Rousseff perguntou a loura: “E essa Teresinha?” Gleisi nem chegou a responder e a presidente: “Veja lá, hein?”

12 Comentários

  1. Schrek e Fiona cada vez mais enrolados!
    Cavoca, cavoca, que toda a pureza irá pelo ralo.

  2. A praga que o velho rogou no casal de ministros parece que pegou. Agora eles estão ferrados, porque o velho é daquelas que roga praga das do tipo de madrinha, que é difícil de “despegar”. O casal tá mesmo ferrado. Tony

  3. Vigilante do Portão Responder

    Ué,

    Não estou entendo nada.

    Bernardão JUROU que não conhecia a Teresinha…

    KKKK

  4. CASAL 20, ou melhor 20% !

    CASAL 20% e a pretenção ao governo do Paraná se esvaindo pelos ralos dos ministérios.

  5. Agora fico aqui me perguntando: Será mesmo que o Requião estava exagerando quando fez aquelas denuncias sobre o Paulo Bernardo? Será que aquela proposta feita por Bernardo não era verdadeira mesmo?

    Agora estou em dúvidas sobre a “pureza” do casal 20.

  6. Teresinha! Apareça e conte pra gente o que está acontecendo.
    Tem mala de dinheiro na jogada?

Comente